Hospital S.João com taxas de ocupação de 85% a 95%. Profissionais tomam hoje a 2º dose da vacina

Manuel Fernando Araújo / Lusa

Hospital de Campanha no São João, Porto

O Hospital de São João, no Porto, regista hoje taxas de ocupação covid-19 entre os 85% e os 95%, revelou hoje o conselho de administração que descreveu um “panorama exigente e complexo”, mas “estável” apesar do “aumento de procura”.

“Diria que o panorama é exigente, é complexo, temos sentido uma pressão na procura, mas a situação no hospital é estável (…). Vamos gerindo os próximos dias e semanas que serão seguramente de forte procura. Temos de estar preparados e antecipar a resposta. Aqui no hospital temos tentado estar um passo à frente da epidemia”, disse o presidente do conselho de administração, Fernando Araújo.

Atualmente estão internados neste hospital do Porto “mais de 150 doentes” com o novo coronavírus, dos quais 45 em cuidados intensivos.

Fernando Araújo apontou que o Hospital de São João recebeu de vários hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo “cerca de uma dezena de doentes”.

“Temos ainda capacidade, de acordo com o plano, de desviarmos [recursos] de situações programadas para situações mais agudas (…). Vamos continuar a ter a abertura para colaborar com os profissionais, utentes e instituições que nos possam vir a pedir apoio. Todos somos poucos para dar uma resposta com o nível de exigência que o país está a enfrentar”, referiu o responsável.

O resposável admitiu que a ocupação é “elevada”, apontado para “taxas de 85% em algumas áreas e próximos dos 95% em outras”, mas o responsável garantiu que “há uma enorme plasticidade do hospital” para responder à procura.

“Estamos a seguir o nosso plano de contingência (…). O plano está preparado para as situações mais complexas e exigentes e para os cenários que possam ser mais preocupantes. Neste momento não é necessário abrir mais espaços, mas todos os dias tentamos equilibrar a resposta do hospital para covid e não covid ao aumento de procura”, descreveu.

O Hospital de São João tem ativado neste momento o nível dois do plano de contingência de um total de quatro níveis de ativação.

Hoje o dia é dedicado à toma da segunda dose da vacina contra a covid-19 por cerca de 2.400 profissionais de saúde do Centro Hospitalar e Universitário de São João. O objetivo é aproveitar o espaço do centro de ambulatório e rentabilizar todas as doses. Trata-se de uma operação complexa e exigente, que envolve 100 enfermeiros na tarefa de administrar a vacina.

Contudo, na segunda semana consecutiva em que Portugal atinge máximos de mortes e número de infeções pelo novo coronavírus, Fernando Araújo deixou novos apelos aos cuidados.

“A vacina não nos deve deixar descansar relativamente às medidas de segurança: máscara, lavagem das mãos, distanciamento”, sublinhou.

Quanto ao aparecimento de novas estirpes, Fernando Araújo admitiu que é uma situação “preocupante”.

Já sobre as faixas etárias dos doentes que têm vindo a ser internados neste hospital, o responsável admitiu que se têm registado “casos mais graves em indivíduos mais jovens”, mas em termos absolutos, disse, “é nas idades mais avançadas que se regista o maior número de doentes”.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …

Rui Rio, presidente do PSD

Rio apresenta recandidatura. "Seria muito prejudicial para o país se o PSD mudasse agora de líder"

O presidente do PSD apresentou, esta sexta-feira, na cidade do Porto, a sua recandidatura à liderança, tendo considerado que "seria muito prejudicial", não só para o país como para o partido, mudar agora de líder. Rui …

"Conquistem a vaga no relvado": aviso à UEFA sobre a nova Liga dos Campeões

Associação das Ligas Europeias contra vagas garantidas para clubes que não terminarem o campeonato nacional num dos primeiros lugares. A reunião da Associação das Ligas Europeias de futebol terminou com o reforço de posições públicas contra …

Bloco diz que as suas nove propostas foram rejeitadas. Governo aponta avanços em sete

O Bloco considerou, esta sexta-feira, que o Governo recusou as suas nove propostas para chegar a acordo no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). O Executivo, por sua vez, considera que há avanços negociais em …

Comissão de inquérito ao Novo Banco. PSD frisa "maioria popular", PS queixa-se de "partidarite"

Os partidos apreciaram, esta sexta-feira, o relatório final da comissão de inquérito ao Novo Banco, aprovado em julho, com o PSD a destacar a "maioria popular" nas conclusões e o PS a criticar a "partidarite" …

"Falta de respeito". Patrões abandonam Concertação Social e pedem audiência a Marcelo

As quatro confederações patronais suspenderam, esta sexta-feira, a sua participação nas reuniões da Concertação Social e decidiram solicitar uma audiência ao Presidente da República, perante a "desconsideração do Governo pelos parceiros sociais" na discussão sobre …

Parlamento aprova diplomas para alargar gratuitidade das creches e "direito ao esquecimento"

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um projeto-lei para o alargamento da gratuitidade das creches e de soluções equiparadas e ainda um diploma que consagra o "direito ao esquecimento". A Assembleia da República aprovou um projeto-lei do …