Governo atrasa-se a aprovar novos passes para estudantes

As aulas estão prestes a começar, mas os novos descontos nos passes sociais para crianças e adolescentes, previstos no Orçamento do Estado, continuam à espera da regulamentação do governo, prejudicando milhares de famílias.

De acordo com a TSF, a alerta partiu das próprias empresas de transporte que não sabem que justificações dar aos pais. Também os sindicatos estão a par da situação. Em causa está a venda do passe “4_18@escola.pt” destinado a crianças entre os 4 e os 18 anos.

O Plano Nacional para a Juventude, aprovado em agosto, prevê a subida no número das vendas destes passes de 450 mil em 2018 para 900 mil no próximo ano letivo.

Segundo o Orçamento do Estado, os descontos e respetivo alargamento a todos os alunos, mesmo os de famílias que não têm dificuldades económicas, estariam em vigor já no início deste novo ano letivo.

Cabaço Martins, presidente da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros, alertou, em declarações à TSF que o governo se atrasou na regulamentação dos passes destinados para estudantes.

O presidente associativo disse ainda que as empresas de transportes estão a aceitar as inscrições para o passe, mas, quando chegar a altura de vender o título mensal, os funcionários têm de explicam que ainda aguardam pela regulamentação do governo.

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações  reforçam as críticas das empresas do setor. Anabela Carvalheira dá o exemplo do Metro de Lisboa, onde os funcionários têm pedido desculpa aos cliente, mas a dizerem que não podem, para já, vender este passe para crianças e adolescentes.

A sindicalista acrescenta que sem a portaria do executivo há um primeiro prejuízo para as famílias pois, as requisições do cartão para este passe estão a ser feitas ao preço normal, sem os descontos que já deviam estar em vigor.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os misteriosos relâmpagos azuis podem ser mais comuns do que pensávamos

Além de ser um dos fenómenos mais espetaculares, o relâmpago é também um dos mais misteriosos. Apesar de as tempestades não serem assim tão raras, os cientistas ainda não entendem completamente estas descargas elétricas geradas …

Presidenciais. Grandes vencedores e (poucos) derrotados

Num ato eleitoral marcado pela pandemia de covid-19, que chegou a trazer incerteza aos prognósticos precoces que há meses se alinhavavam, Marcelo Rebelo de Sousa, reeleito à primeira volta, é o grande vencedor da noite. …

A inclinação de Saturno é provocada pelas suas luas (e vai aumentar)

Uma equipa de cientistas concluiu que a influência dos satélites de Saturno pode explicar a inclinação do eixo de rotação do planeta. Dois cientistas do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique) e da Universidade Sorbonne, …

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

Num discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu uma postura de estado e começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 no seu pior dia de sempre …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …

Ana Gomes aponta o dedo a Costa e à esquerda e diz que travou Ventura sozinha

Ana Gomes considera que a sua candidatura conseguiu travar "a progressão da extrema direita" quando os partidos de esquerda se preocuparam apenas com as suas "agendas políticas". No rescaldo da reeleição de Marcelo Rebelo de …

De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O'Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O'Sullivan apresenta Paul O'Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O'Sullivan. "Uma noite, …

Ventura celebrou "noite histórica", demitiu-se do Chega e avisou o PSD

André Ventura começou por assinalar a "noite histórica" face aos resultados que obteve nas eleições presidenciais 2021. Mas como ficou em 3º lugar, atrás de Ana Gomes, anunciou a demissão do Chega. "Fiquei aquém dos 15% …

Região italiana da Lombardia esteve confinada durante uma semana por engano

A Lombardia, coração económico do norte de Itália, foi confinada e classificada como zona vermelha por engano durante uma semana, devido a estatísticas erradas sobre covid-19, e só ontem um decreto governamental retificou a situação. Devido …

Rio destaca "esmagamento da esquerda" e pede a Marcelo para ser "um bocadinho mais exigente"

"A marca mais forte" destas eleições presidenciais é "a derrota do PS". A análise é de Rui Rio, presidente do PSD, que fala do "esmagamento da esquerda" e da "vitória do candidato do centro", apelando …