Governo aprova compra do SIRESP

Miguel A. Lopes / Lusa

O Governo chegou a acordo, esta quarta-feira à noite, para a compra do SIRESP, adquirindo a participação de 52,1% da Altice Portugal e os 14,9% da Motorola Solutions Portugal.

O acordo para a compra do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) terá sido fechado esta quarta-feira à noite, com o Governo a concluir as negociações com as empresas privadas que detêm o sistema.

O confirmação foi dada em conferência de imprensa esta quinta-feira, após uma reunião do Conselho de Ministros. Assim, o Governo passa a deter 100% do SIRESP, ao adquirir as participações da Altice Portugal e da Motorola Solutions Portugal.

Segundo o Jornal Económico, o SIRESP, criado em 2006, tem ainda uma participação da Parvalorem — a sociedade gestora de ativos do Estado — de 33%.

O decreto-lei, aprovado hoje em Conselho de Ministros, “transfere integralmente para a esfera pública” as funções relacionadas com “a gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede SIRESP, e também a estrutura empresarial.

Ontem o ministro adjunto da Economia, Pedro Siza Vieira, já tinha dito em entrevista à SIC que o acordo seria alcançado em breve. Quanto aos valores pagos, Siza Vieira disse que o Estado pagaria “o justo valor que resulta dos livros da empresa”.

A transferência será feita a 1 de dezembro de 2019 e o Estado vai pagar sete milhões de euros, que corresponde a 33.500 ações, afirmou, no final da reunião, o secretário de Estado do Tesouro, Álvaro Novo.

Na semana passada, também António Costa tinha afirmado que o acordo estava prestes a ser concluído, faltando apenas selar alguns detalhes jurídicos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Uma prestação paga ao Bloco de Esquerda, da fatura das esquerdas unidas para salvar Costa da derrota eleitoral de 2015

  2. Agora já estão uma data de gulosos a afiar os dentes e a pensar como se vai ocupar um posto importante num sítio que movimenta muita massa, depois mais milhão menos milhão, nem se dá por falta…

    Espero sinceramente que o problema das comunicações fique resolvido de vez, que o posto de comando não fique em Lisboa, tudo dependente da internet, senão pode acontecer como é habitual “temos um problema de sistema, não podemos fazer nada, temos de esperar, resolvemos amanhã, etc…”.

    lembro-me que há uns anos num simulacro em Lisboa, o maior problema foram as comunicações, ninguém se entendia e se fosse a sério dava raia da brava.

  3. Então mas o SIRESP só dava falhas e agora vai-se comprar? Isto só de uma entidade Parva mesmo. Já se percebe o nome “parvalorem”, sendo que Lorem = “Força”, a própria entidade será uma Forte/Enorme/Energética Parvoíce.

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …