“Hacker do Benfica” acusa Portugal de sabotar investigações europeias por “medo”

“Portugal sabotou tudo” e “por medo de que eu saiba demasiado e de que partilhe estes dados”. É Rui Pinto, o hacker denunciante do Football Leaks e que é suspeito de ter divulgado emails do Benfica, quem o diz, realçando que “a máfia do futebol está em todo o lado”.

Na primeira entrevista que dá, depois de ter sido detido em Budapeste, na Hungria, no âmbito do processo que analisa a divulgação de emails confidenciais do Benfica, Rui Pinto acusa as autoridades portuguesas de estarem a boicotar as investigações que estão a ser realizadas em França e na Suíça, no âmbito do Football Leaks, e com as quais diz estar a colaborar.

“Não posso divulgar o que tenho no meu computador, mas uma coisa posso dizer: as autoridades europeias deviam vê-lo. Mas as autoridades portuguesas não, porque não querem investigar os crimes, apenas querem usar o material que encontrei contra mim”, diz Rui Pinto na entrevista conjunta à revista alemã Der Spiegel, ao canal de televisão alemão NDR e ao grupo francês Mediapart.

O jovem de 30 anos, que é apelidado de “hacker do Benfica”, recusa ser um pirata informático e assume-se como “John”, o “denunciante do Football Leaks”, lamentando que há “propaganda em Portugal” que está a tentar “denegrir” o seu nome e as denúncias que fez.

Rui Pinto lembra a fuga de informação de documentos da PLMJ, a “maior sociedade de advogados de Portugal” e diz que depois de a polícia acreditar que ele está por detrás disso, uma “simples ordem de investigação europeia tornou-se num mandado de detenção europeu” contra ele.

“Eu estava a colaborar com as autoridades francesas, a começar uma colaboração com as autoridades suíças e ia também, provavelmente, começar novas colaborações na Europa para investigações mais profundas, e de repente, Portugal sabotou tudo“, lamenta. “Sabotou por medo de que eu saiba demasiado e de que partilhe estes dados, que eles acham que eu tenho, com jornalistas ou outros países”, diz ainda.

Portugal só me quer silenciar e silenciar o que está no meu portátil. Têm medo“, acusa também Rui Pinto que está certo de que não terá “um julgamento justo” no seu país natal.

“O sistema judicial português não é inteiramente independente, existem muitos interesses escondidos”, realça, apontando que “a máfia do futebol está em todo o lado“. “Querem passar a mensagem de que ninguém se deve meter com eles”, constata.

Rui Pinto assume-se fã de Cristiano Ronaldo, que é um dos visados nos documentos do Football Leaks, e adepto do FC Porto, clube que divulgou vários dos emails do Benfica, mas garante que não tem “qualquer agenda escondida” e que estes factos nunca o impediram de “partilhar informação relevante”.

E se reconhece que foi “ingénuo” e que fez “coisas estúpidas”, garante que nunca ganhou dinheiro com as informações que tem na sua posse, assegurando que “é mentira” que tenha havido “tentativas de extorsão”.

“O que me interessa, e o que interessa no Football Leaks, é que os documentos são verdadeiros”, salienta, notando que têm “o mesmo potencial dos Panama Papers“, o processo de investigação que envolve milhões de documentos confidenciais de uma sociedade de advogados do Panamá, com dados sobre milhares de empresas localizadas em paraísos fiscais.

Susana Valente SV, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Gostava de saber o que a ZAP sabe que a polícia judiciária não diz?

    O sr Rui Pinto foi detido numa queixa que pertence e só (pirata informático e assume-se como “John”, o “denunciante do Football Leaks”,)!

    Porque a ZAP Insiste em rotula-lo como o hacker do Benfica?

    Isto parece cartilha! Será o ZAP mais uns dos cartilhados???

    Até prova em contrário este tipo de insinuação não estará no campo da desinformação?

    Também não está provado, pelo menos que seja público, que foi ele que divulgou informação da PLMJ.

    A ideia deste tipo de notícias só serve para ajudar quem tem interesses em fazer antecipadamente um julgamento popular!

    Desculpem a pergunta directa: é essa a ideia da ZAP?

    Eu até gosto de ler a ZAP!

    • chamam-lhe hacker do benfica porque no meio de tanto clube de futebol corrupto, ele so viu os e-mails do benfica,e depois de descobrir, em vez de mandar para as policias, deu ao FCP.
      com certeza se denunciasse a corrupção dos outros clubes, com certeza o nome seria “liga de futebol da corrupção”
      parece que nao ha mais nehum clube de futebol, so existe o FCP.
      o mais estranho é que ele descobriu mais podres, mas com certeza os outros pagaram com medo de serem denunciados, mas como o SLB nao pagou, ele denunciou.

      • Sr Zé das Iscas
        o seu fervor clubista não interfira nos princípios que norteiam a educação e princípios que orientam a educação que transmite aos seu filhos.
        Seja feliz…

      • Em vez de Zé das Iscas devias intitulares-te Zé Idiota.
        Passas como verdades as tuas mais infames suposições como se não soubesses nada do que o benfica tem feito desde que lá se instalou um gangue de criminosos para manipular o futebol (e os seus milhões).

  2. Interessante não deixa de ser como a justiça portuguesa está mais interessada em prender um denunciante de fraudes do que os autores das mesmas, porque será?

