SNMMP disponível para suspensão temporária da greve

António Pedro Santos / Lusa

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques,

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou esta sexta-feira a suspensão temporária da greve assim que o Governo convocar uma reunião e até domingo, dia em que decorrerá um plenário nacional de motoristas de cargas perigosas.

“O SNMMP – Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas – considera que face à nomeação, hoje, de um mediador da DGERT para dar início às negociações com a Antram, entendeu que estão criadas as condições necessárias para todas as partes se sentarem à mesa”, pode ler num comunicado divulgado esta sexta-feira, citado pelo Público.

“Posto isto, e porque queremos deixar claro ao país e às partes que sempre estivemos de boa-fé neste processo, anunciamos, desde já, a suspensão temporária da greve a partir da hora de início da reunião a ser convocada pelo Governo”.

A suspensão em causa “produzirá os seus efeitos até ao Plenário Nacional de Motoristas de Cargas Perigosas, marcado para o próximo domingo, momento em que os motoristas irão decidir pelo seu futuro”, conclui a mesma nota.

Fonte ligada ao processo adiantou à RTP que, até ao momento, não foi nomeado um mediador da DGERT, desmentindo assim a informação avançada pelo comunicado do SNMMP. De acordo com a mesma fonte, também nenhuma reunião foi agendada.

A decisão do sindicato representado pelo advogado Pedro Pardal Henriques surge um dia depois de o Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) ter anunciado que abandonavam a greve. “Chegámos à conclusão de que esta greve não surtiu os efeitos que desejávamos”, disse Anacleto Rodrigues, porta-voz do SIMM, esta quinta-feira à noite.

Já nesta manhã, o SNMMP parecia não querer deixar o braço de ferro. Reagindo à retirada do Sindicato Independente da greve, o SNMMP afirmou que iria continuar com a paralisação, continuando “a apelar à mediação” do Executivo.

“Vamos continuar a aguardar esta mediação para podermos voltar a negociar”, sublinhou Francisco São Bento, presidente do sindicato, à RTP 3.

“Os trabalhadores estão mobilizados, continuam a acreditar e não se deixem vergar, estamos aqui duros como o aço“, disse ainda, citado pelo jornal Público. “Vamos continuar a greve até que se chegue a uma conclusão (…) Estamos dispostos a um mês, seis meses, um ano, seja o tempo que for”, esclareceu.

Ausente esta manhã esteve Pardal Henriques, porta-voz do SNMMP e um dos principais rostos desta greve. “O Pedro Pardal Henriques tem a sua vida para fazer, teve de ir ao escritório, mas não está a fugir da comunicação social, também está a fazer contactos. O que se passa aqui não é a vida do Pedro Pardal Henriques, é a vida dos 900 trabalhadores”, disse, comentando a ausência do vice do sindicato.

A greve fora convocada pelo SNMMP e pelo SIMM, com o objetivo de reivindicar junto da Antram o cumprimento do acordo assinado em maio, que prevê uma progressão salarial.

Na segunda-feira, ao final do primeiro dia de greve, o Governo decretou uma requisição civil, alegando incumprimento dos serviços mínimos.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto não acabarem com a greve não têm juízo nenhum.
    Pedo pardel canta o tango e vai dando dicas.Termino a greve continuo com a greve. Em que ficamos? Estás a estoirar o últimos cartuchos. O povo não acredita nesta greve ,porque os motoristas ganham acima da média dos portugueses.A paz é benvinda e não os confrontos .

  2. A cantata da greve continua
    Com os motoristas na rua
    A ver a carruagen passar
    Só que a solução é mesmo parar

RESPONDER

Portugal regista mais 828 casos e nove mortes. Incidência e transmissibilidade sobem

Portugal regista hoje mais 828 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, nove mortes associadas à covid-19 e uma nova redução no número de internamentos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o boletim …

Igreja Católica portuguesa pode ser submetida a investigação sobre pedofilia, admite bispo de Fátima

Bispo de Leiria-Fátima afirmou que a Igreja não pode ter uma "atitude de contemplação" e disse mão ter conhecimentos de casos do género no passado. À semelhança do que aconteceu em França, também a Igreja Católica …

Vacinados deixam de precisar de testes em eventos desportivos, culturais e familiares

As pessoas com esquema vacinal completo há mais de 14 dias deixam de precisar de fazer testes de rastreio covid nalguns contextos, como reuniões familiares e eventos culturais, desportivos ou cooperativos. A norma da Direção-Geral da …

Operadoras de TV ameaçam subir preços por causa de taxa "ilegal" no OE

A proposta de Orçamento do Estado para 2022 prevê que os operadores de serviços de televisão por assinatura passem a pagar uma taxa semestral de dois euros por subscritor, que se traduzirá numa taxa anual …

Parlamento quer estender direito ao esquecimento a doentes com diabetes, VIH e hepatite C

As propostas de alteração do PS e do PAN pretendem incluir outras doenças crónicas, para além do cancro, no chamado direito ao esquecimento. O projeto-lei do PS, aprovado na Assembleia da República em maio deste ano, …

Filipa Roseta foi chamada para a equipa de vereadores de Moedas (mas pode não renunciar ao lugar de deputada)

Carlos Moedas chamou Filipa Roseta para a sua equipa de vereadores na Câmara Municipal de Lisboa. A deputada do PSD não está a pensar renunciar ao seu lugar no Parlamento. À luz da lei, e de …

Carta de trabalhadores denuncia produtos Google e Amazon. "Negam direitos a palestinianos".

Centenas de trabalhadores das duas empresas tecnológicas assinaram uma carta em conjunto onde condenam a decisão de fornecer serviços ao governo de Israel e apelam ao apoio da comunidade internacional. Numa carta anónima publicada no jornal …

Salários entre 3500 e 6500 euros são os mais beneficiados com novos escalões do IRS

As alterações nos escalões de IRS vão beneficiar mais de um milhão e meio de famílias, segundo estimativas do Governo. Mas quem mais vai poupar são as classes média e média-alta, em especial quem ganhar …

O "toma lá, dá cá" à Esquerda promete continuar. Mas até onde está o Governo disposto a ceder para aprovar o OE?

Bloco de Esquerda e Partido Comunista anunciaram ontem, após a entrega e apresentação do Orçamento do Estado para 2022, que votarão contra a aprovação do documento caso, nas próximas semanas, não lhe sejam incorporadas alterações …

Mundial 2022: violência nas bancadas (e não só) em Inglaterra e na Albânia

Em jogos do mesmo grupo, o empate entre Inglaterra e Ucrânia e a vitória da Polónia na Albânia não tiveram acção apenas no relvado. Nove anos depois, a Inglaterra não ganhou em casa, num jogo de …