Hospitais públicos britânicos enfrentam “tsunami” de casos graves de Covid-19

Brais Lorenzo / EPA

Os hospitais públicos de Londres estão enfrentar um “tsunami contínuo” de pacientes graves doentes com Covid-19, ao mesmo tempo que estão a sofrer com uma proporção “sem precedentes” de funcionários infetados ou isolados, revelou hoje um responsável do sistema de saúde público britânico.

O diretor executivo do NHS Providers, Chris Hopson disse à BBC Radio 4 que tem estado em contacto com diretores de hospitais e o que estes estão a relatar é que a capacidade adicional criada nas últimas semanas está a ser ocupada rapidamente.

“O que eles nos disseram é que passaram duas semanas a aumentar de forma maciça a capacidade dos cuidados intensivos, entre cinco a sete vez mais”, relatou, mas que nos últimos dias têm assistido a “explosão de procura” por pacientes em estado grave.

“Dizem que é o número de pacientes a chegar, à velocidade que estão a chegar, e a forma como estão doentes, vaga atrás de vaga atrás de vaga. A expressão usada é um ‘tsunami contínuo’”, descreveu.

Um segundo problema, acrescentou, é a taxa de funcionários que está de baixa, estimada entre 30 a 50% em algumas regiões, por estarem infetados ou por pertencerem ao grupo de pessoas vulneráveis à doença que são aconselhadas a isolarem-se.

“É uma taxa de ausência sem precedentes”, vincou.

A capacidade será reforçada com um novo hospital temporário no centro de exposições ExCeL, no leste de Londres com capacidade para 4.000 camas.

No último balanço público publicado pelo Ministério da Saúde na quarta-feira à noite, foram diagnosticados oficialmente 9.529 pessoas infetadas pela covid-19, das quais 463 morreram até à data.

No entanto, o número real de casos deverá ser mais elevado porque só estão a ser testadas as pessoas com necessidade de cuidados hospitalares.

Embora a maioria sejam pacientes idosos, ou com outros problemas de saúde, têm sido tornado públicos casos de pessoas mais jovens e saudáveis, como Chloe Middleton, de 21 anos, ou Steven Dick, diplomata britânico na Hungria, de 37 anos.

Na quarta-feira, o cientista Neil Ferguson, da universidade Imperial College London, cujos estudos têm contribuído para as decisões do governo britânico, disse à Comissão Parlamentar de Ciência e Tecnologia acreditar que o Sistema Nacional de saúde britânico (NHS) iria estar sobre pressão, mas que a crise causada pela pandemia covid-19 não vai exceder a capacidade.

Vão haver algumas áreas muito pressionadas, mas estamos razoavelmente confiantes, o que é tudo o que podemos dizer nesta altura, que ao nível nacional vamos ficar dentro da capacidade”, vincou, fazendo depender este resultado de as pessoas cumprirem as regras de confinamento decretadas pelo governo.

Segundo Ferguson, prevê-se que o número de casos graves atinja o pico dentro de aproximadamente duas a três semanas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Suíça 3 - 1 Turquia | Seferovic e Shaqiri “abrem o livro”

A Suíça venceu de forma categórica a Turquia por 3-1, afastou os turcos da prova e terminou o Grupo A no terceiro lugar, com quatro pontos, esperando agora pelo final da fase de grupos para …

Presidente eleito do Irão promete governo "revolucionário e anticorrupção"

O Presidente eleito do Irão, o clérigo ultraconservador Ebrahim Raissi, prometeu hoje formar um governo "trabalhador, revolucionário e anticorrupção", aludindo ao estrito cumprimento dos princípios do sistema teocrático do país. Num comunicado, Raissi apresentou-se como “um …

Na Coreia do Norte, um pacote de café pode chegar aos 80 euros

Residentes norte-coreanos dizem que uma pequena embalagem de chá preto ou um pacote de café podem chegar aos 60 e 80 euros, respetivamente. Esta semana, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, reconheceu que o …

Mais de 2200 armas entregues à PSP em menos de quatro meses

Mais de 2200 armas de fogo, a maioria das quais espingardas, foram entregues de forma voluntária à PSP, entre 24 de Fevereiro e 15 de Junho, anunciou este domingo aquela força policial. Em comunicado, a PSP …

O Arco do Triunfo vai ser embrulhado em tecido azul e corda vermelha durante 16 dias

O projeto foi pensado por Christo Vladimirov Javacheff e Jeanne-Claude no início dos anos 60, mas nunca se realizou. Agora, o monumento será embrulhado em azul e vermelho entre 18 de setembro e 3 de …

Netanyahu irá deixar residência oficial do primeiro-ministro a 10 de julho

O ex-primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu irá deixar a residência oficial em Jerusalém a 10 de julho, depois de um acordo alcançado com o sucessor, Naftali Benet, que lhe dera um prazo de duas semanas …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Venha o tubarão

Portugal desilude e complica o apuramento. Segue-se a França. Itália, Bélgica e Países Baixos nos oitavos-de-final. O Campeonato da Europa visto da Linha de Fundo. Na corda bamba Portugal – Alemanha (2-4) “A vida é como uma corda 
De …

Praga de milhões de ratos está a aterrorizar a Austrália

O fim da seca de três anos e dos consequentes incêndios florestais permitiu à Austrália respirar de alívio. Em contrapartida, criaram-se as condições perfeitas para a pior praga de ratos da última década. "As pessoas estão …

Banca com nova vaga de saída de trabalhadores e admite despedimentos

Os grandes bancos vão reduzir milhares de trabalhadores este ano, um processo que vem acontecendo desde a última crise mas que em 2021 deverá atingir um novo pico, tendo mesmo BCP e Santander Totta admitido …

Cuba está a criar o seu próprio smartphone (e conta com a ajuda da Huawei)

O Governo cubano está a trabalhar na produção de um novo smartphone, que terá um sistema operativo original e conta com a ajuda da empresa chinesa Huawei. De acordo com a revista Vice, o projeto é …