Hillary Clinton aceita nomeação histórica. “O céu é o limite”

Andrew Gombert / EPA

Hillary Clinton, a primeira mulher candidata às Presidenciais norte-americanas pelo Partido Democrata

Hillary Clinton, a primeira mulher candidata às Presidenciais norte-americanas pelo Partido Democrata

A ex-secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, aceitou esta quinta-feira a nomeação como candidata presidencial pelo Partido Democrata, tornando-se na primeira mulher candidata a Presidente dos principais partidos na história dos EUA.

“É com humildade, determinação e uma confiança sem limites na promessa da América que eu aceito a vossa nomeação para a Presidência dos Estados Unidos”, declarou a antiga primeira-dama sob aplauso dos participantes convenção nacional do Partido Democrata, em Filadélfia.

Hillary Clinton, de 68 anos e mais de três décadas de vida pública, agradeceu ao antigo rival nas primárias democratas Bernie Sanders e aos seus apoiantes.

“Quero agradecer a Bernie Sanders… E a todos os apoiantes aqui e em todo o país, quero que saibam que eu vos ouvi“, disse Hillary Clinton, no seu discurso de aceitação da nomeação a candidata a Presidente dos EUA.

“A vossa causa é a nossa causa. O nosso país precisa das vossas ideias, da vossa paixão e da vossa energia. Essa é a única forma de consegui-mos transformar a nossa plataforma progressiva numa verdadeira mudança para a América”, afirmou.

O discurso da última noite – focado na geração de empregos e salários mais altos – tem aspectos da linha defendida por Bernie Sanders, que afirma ser injustificável que os norte-americanos tenham tido uma queda no poder de compra e nos salários.

“A tua campanha inspirou milhões de americanos, principalmente os mais jovens. Colocaste os problemas sociais e económicos onde merecem estar”, afirmou a candidata democrata.

A candidata sublinhou a ideia de uma América de oportunidades, focando-se na sua vitória como um marco para as mulheres. “Vamos continuar até que cada um das mais de 161 milhões de mulheres e meninas tenham a oportunidade que merecem”, defende.

Quando não há tetos, o céu é o limite“, diz a candidata democrata à Presidência.

“Não vamos construir um muro”

Hillary Clinton dirigiu-se também ao candidato republicano à presidência, acusando-o de pintar um quadro negro da sociedade norte-americana e de querer semear a divisão.

“Não vamos construir um muro, mas sim construir uma economia em que cada pessoa que queira um emprego bem pago possa tê-lo”, disse, numa referência direta ao muro que Trump propôs construir na fronteira com o México.

“Donald Trump quer dividir-nos do resto do mundo, e entre nós”, disse a candidata democrata.

“Ele levou o Partido Republicano por um caminho desde o “Bom dia na América” para a meia-noite na América. Ele quer que tenhamos receio do futuro e uns dos outros”, afirmou.

Clinton foi ainda mais dura ao falar sobre questões de segurança e defesa, afirmando que o país “não pode ter um presidente que está no bolso do lobby das armas“, em referência à National Riffle Association (NRA), que apoia oficialmente Trump e que financia campanhas e candidatos que se comprometem a não aprovar quaisquer leis para restringir o uso e porte de armas.

“Feito histórico”

Apoiantes e adversários de Hillary Clinton, incluindo o republicano Donald Trump, reagiram ao discurso da ex-primeira-dama e ex-secretária de Estado.

“Grande discurso. Ela está testada. Ela nunca desiste. É por isso que Hillary Clinton deve ser a nossa próxima Presidente dos Estados Unidos”, escreveu o atual Presidente Barack Obama no Twitter.

Já o candidato republicano às eleições presidenciais de 8 de novembro, Donald Trump, disse que “ninguém tem pior julgamento do que Hillary Clinton – a corrupção e devastação segue-a para onde quer que ela vá”.

Donald Trump continuo o ataque: “O nosso modo de vida está sob ameaça do islão radical e a Hillary Clinton não consegue dizer as palavras“.

O senador Bernie Sanders, seu rival durante as primárias democratas, felicitou Clinton. “Felicito Hillary Clinton por este feito histórico. Somos mais fortes juntos”, publicou no Twitter.

Também o marido e ex-presidente norte-americano Bill Clinton manifestou o seu apoio na rede social: “Mais do que nunca, estou com ela, a nossa próxima Presidente”.

Hillary tem pela frente três meses de campanha, com comícios, debates regionais televisivos e três grandes debates televisivos nacionais com Trump.

Com perfis e ideias políticas antagónicas, ambos, no entanto, estão próximos no que toca à rejeição do eleitorado, com índices de reprovação superiores aos 40%.

ZAP / Lusa / ABr

PARTILHAR

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …