Governo aprova IVA a 6% na luz (mas a factura quase não baixa)

iStock

Depois do aval da Comissão Europeia, o Governo aprovou a redução do IVA na electricidade e no gás de 23% para 6%. A medida deve beneficiar mais de quatro milhões de consumidores, mas a poupança pode não chegar aos 10 euros por ano na factura da luz.

O Governo já aprovou, em Conselho de Ministros, a redução do IVA sobre as potências contratadas até 3,45Kva, depois de a Comissão Europeia ter dado um parecer favorável a esta medida.

“Na sequência da consulta efectuada pelo Estado Português ao Comité do IVA para efeitos de alteração da taxa de IVA aplicável aos fornecimentos de electricidade e gás natural, a qual decorre da autorização legislativa concedida ao Governo na Lei do Orçamento de Estado para 2019, o Governo aprova hoje em Conselho de Ministros a aplicação da taxa reduzida do IVA à componente fixa de determinados fornecimentos de electricidade e gás natural”, anunciou o Governo em comunicado.

Não há ainda data quanto ao momento em que a redução terá reflexos na factura de electricidade dos consumidores portugueses. Mas é certo que a poupança “está avaliada em 85 cêntimos por mês (no mercado regulado), de 6,15 para 5,3 euros no caso da potência contratada de 3,45 kV”, como avançam especialistas ao Diário de Notícias (DN).

A poupança anual deverá ser de cerca de 10 euros.

O Ministério das Finanças estima que a medida beneficia mais de três milhões de consumidores (45% dos contratos) na electricidade e 1,4 milhões no gás natural (92%), como cita o DN.

A taxa de IVA aplicada à electricidade e ao gás natural subiu de 6% para 23% em Outubro de 2011, depois da chegada da ‘troika’ a Portugal.

O regresso do IVA aos 6% tinha sido inscrito entre as medidas do Orçamento do Estado para 2019 e, “em conjunto com a decisão do Governo de injecção de 190 milhões de euros no défice tarifário – já realizada em 2018 e que determinou uma descida da tarifa da electricidade para 2019 no mercado regulado em 3,5% – permite beneficiar mais três milhões de contratos (cerca de metade do total), atingindo níveis de poupança anuais para estes consumos na ordem dos 6%”, salienta o Governo.

Para que a medida tenha aplicação prática e reflexos no bolso dos consumidores, é preciso primeiro publicar “uma revisão do Código de IVA“, o que deve acontecer “no primeiro trimestre ou quadrimestre, semestre ou mesmo no ano de 2019”, destaca ao DN o especialista em energia da DECO Pedro Silva.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ora vejamos, se um apartamento tipologia T1 não tiver gás natural contribuindo assim para a redução de emissões CO2, utiliza placa eléctrica (indução), bomba de calor aerotérmica para as AQS (energia renovável a 70%) e, para comodidade ar condicionado para climatização tem que forçosamente aumentar a potência para pelo menos 4,6kVA e passa para o escalão do IVA a 23%. Isto até parece que electricidade é um bem luxuoso para ter esse valor de IVA…

RESPONDER

Encontrado o corpo da atriz Naya Rivera

O corpo da cantora e atriz, estrela da série televisiva Glee, foi encontrado, esta terça-feira, num lago no sul da Califórnia, anunciaram as autoridades do condado de Ventura. O corpo de Naya Rivera foi descoberto seis …

Em 2100, seis em cada dez idosos vão ser dependentes

Quase seis em cada dez portugueses idosos vão ser dependentes de pessoas em idade ativa no ano de 2100. A estimativa é do Eurostat. De acordo com uma estimativa recente do Eurostat, seis em cada dez …

Sete detidos em megaoperação policial em Viana do Castelo e no Porto

A PSP deteve, esta terça-feira, sete homens, com idades entre os 20 e os 30 anos, todos do concelho de Viana do Castelo, apreendeu “droga diversa” e material ligado ao tráfico e consumo de estupefacientes. Em …

China acusa EUA de sabotarem paz regional após posição sobre Mar do Sul da China

A China reivindica quase toda a área do mar do Sul da China e opõe-se, frequentemente, a qualquer manobra ou ação militar dos Estados Unidos na região. Esta terça-feira, a China acusou os Estados Unidos de …

45% da população ativa da Madeira está em lay-off ou no desemprego

A pandemia de covid-19 teve efeitos desastrosos no turismo e no mercado laboral da Região Autónoma da Madeira. No arquipélago, um terço da população ativa está em lay-off e o desemprego subiu 10% face a …

Líder da oposição da Nova Zelândia demite-se. "Tornou-se insustentável em termos de saúde"

O chefe da oposição da Nova Zelândia, Todd Muller, está demissionário, deixando o Partido Nacional sem liderança antes das eleições legislativas em que o centro-direita tem de defrontar a primeira-ministra Jacinda Ardern. Através de um breve comunicado, …

Costa sai de Haia sem promessas e deixa achega ao primeiro-ministro holandês

"Ou saímos todos ao mesmo tempo deste problema, ou ficamos todos no problema", disse António Costa após a reunião com o primeiro-ministro holandês sobre o plano de recuperação europeu. O primeiro-ministro, António Costa, disse esta segunda-feira …

Deputados do PS foram os mais faltosos. Iniciativa Liberal com zero faltas

A esquerda lidera o absentismo parlamentar nesta primeira sessão legislativa da XIV legislatura, prestes a terminar. De acordo com uma contabilização do Diário de Notícias, os deputados do PS foram os que mais faltaram aos 75 …

Telemóvel de líder catalão terá sido espiado por software governamental (e não foi o único)

O telemóvel do independentista Roger Torrent, presidente do parlamento da região espanhola da Catalunha, terá sido atacado por um software de espionagem exclusivo dos Governos. De acordo com uma investigação conjunta do jornal espanhol El País …

Papagaio bate 21 estudantes de Harvard num jogo clássico de memória

Griffin, um papagaio-cinzento africano (Psittacus erithacus), bateu 21 estudantes da prestigiada Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, num clássico jogo de memória, revela um novo estudo. Esta espécie, recorda o portal Live Science que avança …