Na gestão da crise, portugueses confiam muito em Costa (mas não tanto em Temido)

Tiago Petinga / Lusa

A esmagadora maioria dos portugueses concorda com a necessidade do estado de emergência. Os inquiridos têm muita confiança em Costa, mas não tanto em Temido.

Uma sondagem ICS/ISCTE para o Expresso e a SIC mostra que, no que toca à gestão da crise, a grande maioria dos portugueses confia na atuação do primeiro-ministro António Costa mais do que confia em Marcelo Rebelo de Sousa. Ainda assim, o presidente da República, que esteve isolado momentaneamente em quarentena, está bem cotado.

António Costa surge no primeiro lugar de preferência dos portugueses no que toca à confiança na gestão desta crise de Covid-19, reunindo 75% de aprovação. Marcelo Rebelo de Sousa, por sua vez, aparece logo atrás, com 74% dos portugueses a confiarem na sua atuação.

Nos eleitores à esquerda, o fosse entre as duas figuras alarga-se. Neste universo, Costa arrecada 92% de aprovação, enquanto Marcelo fica pelos 81%. À direita, o primeiro-ministro soma 81% e o chefe de Estado conta com 79%.

Esta diferença pode ser explicada pelo facto de Marcelo Rebelo de Sousa se ter resguardado em quarentena devido a suspeitas de infeção, enquanto António Costa esteve sempre na linha da frente no combate ao surto do novo coronavírus.

A esmagadora maioria dos portugueses também mostrou concordar com a decisão de ter sido decretado estado de emergência no país. Dos cidadão inquiridos, 95% concordou com este procedimento, sendo que 51% consideram que as medidas tomadas pelo Governo foram adequadas, mas 44% acreditar que eram necessárias medidas mais restritivas. Apenas 3% dos inquiridos disse não concordar com o estado de emergência e 1% disse não ter opinião.

Esta sondagem vem também realçar a confiança que os portugueses têm na PSP e GNR, que surgem destacadas no primeiro lugar com 79%. O pódio é completado pela Direção-Geral de Saúde (77%) e o já referido primeiro-ministro António Costa (75%).

Esta visão da realidade altera-se consoante a orientação política dos inquiridos. À esquerda, o Expresso escreve que a confiança máxima está em António Costa (92%) e, só depois, surgem as forças de segurança (83%). Seguem-se a ministra da Saúde (83%) e a DGS (82%), com Marcelo Rebelo de Sousa a fechar (81%).

No universo à direita, as forças de segurança lideram no que toca à confiança na sua ação. Neste panorama, a ministra da Saúde, Marta Temido, mostra ser a entidade em que os inquiridos depositam menos confiança – apenas 64%.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se a ministra, desde sempre, tivesse adotado, nas suas intervenções e entrevistas, uma atitude diferente da de uma “menina espertinha”, a situação seria diferente…

RESPONDER

Lei de segurança nacional. Taiwan teme ser próximo alvo da China (e Hong Kong pode ser o novo Tibete)

A decisão de Pequim em impor a Hong Kong uma lei draconiana sobre segurança faz crescer os receios de que Taiwan possa ser o próximo alvo da República Popular da China. Por outro lado, teme-se …

Patrick Mahomes assina o maior contrato da história do desporto: 10 anos por 446 milhões

O jogador de futebol americano Patrick Mahomes fez história ao assinar o maior contrato de sempre do mundo do desporto. O quarterback dos Kansas City Chiefs renovou por dez temporadas, num valor total de 446 …

Centeno rejeita conflito de interesses. “Não conseguia emprego em Portugal nas próximas décadas"

O antigo ministro das Finanças está esta quarta-feira a ser ouvido no Parlamento, naquela que é a sua primeira grande prova de fogo no caminho que terá que percorrer até chegar ao cargo de governador …

Centenas de holandeses nas ruas de Albufeira. GNR obrigada a intervir

A Guarda Nacional Republicana (GNR) levantou, no domingo, dezenas de autos de contraordenação a estabelecimentos e a pessoas, em Albufeira, no Algarve, por desrespeito das regras impostas devido à pandemia da Covid-19, disse esta terça-feira …

Soares atravessou jejum de golos, mas há uma estatística em que ninguém o bate

O avançado portista Tiquinho Soares é o jogador que mais golos faz de cabeça, em Portugal e na Europa. Esta temporada, já leva sete cabeceamento certeiros. Tiquinho Soares esteve 12 jogos sem marcar qualquer golo com …

"Dêem a Portugal uma Ponte Aérea". Escocês faz petição e diz que decisão do Reino Unido é injusta

Um escocês admirador de Portugal considera a exclusão da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido “injusta” e “pouco transparente” e por isso promoveu uma petição popular a pedir o levantamento …

Juiz Carlos Alexandre está em isolamento profilático

O juiz Carlos Alexandre encontra-se em isolamento profilático depois de ter participado, no final de junho, numa busca a uma agência bancária em que estiverem envolvidas três pessoas infetadas com covid-19. De acordo com a RTP, …

Jogo de loucos em Itália. Milan de Ibrahimovic derrota Juve de CR7 com golo português

Cristiano Ronaldo fez o 2-0 para a Juventus em casa do AC Milan, porém, o campeão perdeu 4-2 e desperdiçou a oportunidade de ampliar para 10 os pontos de vantagem para a Lazio, derrotada em …

A maior promessa do futebol alemão pede para sair. Chelsea prepara 100 milhões de euros

O internacional alemão Kai Havertz pediu à direção do Leverkusen para sair este verão. O Chelsea é o principal candidato à contratação do médio, tendo de desembolsar 100 milhões de euros. Kai Havertz é provavelmente a …

"A sombra de Sarkozy" e a filha de imigrantes cabo-verdianos. Novo Governo de Macron vira à direita

É um "Governo mais à direita do que nunca". O desabafo é do líder dos socialistas franceses, Olivier Faure, numa crítica ao Presidente Emmanuel Macron pelas escolhas que fez para o novo Governo do país. …