Governo “perdeu a mão” na questão social ao “vender” país das maravilhas

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, considerou esta sexta-feira que o Governo “perdeu a mão” na questão social, acusando-o de vender Portugal como o país das maravilhas onde tudo é possível, quando a realidade é outra.

“Aquilo que nós vemos é efetivamente uma desconcertação social total com greves por tudo quanto é lado e, se nós podemos estar mais de um lado ou de outro numa greve A ou numa greve B, no total destas greves isto mostra claramente que o governo perdeu a mão na questão social em Portugal”, afirmou.

No Porto, onde acompanhou a visita do candidato do Partido Popular Europeu (PPE) à presidência da Comissão Europeia, Manfred Weber, o líder das sociais-democratas, defendeu que o governo está a colher o fruto do descontentamento dos portugueses a quem foi vendida uma imagem diferente da realidade.

“O governo vendeu aos portugueses uma imagem de Portugal que não corresponde à realidade, vendeu quase o país como o país das maravilhas onde tudo é possível. Antes, tudo era mau e agora tudo é bom. Está naturalmente a colher as consequências do que fez”, argumentou o líder do PSD.

Para Rio, este cenário seria de prever num contexto em que a economia começasse a crescer menos, e não numa altura, como está a suceder, em que a economia continua a crescer, ainda que menos. “Isso significa que há uma gestão política desastrosa das expectativas”, sublinhou.

Questionado se o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deveria intervir como mediador, como defende o secretário-geral da UGT, Carlos Silva, no conflito que opõe governo a professores e enfermeiros, Rui Rio, disse não entender porque o governo não consegue dialogar com aquela central sindical. Defendeu contudo que Marcelo deve intervir apenas “numa situação limite”.

Centenas de escolas de norte a sul do país estiveram esta sexta-feira encerradas devido à greve da Função Pública. Segundo o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, serão mais de 90% as escolas do país que estão encerradas devido à greve dos professores e pessoal não docente.

Mário Nogueira considerou que o nível de adesão à greve e o encerramento da “maioria das escolas” portuguesas, do pré-escolar ao secundário, traduz a “enorme exigência” ao Governo para que comece a negociar de imediato com os professores. “Vamos começar a negociar já”, reclamou, numa conferência de imprensa em Coimbra.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …