Governo prepara extensão do lay-off simplificado

Tiago Petinga / Lusa

O Governo está a preparar uma nova extensão do lay-off simplificado para lá de 31 de julho, avança o Expresso. A previsão do queda do PIB e do desemprego levo o Executivo a preparar-se para o pior.

O Conselho de Ministros deve aprovar na próxima semana as medidas do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), sendo que uma das quais será uma nova extensão do lay-off simplificado para as empresas mais atingidas.

“Achamos que devemos reforçar medidas de apoio às empresas e ao emprego, nomeadamente equacionamos renovar o lay-off simplificado para empresas com quebras significativas de faturação”, disse ao Expresso o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira.



A ideia é ter o lay-off simplificado para as empresas que tiverem de continuar fechadas, com 66% dos salários auferidos, ter a extensão do lay-off para empresas com descidas acentuadas de faturação e o apoio à retoma para negócios que já apresentaram melhorias, explica a TSF.

Segundo Siza Vieira, para as empresas que tenham quebras entre 40% e 60%, o trabalhador receberá a partir de agosto pelo menos 83% do salário. Se as quebras forem superiores a 60%, o trabalhador receberá pelo menos 77%. Depois de outubro, passam a receber 88% e 92%, respetivamente. Assim, o encargo será menor para a Segurança Social.

“As receitas das empresas continuam em queda e é cada vez mais difícil manter postos de trabalho”, disse ao Expresso o presidente da Confederação do Turismo, Francisco Calheiros.

“O lay-off simplificado acabou por se tornar a mais importante ferramenta de apoio ao emprego e empresas. Por isso defendemos que seja prolongado até ao final do ano“, disse, por sua vez, António Saraiva, presidente da CIP.

Também o presidente da Confederação do Comércio e Serviços, João Vieira Lopes, disse que “é necessário assegurar a sobrevivência do tecido empresarial, com especial atenção às PME dos sectores mais fortemente atingidos, a maioria das atividades comerciais e de serviços”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Medidas de apoio às empresas???
    Dizer que as empresas têm que pagar uma parte dos salários dos funcionários quando é o estado que não permite que estas trabalhem para daí retirarem o valor dos salários???
    E os funcionários, será que podem fazer a sua vida eternamente com 2/3 do salário???
    O estado decreta que uma empresa não pode laborar, então que pague os custos da sua decisão, não vão ser os privados a arcar com as consequências das decisões públicas.
    Ah, já sei, os patrões são ricos, que paguem a crise…

RESPONDER

PSD volta a apresentar queixa à CNE contra Rui Moreira

Esta quarta-feira, o PSD/Porto acusou o movimento independente liderado por Rui Moreira de enviar informação da apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal "para emails institucionais" do município, acrescentando que vai apresentar queixa à Comissão …

Para Rio, as críticas de Ana Catarina Mendes são de "quem não tem nada para dizer"

As águas entre o PS e o PSD estão agitadas, depois da troca de galhardetes entre o presidente social-democrata, Rui Rio, e a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes. Depois de ter sido acusado por …

Nova Iorque atinge 70% de adultos vacinados (e celebra com fogo-de-artifício)

O estado de Nova Iorque atingiu o marco de vacinação que, de acordo com os especialistas, garante a imunidade de grupo. O governador do estado norte-americano de Nova Iorque, Andrew Cuomo, anunciou na noite de terça-feira …

"Construtiva" e "sem animosidades". Cimeira entre Biden e Putin termina mais cedo do que previsto

A cimeira entre Vladimir Putin e Joe Biden chegou ao fim mais cedo do que se previa. Os presidentes optaram por conferências de imprensa em separado, e o primeiro a falar foi o Presidente russo. Os …

Euro 2020: seleções da casa em desvantagem na primeira jornada

Nove seleções jogaram no seu país, até agora. Mas somente três ganharam o respetivo jogo. Portugal contribuiu para estragar as festas caseiras. Num Europeu estranho e inédito, que decorre em muitos países, muitas seleções jogam em …

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …