Governo mantém restrições. Exceções no Natal, mas no Ano Novo volta a ser proibida a circulação entre concelhos

Rodrigo Antunes / Lusa

António Costa falou hoje ao país para anunciar as novas medidas para a quadra festiva. O primeiro-ministro revelou que no Natal as medidas serão aliviadas, como já se esperava, porém voltam a apertar no Ano Novo.

Apesar das restrições atuais permanecerem nas próximas semanas, ou seja, nos fins de semana de 12/13 e 19/20 a circulação na via pública está limitada a partir das 13 horas nos concelhos de risco muito elevado e extremo.

No Natal será possível atravessar concelhos entre os dias 23 e 26 de dezembro, porém na noite de dia 23, é proibido circular, a não ser que se esteja em trânsito para o destino final. A exceção visa permitir que as pessoas circulem “tranquilamente” e não ultrapassem o limite de velocidade. Nas noites de 24 e de 25, o recolher obrigatório será às duas da manhã.

Já no dia 26, o limite à circulação será partir das 23 horas. Segundo o primeiro-ministro, estes horários são mais do que suficientes para que as pessoas possam circular à vontade.

Neste sentido, também os restaurantes poderão funcionar aos almoços de 24 e 25 e nas noites de 24 e 25 poderão servir refeições até à uma da manhã.

Costa não definiu um número limite para reuniões familiares, mas alerta para que sejam tidos todos cuidados e pede para que festas não se prolonguem durante muitas horas. “Que em família todos estejamos efetivamente em segurança”, disse o Primeiro-ministro, acrescentando: “não partilhemos o vírus. Esse não pode ser a nossa prenda de Natal.”

no Ano Novo, não hã circulação entre concelhos. Na noite de passagem de ano só se pode circular na via pública até às 2h. Para além disto, não serão permitidas festas publicas nem ajuntamentos na via publica com mais de 6 pessoas.

Aqui, a restauração pode abrir na noite do dia 31 até à 1h, e pode também servir almoços no dia seguinte – 1 de janeiro – até às 15h30.

Estas medidas serão retificadas no dia 18 de dezembro, tendo em conta a evolução da pandemia. “Se as coisa não correrem como têm vindo a correr” e se voltar a haver um crescimento exponencial da pandemia, “temos que puxar um travão de mão”, avisa Costa.

Até ao Natal, as medidas mantêm-se iguais ao que tem acontecido nas últimas semanas. Apesar de na última quinzena ter havido uma evolução positiva no número de concelhos que estão na zona vermelhos, o Governo quer prevenir mais contágios até à quadra festiva.

O novo estado de emergência, aprovado ontem, foi justificado com o facto de as medidas tomadas estarem a resultar, e avisando que diminuir a intensidade das mesmas poderia agravar a situação.

127 concelhos abrangidos pelas medidas mais graves por estarem também com níveis mais acentuados de contágios, pois mantém o risco muito elevado e extremamente elevado.

As medidas que aqui se aplicam incluem o encerramento do comércio e restaurantes (exceto entrega em casa) aos fins-de-semana a partir das 13h, proibição de circulação na via pública entre as 23h00 e as 5h00 nos dias de semana e a partir das 13h00 aos sábados e domingos, eventos e celebrações limitados a 5 pessoas e teletrabalho obrigatório.

A renovação do estado de emergência foi prolongada por mais 15 dias, iniciando-se às 0h do dia 9 de dezembro e cessando às 23h59 do dia 23 de dezembro de 2020. Além disso, está em causa já uma outra renovação até 7 de janeiro.

Ana Isabel Moura ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. O Covid ataca mais no natal do que no ano novo! Lol lol lol
    Os governos estão completamente reféns deste grande looby internacional chamado Covid-19 !

  2. O vigarista não sabe o que é que anda a fazer.
    Segundo ele, o Excelentíssimo Senhor Covid-19 vai estar quietinho na sua poltrona natalícia, e dela sairá, no Ano Novo, para assustar as pessoas que, depois, irão ficar em casa, com medo. Coitadinhas…! ❄️

    Governo triste. Triste.

    • O vírus come peru e leitão pelo Natal e depois vai começar a atacar imediatamente antes da passagem do ano. É que se pode concluir das decisões apalermadas do Costa. Pobre país que tanto mal te faz a corja governativa.

Chega vai questionar Governo sobre "despesas supérfluas" da presidência da UE

O deputado único do Chega anunciou, no domingo, que vai questionar esta segunda-feira o gabinete do primeiro-ministro acerca das "despesas supérfluas" da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Em comunicado, André Ventura, que foi reeleito …

Ministra da Saúde alerta para continuidade de “três ameaças” da pandemia

A pandemia de covid-19 em Portugal continua a apresentar “três ameaças” apesar das medidas de restrição em vigor, adiantou hoje a ministra da Saúde, reservando o anúncio de eventuais medidas de desconfinamento para quinta-feira. Em declarações …

Portugal está "em condições invejáveis" de produzir hidrogénio verde, diz ministro do ambiente

"Estamos mesmo em condições invejáveis de sermos um grande produtor de hidrogénio verde", assegurou o ministro do ambiente e da ação climática, João Pedro Matos Fernandes, no terceiro de quatro debates do Expresso e da …

Biólogo defende que pandemia pode ter nascido de "erro honesto" em laboratório chinês

Professor de Princeton defende que não é possível descartar a possibilidade de que a pandemia tenha começado com uma fuga acidental num laboratório de virologia de Wuhan. A origem da pandemia de Covid-19 continua por apurar …

Israel reabre restaurantes e universidades após vacinar mais de metade da população

Israel, um dos países mais vacinados do mundo contra a covid-19, iniciou a terceira fase do desconfinamento, depois de o governo ter aprovado novas medidas que passaram a ser adotadas no domingo. Segundo avançou o Expresso, …

Mais 25 mortes e 365 novos casos nas últimas 24 horas

Os dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 25 mortes e 365 novos casos de covid-19. O boletim epidemiológico desta segunda-feira mostra que mantém-se a tendência de …

Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre "faseado e lento"

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre "faseado e lento", dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento. Em entrevista à SIC …

"Salam, salam, salam." Papa deixa Iraque após visita de três dias ao país

Terminou, esta segunda-feira, a visita de três dias do Papa Francisco ao Iraque. No fim da última missa que celebrou, disse em árabe: "Salam, salam, salam" (Paz, paz paz). O Papa Francisco deixou, esta segunda-feira, o …

Polícia filipina matou nove pessoas associadas a "grupos terroristas comunistas"

A polícia filipina apoiada por militares matou nove pessoas durante o fim de semana numa série de operações contra suspeitos de insurreição comunista, tendo as autoridades dito que os suspeitos dispararam primeiro, críticos dizem que …

Biden assina decreto para facilitar acesso ao voto. Plano de estímulo económico é "passo gigantesco"

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um decreto para facilitar o acesso dos norte-americanos ao voto, uma medida inserida nas comemorações do 56.º aniversário do “Domingo Sangrento”, ocorrido em 1965 no Alabama. Segundo a …