Grécia resiste ao Japão e ainda pode chegar aos oitavos

1a_3923

A Grécia, com menos um desde os 38 minutos, por expulsão de Katsouranis, manteve-se quinta-feira na corrida aos oitavos de final do Mundial2014, ao empatar a zero com o Japão, em Natal.

Um segundo amarelo infantil do ex-benfiquista complicou a vida aos comandados do português Fernando Santos, que, no entanto, conseguiram segurar o “nulo”, perante um conjunto nipónico muito melhor com Kawaga, na última meia hora.

O “nulo” qualifica automaticamente a 100 por cento vitoriosa Colômbia, enquanto gregos e japoneses, agora com um ponto, vão discutir o apuramento com a Costa do Marfim, que soma três. Gregos e marfinenses estarão em confronto direto.

Cada equipa apresentou duas alterações em relação à estreia: Zaccheroni trocou Morishige e a “estrela” Kagawa por Konno e Okubo, enquanto Fernando Santos colocou Fetfatzidis e Mitroglou nos lugares de Salpingidis e Gekas.

O Japão entrou a dominar, mantendo quase sempre a posse de bola, mas foram os helénicos que efetuaram o primeiro remate à baliza, por Kone, fraco e à figura de Kawashima.

Os nipónicos só se estrearam aos 19 minutos, num remate de Osako, que lhe tomou o gosto e, logo de seguida, aos 21, foi autor do primeiro disparo verdadeiramente perigoso, que fez a bola passar muito perto do poste esquerdo.

Honda, de livre direto (29 minutos), e, de novo Okubo (33) voltaram a tentar, até que a Grécia sofreu dois contratempos quase seguidos, com a lesão de Mitroglou, substituído por Gekas (35), e a expulsão “infantil” de Katsouranis (38).

Curiosamente, o “dez” de Fernando Santos foi melhor na parte final da primeira parte, com Torosidis a perder duas boas ocasiões (40 e 45 minutos), a primeira por culpa de uma grande defesa do guarda-redes nipónico.

A segunda oportunidade surgiu após um livre de Karagounis, entrado para o lugar de Fetfatzidis, aos 41 minutos. As duas novidades iniciais gregas não chegaram ao intervalo.

O início da segunda parte confirmou uma Grécia melhor em inferioridade numérica, com Samaras a tentar o “golo olímpico” logo a abrir e Gekas a cabecear com muito perigo, após canto de Karagounis, para “enorme” defesa de Kawashima.

Com Kagawa em campo, a pautar o jogo ofensivo, o Japão tornou-se mais perigoso, instalou-se, finalmente, no meio campo contrário e esteve três vezes perto de marcar, duas por Okubo (68 e 77 minutos) e outra por Uchida (71).

Na parte final, os gregos “voltaram”, com Samaras (81 minutos) e Holebas (88) a assustar, mas concedendo também mais espaço atrás, que os japoneses não aproveitaram, nomeadamente num “tiro” de Nagatomo (85) e num livre de Endo (90).

 

2ª Jornada da fase de grupos:

Terça-feira, 17 de Junho de 2014
Brasil – México, 0-0

Quarta-feira, 18 de Junho de 2014
Austrália – Holanda, 2-3
Espanha – Chile, 0-2
Camarões – Croácia, 0-4

Quinta-feira, 19 de Junho de 2014
Colômbia – Costa do Marfim, 2-1
Uruguai – Inglaterra, 2-1
Japão – Grécia, 0-0

Sexta-feira, 20 de Junho de 2014
Itália – Costa Rica, 17:00, SPORT.TV1
Suíça – França, 20:00, SPORT.TV1
Honduras – Equador, 23:00, RTP1

Sábado, 21 de Junho de 2014

Argentina – Irão, 17:00, SPORT.TV1
Alemanha – Gana, 20:00, SPORT.TV1
Nigéria – Bósnia, 23:00, SPORT.TV1

Domingo, 22 de Junho de 2014

Bélgica – Rússia, 17:00, SPORT.TV1
Rep. Coreia – Argélia, 21:00, SPORT.TV1
Estados Unidos – Portugal, 23:00, RTP1

 

Futebol 365 / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …