“Hacker do Benfica” acusa Portugal de sabotar investigações europeias por “medo”

“Portugal sabotou tudo” e “por medo de que eu saiba demasiado e de que partilhe estes dados”. É Rui Pinto, o hacker denunciante do Football Leaks e que é suspeito de ter divulgado emails do Benfica, quem o diz, realçando que “a máfia do futebol está em todo o lado”.

Na primeira entrevista que dá, depois de ter sido detido em Budapeste, na Hungria, no âmbito do processo que analisa a divulgação de emails confidenciais do Benfica, Rui Pinto acusa as autoridades portuguesas de estarem a boicotar as investigações que estão a ser realizadas em França e na Suíça, no âmbito do Football Leaks, e com as quais diz estar a colaborar.

“Não posso divulgar o que tenho no meu computador, mas uma coisa posso dizer: as autoridades europeias deviam vê-lo. Mas as autoridades portuguesas não, porque não querem investigar os crimes, apenas querem usar o material que encontrei contra mim”, diz Rui Pinto na entrevista conjunta à revista alemã Der Spiegel, ao canal de televisão alemão NDR e ao grupo francês Mediapart.

O jovem de 30 anos, que é apelidado de “hacker do Benfica”, recusa ser um pirata informático e assume-se como “John”, o “denunciante do Football Leaks”, lamentando que há “propaganda em Portugal” que está a tentar “denegrir” o seu nome e as denúncias que fez.

Rui Pinto lembra a fuga de informação de documentos da PLMJ, a “maior sociedade de advogados de Portugal” e diz que depois de a polícia acreditar que ele está por detrás disso, uma “simples ordem de investigação europeia tornou-se num mandado de detenção europeu” contra ele.

“Eu estava a colaborar com as autoridades francesas, a começar uma colaboração com as autoridades suíças e ia também, provavelmente, começar novas colaborações na Europa para investigações mais profundas, e de repente, Portugal sabotou tudo“, lamenta. “Sabotou por medo de que eu saiba demasiado e de que partilhe estes dados, que eles acham que eu tenho, com jornalistas ou outros países”, diz ainda.

Portugal só me quer silenciar e silenciar o que está no meu portátil. Têm medo“, acusa também Rui Pinto que está certo de que não terá “um julgamento justo” no seu país natal.

“O sistema judicial português não é inteiramente independente, existem muitos interesses escondidos”, realça, apontando que “a máfia do futebol está em todo o lado“. “Querem passar a mensagem de que ninguém se deve meter com eles”, constata.

Rui Pinto assume-se fã de Cristiano Ronaldo, que é um dos visados nos documentos do Football Leaks, e adepto do FC Porto, clube que divulgou vários dos emails do Benfica, mas garante que não tem “qualquer agenda escondida” e que estes factos nunca o impediram de “partilhar informação relevante”.

E se reconhece que foi “ingénuo” e que fez “coisas estúpidas”, garante que nunca ganhou dinheiro com as informações que tem na sua posse, assegurando que “é mentira” que tenha havido “tentativas de extorsão”.

“O que me interessa, e o que interessa no Football Leaks, é que os documentos são verdadeiros”, salienta, notando que têm “o mesmo potencial dos Panama Papers“, o processo de investigação que envolve milhões de documentos confidenciais de uma sociedade de advogados do Panamá, com dados sobre milhares de empresas localizadas em paraísos fiscais.

Susana Valente SV, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Gostava de saber o que a ZAP sabe que a polícia judiciária não diz?

    O sr Rui Pinto foi detido numa queixa que pertence e só (pirata informático e assume-se como “John”, o “denunciante do Football Leaks”,)!

    Porque a ZAP Insiste em rotula-lo como o hacker do Benfica?

    Isto parece cartilha! Será o ZAP mais uns dos cartilhados???

    Até prova em contrário este tipo de insinuação não estará no campo da desinformação?

    Também não está provado, pelo menos que seja público, que foi ele que divulgou informação da PLMJ.

    A ideia deste tipo de notícias só serve para ajudar quem tem interesses em fazer antecipadamente um julgamento popular!

    Desculpem a pergunta directa: é essa a ideia da ZAP?

    Eu até gosto de ler a ZAP!

    • chamam-lhe hacker do benfica porque no meio de tanto clube de futebol corrupto, ele so viu os e-mails do benfica,e depois de descobrir, em vez de mandar para as policias, deu ao FCP.
      com certeza se denunciasse a corrupção dos outros clubes, com certeza o nome seria “liga de futebol da corrupção”
      parece que nao ha mais nehum clube de futebol, so existe o FCP.
      o mais estranho é que ele descobriu mais podres, mas com certeza os outros pagaram com medo de serem denunciados, mas como o SLB nao pagou, ele denunciou.

      • Sr Zé das Iscas
        o seu fervor clubista não interfira nos princípios que norteiam a educação e princípios que orientam a educação que transmite aos seu filhos.
        Seja feliz…

      • Em vez de Zé das Iscas devias intitulares-te Zé Idiota.
        Passas como verdades as tuas mais infames suposições como se não soubesses nada do que o benfica tem feito desde que lá se instalou um gangue de criminosos para manipular o futebol (e os seus milhões).

  2. Interessante não deixa de ser como a justiça portuguesa está mais interessada em prender um denunciante de fraudes do que os autores das mesmas, porque será?

    • Em primeiro lugar, o que ele fez é crime, logo deve ser punido.
      Em Segundo lugar, o que ele recolheu tem de se provar verdade, não apresentou provas, apenas e-mails fora de contexto e sem toda a sequencia (pelo menos pelo que tem sido divulgado)
      Em terceiro lugar, arruinou qualquer investigação, dados obtidos ilegalmente não podem ser usados, isto porque a PJ não pode autenticar os e-mails nem a sua veracidade (sejam ou não autênticos).

      Agora, tentando não colocar clubismo, a mesma regra foi usada no caso das escutas do apito dourado, foram obtidas ilegalmente e não foram aceites. Podia ser o Pinto da Costa o ou Fernando Pereira, a PJ não pode autenticar. A lei assim dita.

      O que o rapazinho esta a fazer é tentar criar a ideia que ele é uma vitima. Que esta a ser perseguido pelas autoridades Portuguesas, quando na realidade cometeu uma ilegalidade (ela ja confessou) e “alegadamente” a troco financeiro, pago “alegadamente” do FC Porto.
      Provando ser verdade, ambos são puníveis por lei, sendo que se provar verdade o Porto pode ser acusado por espionagem industrial (entre outros crimes).
      Como Português, não gosto de ver as autoridades a serem postas em causa, se ele tinha provas devia ter ido a justiça, mas ao que parece ele so “hackeou” o Benfica, e coitadinho não confia nas autoridades, assim entrega os dados ao FC Porto.

  3. Neste momento, com as provas que temos, as autoridades deviam agir judicialmente contra os clubes visados e obviamente também contra o pseudo hacker.
    Em Portugal existem Leis e esse tipo violou essas Leis. Cometeu crimes, logo tem de ser punido por isso.
    Se eu posso desconfiar que determinada pessoa é criminosa, não posso por auto recriação, sequestrar essa pessoa e obriga-la a confessar através de vários métodos de tortura. Na realidade, se o fizer estou também eu a cometer um crime, embora com isso conseguisse que confessasse os crimes, contudo através de uma ilegalidade e de um crime.
    Cabe às entidades competentes investigar e apanhar estas situações, não aos cidadãos comuns.
    Se esse tipo gostava tanto de investigar através dos meios informáticos, então disponibilizava os seu parcos conhecimentos à PJ, ou então depois de obter as provas enviava para as autoridades investigarem.
    Mas não, esse tipo não agiu de boa fé, queria ganhar dinheiro!
    E as autoridades portuguesas agiram segundo a investigação que foi feita cá dentro, ninguém tentou sabotar o que quer que fosse, tentaram apanhar um pseudo hacker e conseguiram, isto porque afinal não é assim tão bom!

    • O que é que a justiça está a fazer senão a cometer um crime de sequestro alegando, com argumentos espúrios, que o mantém preso com medo de fuga?
      Não será para não lhe permitir dispensar mais informação ao estrangeiro que a justiça portuguesa quer encobrir a todo o custo?

RESPONDER

Da "obsessão por cargos" à "subserviência ao PS". Críticos internos do BE descarregam na direção

A convenção do Bloco de Esquerda está marcada para os dias 22 e 23 de maio. Os grupos críticos da direção do partido já têm preparada uma extensa lista de críticas. De acordo com o Observador, …

Pela primeira vez, a idade da reforma pode cair (e a culpa é da pandemia)

A idade da reforma é determinada pela esperança média de vida. No entanto, a pandemia e o consequente aumento da mortalidade podem fazer cair esse indicador, levando a um recuo histórico na idade da reforma. Até …

Onde estão os antigos "donos disto tudo" no desporto?

Sporting parece estar em ano de regresso ao topo do futebol. Mas outros clubes dominadores, ou desapareceram, ou andam discretos. "Felizmente não subimos à I Divisão", admite o presidente do HC Sintra. "Donos disto tudo" pode …

Após chumbo ao aeroporto do Montijo, Governo quer mudar a Lei para tirar poder aos municípios

O chumbo ao aeroporto do Montijo, depois de os municípios da Moita e do Seixal terem reprovado o projecto, não demove o Governo da empreitada. Em cima da mesa estão três soluções e a intenção …

Vacina da Janssen deverá ser aprovada na Europa a 11 de março. Imunizante só requer uma toma

A Agência Europeia do Medicamento convocou uma reunião extraordinária para concluir a avaliação da vacina à covid-19 da multinacional Janssen, com vista a colocá-la rapidamente no mercado. Neste sentido, espera-se que haja mais uma vacina contra …

Medina leva nega. Bloco, PCP e PAN querem concorrer sozinhos em Lisboa

O anúncio de que Carlos Moedas vai encabeçar a candidatura PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa uniu a direita, mas não mudou a estratégia da esquerda. O Bloco, o PCP e o PAN querem concorrer …

Coates alcançou feito sem paralelo na Europa

Coates não comete uma única falta há mais de um mês, embora tenha sido totalista de minutos nesse período. É o único jogador das principais ligas europeias a consegui-lo. Provavelmente já não se lembra da última …

"Nunca batem certo". Madeira contesta dados do boletim da DGS

As autoridades regionais madeirenses afirmam que "os números fidedignos são os dados reportados, diariamente, pela Direção Regional de Saúde". A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira contestou, esta terça-feira, os dados reportados nos boletins da …

I Liga pondera reduzir número de equipas a partir de 2022/2023

O desportivo Record avança esta quarta-feira que a Liga de Clube pondera reduzir o número de equipas em competição na I Liga já a partir da época de 2022/2023. Em cima da mesa está a redução …

Sob risco de expulsão, Fidesz de Orbán deixa bancada do Partido Popular Europeu pelo próprio pé

O partido Fidesz, liderado pelo primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, vai deixar a bancada do Partido Popular Europeu no Parlamento Europeu. De acordo com a agência Reuters, o partido Fidesz, que governa a Hungria, anunciou esta quarta-feira …