Governo obriga hospitais a comprar plasma ao Instituto do Sangue

Os hospitais públicos vão ser obrigados a recorrer ao Instituto Português de Sangue e Transplantação (IPST) para se abastecerem de plasma e derivados do sangue.

A notícia é divulgada pelo jornal Público, que adianta que Ministério da Saúde quer regulamentar, por despacho, o negócio do plasma – que em Portugal continua a ser dominado pela multinacional Octapharma – criando alternativas para que o país deixe de estar dependente de empresas estrangeiras.

O Governo publicou esta terça-feira o despacho que define que “o Instituto Português do Sangue e da Transplantação deve apresentar um plano operacional para a utilização do plasma colhido em Portugal e que, até ao final do primeiro quadrimestre de 2017, as instituições e entidades do Serviço Nacional de Saúde passam a recorrer ao IPST para satisfazer as suas necessidades em plasma“.

O despacho determina que o IPST terá de apresentar o plano operacional no prazo de 30 dias e esta medida terá de estar em vigor até ao final de Abril do próximo ano.

O negócio do plasma ficou sob os holofotes depois de Paulo Lalanda e Castro, ex-administrador da Octapharma, se ter demitido dos cargos que ocupava naquela farmacêutica e ter sido detido na quinta-feira por alegada corrupção.

No âmbito de uma investigação do Ministério Público por suspeitas de favorecimento da multinacional, também foi detido o ex-presidente do INEM e da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Luís Cunha Ribeiro, que ficou em prisão preventiva.

Foram ainda constituídos arguidos dois advogados e uma representante da Associação Portuguesa de Hemofilia.

No inquérito, estão a ser investigadas suspeitas de que Lalanda e Castro e Cunha Ribeiro, que estava ligado a procedimentos concursais públicos na área da saúde, terão acordado entre si que este último utilizaria as suas funções e influência para beneficiar indevidamente a Octapharma.

Os factos em investigação ocorreram entre 1999 e 2015 e os suspeitos terão obtido vantagens económicas que procuraram ocultar, em determinadas ocasiões, com a ajuda de terceiros.

Segundo o Público, os dados do Infarmed indicam que, só entre 2009 e setembro deste ano, a Octapharma ganhou mais de 250 milhões de euros com a venda de plasma e derivados do sangue a hospitais públicos.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Devia o governo e o ministério publico, OBRIGAR a Octapharma, (também já foi condenada no Brasil pelo mesmo motivo) a devolver com JUROS o valor que cobrou à mais para o suborno, com juros, não esquecendo que esse valor a receber pelo estado, será muito maior ao valor do suborne, já que quem suborna, concertesa, ficou com a maior parte do “lucro”

  2. Causou-me estranheza que os dadores benévolos de sangue, doam o seu sangue gratuitamente nos hospitais ou nas associações de dadores de sangue, aplicam-no nos doentes e depois cobram vários ‘€€€’ ao doente ou à familia do doente.

RESPONDER

Morreu Bunny Wailer, derradeiro ícone do reggae

O cantor e percussionista jamaicano Bunny Wailer, uma lenda do reggae, morreu esta terça-feira, aos 73 anos, no Andrew’s Memorial Hospital de Kingston, o que marca o fim de uma época para este movimento musical. A …

Exilados sauditas sentem-se em perigo após dissidente desaparecer no Canadá

Exilados sauditas no Canadá temem que o dissidente que está de volta ao país de origem tenha sido forçado a revelar informações sobre a comunidade exilada. De acordo com o jornal Público, os exilados sauditas no …

Internamentos voltam a diminuir. Há mais 979 casos e 41 mortes

Portugal registou esta quarta-feira 979 novos casos de infeção por covid-19 e mais 41 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Festas ilegais aumentaram nos últimos 15 dias. PSP já deixa avisos para a Páscoa

Numa altura em que a população já está confinada há mais de um mês, a tendência é cada vez mais para sair de casa e procurar algum contacto social. Por isso mesmo, a PSP já …

Pediatras pedem reabertura urgente das escolas. Professores querem ser consultados na elaboração do plano

A Sociedade Portuguesa de Pediatria defende a reabertura urgente das escolas especialmente o ensino pré-escolar e nos 1º e 2º ciclos do ensino básico, chamando a atenção para as consequências do fecho no desenvolvimento das …

Ventura propõe tirar subvenções a políticos condenados a mais de três anos de prisão

O deputado único do Chega entregou esta terça-feira no parlamento um projeto de lei para retirar, incluindo retroativamente, as subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos condenados por crimes "com pena de prisão superior a …

PGR analisa carta que culpa o Governo por "borla fiscal" à EDP na venda de barragens

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) está a analisar uma carta do Movimento Terra de Miranda que questiona a autorização dada pelo Governo à venda de seis barragens transmontanas por parte da …

Biden prevê vacinas para todos os adultos antes do fim de maio

Joe Biden assegura que até maio o país terá vacinas suficientes contra o covid para todos os adultos do país, dois meses antes do previsto. O presidente do EUA anunciou que até ao final de maio …

Pandemia não é “uma competição ou um concurso de beleza entre países”

O presidente da Aliança Global para as Vacinas (GAVI), Durão Barroso, defende que o processo de vacinação mundial contra a covid-19 não deve ser “uma competição ou um concurso de beleza entre países” e lança …

Sarkozy admite recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

O ex-Presidente francês admite recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos contra a sua condenação a três anos de detenção, um em prisão efetiva, por corrupção e tráfico de influência. Numa entrevista ao jornal Le Figaro, …