Ex-presidente da ARS Lisboa e mais 3 arguidos na investigação do negócio do plasma

Health Cluster Portugal

Luís Cunha Ribeiro, ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Luís Cunha Ribeiro, ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Quatro arguidos, incluindo o ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e do INEM, que está detido, é o balanço da investigação sobre o negócio do plasma, que levou à realização de mais de 30 buscas esta terça-feira.

Em resposta à agência Lusa, o gabinete de imprensa da Procuradoria-Geral da República (PGR), indicou que “além de um detido, foram, até ao momento, constituídos arguidos dois advogados e uma representante, à data dos factos, da Associação Portuguesa de Hemofilia”.

O ex-presidente da ARS e do INEM Luis Cunha Ribeiro foi detido ontem de manhã no decorrer da investigação da Unidade de Combate à Corrupção da PJ e do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.

Ainda segundo a PGR, o interrogatório judicial de Luís Cunha Ribeiro deverá começar esta quarta-feira à tarde. Os restantes três arguidos serão ouvidos mais tarde.

Entretanto, a sociedade de advogados PLMJ confirmou que foi constituído arguido um advogado da firma durante as buscas de uma investigação sobre negócios de plasma na qual estará envolvido um seu cliente e, segundo a RTP, trata-se de Paulo Farinha Alves.

Durante a manhã, a PGR revelou que estavam a decorrer mais de 30 buscas em estabelecimentos oficiais relacionados com a saúde, incluindo o Ministério e o INEM, duas buscas em escritórios e locais de trabalho de advogados e outras em território suíço.

“No inquérito investigam-se suspeitas de obtenção, por parte de uma empresa de produtos farmacêuticos, de uma posição de monopólio no fornecimento de plasma humano inativado e de uma posição de domínio no fornecimento de hemoderivados a diversas instituições e serviços que integram o Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, refere a nota da PGR.

Para o efeito – explica – “um representante da referida empresa de produtos farmacêuticos e um funcionário com relevantes funções no âmbito de procedimentos concursais públicos nesta área da saúde terão acordado entre si que este último utilizaria as suas funções e influência para beneficiar indevidamente a empresa do primeiro”.

Segundo o Correio da Manhã, a empresa de produtos farmacêuticos em causa é a Octapharma, que terá subornado Cunha Ribeiro com apartamentos de luxo uma vez que este fazia parte do júri do concurso que, em 2000, entregou o monopólio do negócio milionário da venda do plasma sanguíneo aos hospitais públicos portugueses.

Os factos em investigação ocorreram entre 1999 e 2015 e os suspeitos terão obtido vantagens económicas que procuraram ocultar, em determinadas ocasiões com a ajuda de terceiros. Em causa estão factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, recebimento indevido de vantagem e branqueamento de capitais.

A investigação ao negócio do plasma em Portugal foi confirmada pela Procuradoria-Geral da República em outubro de 2015, alguns meses depois da TVI ter transmitido uma reportagem sobre a matéria.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …