IGCP, CP e Segurança Social usaram offshores para movimentar 130 milhões

Matthew Straubmuller / Flickr

Cidade do Panamá, no Panamá

Cidade do Panamá, no Panamá

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), a CP e a Segurança Social terão aplicado milhões de euros em paraísos fiscais da ilha de Jersey (no Canal da Mancha) e na Jordânia. Em causa está um total de 130 milhões de euros.

De acordo com a TSF, a CP usou paraísos fiscais para emitir dívida e o IGCP para a comprá-la. A segurança Social terá investido numa farmacêutica.

No total, 130 milhões de euros foram aplicados em investimentos através de offshores.

Com base em dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), o Expresso tinha noticiado que existiam aplicações de entidades públicas no valor de 148 milhões de euros na ilha de Jersey e na Jordânia, mas não revelava de que organismos do Estado se tratava.

A TSF descreve que, no primeiro trimestre do ano passado, o IGCP (a entidade que gere a dívida soberana portuguesa) aplicou cerca de 130 milhões de euros em obrigações da CP, emitidas através de um veículo financeiro sediado em Jersey. A aplicação atingiu a maturidade em julho.

A operação, de acordo com uma “fonte conhecedora dos detalhes”, foi feita no âmbito de uma aplicação de excedente de liquidez em dívida pública e de empresas públicas reclassificadas.

A notícia do Expresso dava conta também de uma aplicação na Jordânia no valor de 17 milhões de euros, valor que não se confirmou: houve uma aplicação, sim, mas num montante cem vezes inferior. Os 170 mil euros foram investidos pela Segurança Social numa empresa farmacêutica cotada em Londres.

Este investimento foi vendido já em 2016.

Governo confirma aplicações do Estado em paraísos fiscais

Entretanto, o Governo confirmou em comunicado que as diligências levadas a cabo confirmaram dois casos de “aplicações de carteira de entidades públicas” em territórios offshore.

De acordo com a informação conjunta dos ministérios das Finanças e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, a participação de 133 milhões de euros na empresa Polo III – CP Finance Limited, sediada em Jersey, detida pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, foi encerrada em julho de 2015, como já noticiava a notícia da TSF, tendo o pagamento sido completado pela Comboios de Portugal (CP).

A outra participação, detida pelo Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, vê o valor corrigido de 17 milhões, conforme o Banco de Portugal tinha reportado ao FMI, para 171 mil euros, investidos em ações da Hikma Pharmaceuticals Plc., empresa com sede na Jordânia.

No comunicado ainda pode ler-se que o Ministério das Finanças, em prol da transparência na gestão das entidades públicas, está a contemplar todos os mecanismos necessários para assegurar que não existam mais casos de dinheiros públicos investidos em empresas sediadas em territórios considerados paraísos fiscais, tal como a TSF tinha noticiado.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Funcionários de baixa à mais de 2 anos na freguesia de Piães Cinfães que dizem que nunca foram a uma junta médica. A pessoa é vista a cantar e a dançar nas festas. Eu fiz uma cirurgiã à cervical e apenas estive um mês de baixa

  2. Mais uma aberração.
    Como é possível que empresas e serviços estatais entrem ou tenham entrado nos ditos “PARAÍSOS FISCAIS”
    Que raio de Governantes temos tido ou temos que permitem tais operações que são de alto risco, com a agravante de se tratar de dinheiros públicos e dos contribuintes.

  3. Falam de offshore?
    Muito bem.
    A questão que se coloca, na minha insignificante opinião, tem duas perspetivas,
    1ª) A dos bandidos – os escroques da sociedade – vulgo bandidos e afins, que nos “fazem pensar se a pena de morte” não deveria existir (pois para mim aquele que rouba o erário público não merece viver em sociedade, muito menos aqueles que supostamente nos representam. Atenção às aspas – Sentido figurado.
    2ª) A do desgraçado que vive uma vida de trabalho, arrecada algum, depois de pagar os seus impostos, como lhe compete, e
    sobre o que lhe sobeja – AFORRO – , continua a levar com impostos em cima de impostos até dizer – JÁ CHEGA. E pensa. “Não durmo de noite a pensar como dirigir a vida, faço o que posso para contribuir e no final levo uma medalha de cartão mas retiram-me devagarinho e docemente o resultado do suor do meu rosto”.
    O que pode um Cristão destes fazer?

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …