Gasto de energia com bitcoins prestes a ultrapassar o consumo de todas as casas islandesas

Em 2018, as estimativas preveem que o gasto médio das operações de mineração de bitcons seja de 840 gigawatt-hora. Por sua vez, o consumo doméstico do país gasta cerca de 700 gigawatt-hora por ano. 

De acordo com a empresa energética HS Orka, com o grande crescimento da mineração de bitcoins na Islândia, a energia utilizada pelo processo está prestes a ultrapassar aquela que é produzida por todas as casas do país.

A Islândia têm cerca de 340 mil habitantes e a a maior parte da energia consumida pelo país vem das energias renováveis. Johann Snorri Sigurbergsson disse à BBC que “se todos os projetos se concretizarem, não haverá energia para tal”, dado o crescimento exponencial de candidatos e interessados na mineração de bitcoins.

O responsável da empresa não vê “as coisas a pararem brevemente” e afirma que tem recebido muitas chamadas e visitas de potenciais investidores ou empresas que querem construir centros de dados no país.

Segundo o Diário de Notícias, a empresa tem mais interesse em firmar contratos com quem esteja interessado em comprometer-se por alguns anos, mas o responsável sublinhou que existem tantos centros de dados propostos que não seria possível alimentar energeticamente todos eles.

As estimativas apontam que as operações de mineração de bitcoins vão usar, em 2018, cerca de 840 gigawatt-hora para manter os computadores e sistemas de refrigeramento dos equipamentos a funcionar. Por sua vez, o consumo doméstico do país gasta cerca de 700 gigawatt-hora por ano.

As criptomoedas são mineradas através de programas específicos que utilizam toda a capacidade dos processadores para realizar operações matemáticas, sendo um processo altamente dispendioso a nível de consumo energético.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. a atitude responsável será a de impor o investimento de uma parte do retorno obtido com esta matéria prima na investigação de alternativas que não devastem o ambiente.

      • Querem moeda verdadeira? tenham por base o ouro e não este dinheiro de fantasia que existe pelo mundo fora (e não estou a falar de bitcoins, não, mas sim do dinheiro que tu e eu levantamos no multibanco).

  2. O valor do ouro, platina, prata, cobre, aluminio, diamante, lítio e outros materias raros e caros está não só na sua beleza estética mas sim nas suas propriedades físicas e nas suas aplicações industriais. As moedas baseadas nestes materiais eram estáveis. O único problema que tinham era que os especuladores não conseguiam ganhar dinheiro fácil com elas. Quando os especuladores conseguiram que as moedas passassem a representar dívida dos estados subverteram os sistemas financeiros à sua vontade. As moedas electrónicas não representam nenhum bem material nem sequer a dívida de nenhum estado, representam apenas energia desperdiçada a calcular uns números sem qualquer valor real. Mas porque as moedas electrónicas não são controladas pelos especuladores do costume, dão uma certa ilusão de liberdade… mas no fundo são apenas uma bolha para lavagem de dinheiro e um desperdício de energia.

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …