Gregos dão vitória histórica ao Syriza

O Syriza, partido anti-austeridade da Grécia, venceu as eleições legislativas antecipadas que se realizaram este domingo, com um resultado próximo da maioria absoluta, segundo as primeiras projeções divulgadas após o encerramento das urnas.

A coligação da esquerda liderada por Alexis Tsipras venceu as eleições gerais ao obter entre 35,5 por cento e 39,5 por cento dos votos, segundo as primeiras projeções divulgadas logo após o encerramento das urnas.

Os conservadores da Nova Democracia, do primeiro-ministro, Antonis Samaras, conseguiram, de acordo, com as mesmas sondagens, entre 23 por cento e 27 por cento dos votos.

Se o resultado se confirmar, o líder do Syriza, Alexis Tsipras, 40 anos, pode vir a ser o mais jovem chefe de Estado da Grécia, dos últimos 150 anos.

Panos Skourletis, o porta-voz do Syriza, partido grego anti austeridade, disse hoje que o resultado das legislativas “parece indicar uma vitória histórica” para o partido e “para a Europa”.

“Parece que é uma vitória histórica” e é “uma mensagem que não afeta apenas os gregos mas também ecoa por toda a Europa trazendo uma mensagem de alívio para toda a Europa”, disse Skourletis após a divulgação das primeiras sondagens.

Os partido neo-nazi Aurora Dourada e o novo partido To Potami encontram-se empatados no terceiro lugar com resultados entre os 6,4 por cento e os 8 por cento dos votos.

O PASOK, partido socialista grego de Evangelos Venizelos e da histórica “dinastia” Papandreou, que durante décadas alternou no governo com a Nova Democracia, foi a quinta força mais votada.

Tsipiras diz que Povo escreveu História e decreta fim da austeridade

No seu discurso de vitória, o líder do Syrisa e futuro primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou que “o povo grego escreveu História” e “deixou a austeridade para trás”.

“É um sinal importante para uma Europa em mudança”, disse Tsipras perante milhares de pessoas que se juntaram na praça em frente da Universidade de Atenas.

altraeuropa / Flickr

Alexis Tsipras, líder do Syriza

Alexis Tsipras, líder do Syriza

O veredicto do povo grego significa o fim da troika“, a estrutura de supervisão da economia da Grécia constituída pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional que desde 2010 avalia as medidas de austeridade impostas a troco de empréstimos de 240 mil milhões de euros.

Tsipras, 40 anos, afirmou que “o povo deu um mandato claro” ao Syriza, “depois de cinco anos de humilhação” e assegurou que vai negociar com os credores uma “nova solução viável” para a Grécia.

Praça das Lamentações transformou-se na Praça da Alegria

A Klathmonos, Praça das Lamentações, no centro de Atenas, tornou-se este domingo na praça do júbilo, quando milhares de pessoas celebraram as primeiras projecções transmitidas num ecrã gigante e que colocam o Syriza à beira da maioria absoluta.

Nem Venizelos, nem Samaras, é tempo do partido da esquerda”, “Venceramos”, “Syriza, Podemos, vitória”, numa alusão ao partido irmão de Espanha, “A outra Europa com Tsipras”, gritavam activistas italianos, com as suas bandeiras, no local onde o Syriza montou a sua tenda de campanha para as legislativas de hoje.

Distribuíram-se abraços, alguns ergueram o punho e entoaram a “Internacional”.

Os resultados ultrapassam as expectativas, apesar de se mostrar preocupação com os votos nos neonazis do Aurora Dourada, que lutam pelo terceiro lugar, mas muito atrás dos conservadores da Nova Democracia do primeiro-ministro cessante, Antonis Samaras.

“Não sabemos o que vai mudar, os danos feitos a este país são enormes, ainda não sabemos como revolvê-los. Mas esperamos que muitas coisas mudem a partir de hoje. Com o povo”, comentou à Yonnis, 55 anos, abraçado à mulher, irradiando um sorriso de esperança.

E sublinhou a “grande vitória” que se perspectiva: “Atendendo às circunstâncias do que aconteceu à Europa nos últimos anos, esperamos que isto seja o início de uma mudança em toda a Europa”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Agora “faz peito” á europa e acho bem, no entanto tem de pôr os seus conterrâneos na linha pois os grêgos sempre foram abusadores.

RESPONDER

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …

Novo surto em lar de Beja e 90 alunos em isolamento em Famalicão

Um surto de covid-19 identificado no Lar de Idosos do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, já infetou 31 pessoas, sendo 24 utentes e sete funcionários, divulgou a Unidade Local de Saúde do …

Mais de 600 anos depois, encontram-se (várias) semelhanças entre a covid-19 e a peste negra

Numa altura em que o vírus da covid-19 se tem espalhado por todo o mundo, as comparações com outras doenças pandémicas são inevitáveis. Um exemplo disso foi a peste negra que em 1348 fez com …

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito Presidente de Chipre do Norte

O nacionalista Ersin Tatar, apoiado pela Turquia, foi no domingo eleito "Presidente" da autoproclamada República Turca de Chipre do Norte (RTCN), numa vitória surpreendente face ao dirigente cessante, Mustafa Akinci, anunciou o conselho eleitoral. Com 51,74% …