    • Em primeiro lugar, o que ele fez é crime, logo deve ser punido.
      Em Segundo lugar, o que ele recolheu tem de se provar verdade, não apresentou provas, apenas e-mails fora de contexto e sem toda a sequencia (pelo menos pelo que tem sido divulgado)
      Em terceiro lugar, arruinou qualquer investigação, dados obtidos ilegalmente não podem ser usados, isto porque a PJ não pode autenticar os e-mails nem a sua veracidade (sejam ou não autênticos).

      Agora, tentando não colocar clubismo, a mesma regra foi usada no caso das escutas do apito dourado, foram obtidas ilegalmente e não foram aceites. Podia ser o Pinto da Costa o ou Fernando Pereira, a PJ não pode autenticar. A lei assim dita.

      O que o rapazinho esta a fazer é tentar criar a ideia que ele é uma vitima. Que esta a ser perseguido pelas autoridades Portuguesas, quando na realidade cometeu uma ilegalidade (ela ja confessou) e “alegadamente” a troco financeiro, pago “alegadamente” do FC Porto.
      Provando ser verdade, ambos são puníveis por lei, sendo que se provar verdade o Porto pode ser acusado por espionagem industrial (entre outros crimes).
      Como Português, não gosto de ver as autoridades a serem postas em causa, se ele tinha provas devia ter ido a justiça, mas ao que parece ele so “hackeou” o Benfica, e coitadinho não confia nas autoridades, assim entrega os dados ao FC Porto.

  3. Neste momento, com as provas que temos, as autoridades deviam agir judicialmente contra os clubes visados e obviamente também contra o pseudo hacker.
    Em Portugal existem Leis e esse tipo violou essas Leis. Cometeu crimes, logo tem de ser punido por isso.
    Se eu posso desconfiar que determinada pessoa é criminosa, não posso por auto recriação, sequestrar essa pessoa e obriga-la a confessar através de vários métodos de tortura. Na realidade, se o fizer estou também eu a cometer um crime, embora com isso conseguisse que confessasse os crimes, contudo através de uma ilegalidade e de um crime.
    Cabe às entidades competentes investigar e apanhar estas situações, não aos cidadãos comuns.
    Se esse tipo gostava tanto de investigar através dos meios informáticos, então disponibilizava os seu parcos conhecimentos à PJ, ou então depois de obter as provas enviava para as autoridades investigarem.
    Mas não, esse tipo não agiu de boa fé, queria ganhar dinheiro!
    E as autoridades portuguesas agiram segundo a investigação que foi feita cá dentro, ninguém tentou sabotar o que quer que fosse, tentaram apanhar um pseudo hacker e conseguiram, isto porque afinal não é assim tão bom!

    • O que é que a justiça está a fazer senão a cometer um crime de sequestro alegando, com argumentos espúrios, que o mantém preso com medo de fuga?
      Não será para não lhe permitir dispensar mais informação ao estrangeiro que a justiça portuguesa quer encobrir a todo o custo?

RESPONDER

"Sofagate". Michel pede desculpa a Von der Leyen por falta de reação a incidente em Ancara

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu esta terça-feira solenemente desculpa à líder da Comissão Europeia (UE) pela falta de reação ao "desplante diplomático" protagonizado por Ancara na semana passada. Von der Leyen destacou …

Altice Portugal acredita que "SIRESP vai acabar a 30 de junho"

O presidente da Altice Portugal disse que a empresa não teve "qualquer tipo de contacto por parte do SIRESP" sobre a continuidade do contrato, pelo lhe parece que a rede de emergência "vai acabar no …

Polícia do Capitólio foi avisada do ataque mas ordenada a não agir agressivamente

A Polícia do Capitólio dos Estados Unidos foi avisada antecipadamente sobre a violência dos atacantes do dia 6 de janeiro, mas os seus comandantes ordenaram aos oficiais que não usassem as suas táticas "mais agressivas" …

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …

Neuralink divulga vídeo de macaco a jogar videojogo com a mente

A Neuralink, empresa de implantes cerebrais de Elon Musk, divulgou na quinta-feira um vídeo que mostra a tecnologia a funcionar em macacos. No vídeo, um cientista da Neuralink explica a forma como a empresa implantou um …

Coligação negativa trava "big brother fiscal" nas empresas

Foi aprovada no Parlamento uma proposta do PCP para mudar, de novo, a lei que regulamenta o envio de dados das empresas para o Fisco, com o voto contra do PS. É um travão ao …

Especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …

Os buracos negros gostam de comer, mas têm várias regras de etiqueta à mesa

Uma equipa de astrónomos britânicos e holandeses concluiu que todos os buracos negros supermassivos no centro das galáxias parecem ter períodos em que engolem matéria dos seus arredores.  Astrónomos têm estudado galáxias ativas desde 1950. Estas …

Fim dos apoios às empresas acelera vaga de despedimentos

A pressão para pagar subsídios de férias e o fim da proibição de reduzir pessoal nos setores que tiveram ajudas vai potenciar uma vaga de despedimentos. O Jornal de Notícias ouviu advogados e associações sindicais que …

Camisola poveira

Vendas da camisola poveira disparam a nível mundial (e já há “uma Amazon” para a comprar)

A camisola poveira, peça de artesanato da Póvoa de Varzim, nunca se vendeu tanto como agora. As vendas dispararam à boleia da polémica apropriação do modelo pela estilista norte-americana Tory Burch que o comercializou como …