Governo obriga hospitais a comprar plasma ao Instituto do Sangue

Os hospitais públicos vão ser obrigados a recorrer ao Instituto Português de Sangue e Transplantação (IPST) para se abastecerem de plasma e derivados do sangue.

A notícia é divulgada pelo jornal Público, que adianta que Ministério da Saúde quer regulamentar, por despacho, o negócio do plasma – que em Portugal continua a ser dominado pela multinacional Octapharma – criando alternativas para que o país deixe de estar dependente de empresas estrangeiras.

O Governo publicou esta terça-feira o despacho que define que “o Instituto Português do Sangue e da Transplantação deve apresentar um plano operacional para a utilização do plasma colhido em Portugal e que, até ao final do primeiro quadrimestre de 2017, as instituições e entidades do Serviço Nacional de Saúde passam a recorrer ao IPST para satisfazer as suas necessidades em plasma“.

O despacho determina que o IPST terá de apresentar o plano operacional no prazo de 30 dias e esta medida terá de estar em vigor até ao final de Abril do próximo ano.

O negócio do plasma ficou sob os holofotes depois de Paulo Lalanda e Castro, ex-administrador da Octapharma, se ter demitido dos cargos que ocupava naquela farmacêutica e ter sido detido na quinta-feira por alegada corrupção.

No âmbito de uma investigação do Ministério Público por suspeitas de favorecimento da multinacional, também foi detido o ex-presidente do INEM e da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Luís Cunha Ribeiro, que ficou em prisão preventiva.

Foram ainda constituídos arguidos dois advogados e uma representante da Associação Portuguesa de Hemofilia.

No inquérito, estão a ser investigadas suspeitas de que Lalanda e Castro e Cunha Ribeiro, que estava ligado a procedimentos concursais públicos na área da saúde, terão acordado entre si que este último utilizaria as suas funções e influência para beneficiar indevidamente a Octapharma.

Os factos em investigação ocorreram entre 1999 e 2015 e os suspeitos terão obtido vantagens económicas que procuraram ocultar, em determinadas ocasiões, com a ajuda de terceiros.

Segundo o Público, os dados do Infarmed indicam que, só entre 2009 e setembro deste ano, a Octapharma ganhou mais de 250 milhões de euros com a venda de plasma e derivados do sangue a hospitais públicos.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Devia o governo e o ministério publico, OBRIGAR a Octapharma, (também já foi condenada no Brasil pelo mesmo motivo) a devolver com JUROS o valor que cobrou à mais para o suborno, com juros, não esquecendo que esse valor a receber pelo estado, será muito maior ao valor do suborne, já que quem suborna, concertesa, ficou com a maior parte do “lucro”

  2. Causou-me estranheza que os dadores benévolos de sangue, doam o seu sangue gratuitamente nos hospitais ou nas associações de dadores de sangue, aplicam-no nos doentes e depois cobram vários ‘€€€’ ao doente ou à familia do doente.

RESPONDER

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …