Governo tira às famílias poupança de cinco euros na fatura de energia

José Sena Goulão / Lusa

A partir de 1 de julho, os 2,8 milhões de consumidores de eletricidade com uma potência contratada de 3,45 kVA vão poupar por ano apenas 9,12 euros na conta da luz, uma vez que a prometida descida da taxa de IVA de 23% para 6% vai incidir apenas numa das componentes do termo fixo da fatura.

A Deco acusa o governo de publicidade enganosa sobre a descida do IVA na energia, provocando às famílias uma perda de poupança de 1,08 euros na eletricidade (face aos 10,20 euros anunciados) e de 4,26 euros no gás natural, já que do corte de 8,20 euros prometido só verão reduzidos 3,94 euros.

No total, cada família fica, assim, a perder por ano 5,34 euros, calcula a associação de defesa do consumidor, que critica a medida por “deixar de fora metade dos consumidores de eletricidade. Se o potencial de poupança já era baixo, agora é ainda menor”.

Na data em que se assinala o Dia Nacional da Energia, a Deco diz que “mais de 70 mil consumidores continuam a exigir a reposição do IVA para 6% em toda a energia doméstica, escreve o Diário de Notícias.

Pelos cálculos da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), e já com o IVA incluído, uma potência contratada de 3,45 kV custa a 2,8 milhões de famílias 74 euros por ano no mercado livre. Já os 1,6 milhões de consumidores que optam pelos 6,9 kVA (25%) pagam anualmente 140 euros para ter esta potência e evitar disparos no contador.

O governo diz que a descida do IVA “vai beneficiar mais de três milhões de contratos num universo de seis milhões e mais de 1,4 milhões de contrato no caso do gás natural. Esta medida, em conjugação com os 190 milhões de euros transferidos em 2018 para abater ao défice tarifário, poderá significar uma redução da fatura energética das famílias em 2019 de pelo menos 6%”, considerou António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, admitindo perdas fiscais para o Estado no IVA na ordem dos 37 milhões.

O Ministério das Finanças chegou mesmo a fazer as contas para várias famílias com várias potências contratadas (3,45 kVa e 6,9 kVA) e perfis de consumo (100 kWh e 180 kWh), clientes de diferentes comercializadores do mercado livre, e concluiu que a poupança anual combinada pode ir desde um mínimo de 19,44 euros por ano (-3,4%) até um máximo de 33,84 euros (-6,7%).

A ERSE assinala o Dia Nacional da Energia com a estreia de um novo simulador com o objetivo de ajudar os consumidores a ajustar a potência contratada que têm em casa, garantindo que qualquer redução de escalão (na ordem dos 1,15 kVA) “pode gerar neste momento poupanças a partir de 22 euros anuais”.

Esta poupança pode, a partir de 1 de julho, disparar para 31 euros por via da descida do IVA para 6% a aplicar na componente do acesso às redes. De fora fica a margem cobrada livremente pelos comercializadores de eletricidade pelas várias potências contratadas, que continuará a pagar o IVA à taxa de 23%.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Oh distraído, quem aumentou o IVA da electricidade para 23% foi o Passos – isto além der ter entregue de mão beijada a EDP e a REN aos chineses!!
      .
      Claro que o IVA da electricidade deveria ser 6%, mas SEMPRE foi dito que o IVA a descer seria sobre a potência contratada abaixo de 3,45kVA e não sobre a eletricidade!
      É pouco, muito pouco, mas é melhor do que nada!…

      • O sr usa 3,45kVa em casa. E mesmo para ração para burro e esbirros do PS como voce.
        Esta lembrado porque o Passos subiu o Iva. Va ler o memorando da troika que Socrates assinou apos a bancarota

Responder a Eu! Cancelar resposta

Elisa Ferreira vai tutelar fundos distribuídos pelo marido. PE reunido para analisar "conflito de interesses"

A comissária portuguesa vai gerir a pasta que integra os fundos distribuídos pelo marido, presidente da CCDRN. Eurodeputados falam em conflito de interesses. A Comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu (PE) está reunida em Estrasburgo, …

​ERSE diz que "não tem capacidade" para analisar preço dos combustíveis

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) admitiu que não tem capacidade para analisar o preço dos combustíveis, afirmou a presidente do regulador, Cristina Portugal, em entrevista ao programa Hora da Verdade, da Renascença e …

Autarca de Amarante nega ter participado em viagem à Turquia

A Câmara de Amarante informou hoje que "nenhum autarca" do município participou numa viagem à Turquia, paga por uma empresa investigada pelo Ministério Público (MP). Em comunicado enviado ao ZAP, a câmara refere que o presidente …

Primeiros humanos talhavam elefantes com ferramenta de 5 centímetros

Retirar o máximo de carne possível de uma carcaça era algo importante há milhares de anos atrás. Para um melhor aproveitamento, eram usadas lâminas de apenas cinco centímetros, que os arqueólogos ignoraram até agora. Normalmente, ao …

Trudeau pediu desculpa por ter escurecido tom de pele em festa em 2001

Em 2001, Justin Trudeau escureceu o tom de pele para um baile de máscaras. Agora, o primeiro-ministro do Canadá reconhece que não o devia ter feito. O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, disse esta quinta-feira que "lamenta …

Práticas da EDP Produção custaram 140 milhões de euros aos consumidores

As práticas da EDP Produção no mercado que levaram a Autoridade da Concorrência a aplicar uma multa de 48 milhões de euros terão custado 140 milhões de euros aos consumidores, adiantou o regulador. "Estima-se que a …

Dragões de Komodo têm uma "armadura" debaixo da pele

Um novo estudo mostra que debaixo da sua pele escamosa, os dragões de Komodo estão quase todos cobertos por uma armadura de pequenos ossos. Os dragões de Komodo (Varanus komodoensis) são conhecidos por serem fortes, rápidos …

Venda de João Félix vai ter impacto de 100 milhões de euros nas contas do Benfica em 2020

A venda de João Félix ao Atlético Madrid vai ter um impacto na ordem dos 100 milhões nos resultados do Benfica no próximo exercício (2019/20). "A venda do João Félix vai ter influência no exercício 2019/20, …

Pelo menos 15 mortos e 70 feridos em atentado no sul do Afeganistão

Pelo menos 15 pessoas morreram e 70 ficaram feridas, esta quinta-feira, num atentado ao lado de um hospital na cidade de Qalat, no sul do Afeganistão. O ataque ocorreu cerca das 06h00 desta quinta-feira (03h00 em Lisboa), …

Justiça absolve ex-responsáveis da operadora da central nuclear de Fukushima

Um tribunal japonês absolveu, esta quinta-feira, três antigos responsáveis da operadora da central japonesa de Fukushima, que estavam acusados de não terem tomado as medidas necessárias para evitar o desastre nuclear. O tribunal distrital de Tóquio …