Gasto de energia com bitcoins prestes a ultrapassar o consumo de todas as casas islandesas

Em 2018, as estimativas preveem que o gasto médio das operações de mineração de bitcons seja de 840 gigawatt-hora. Por sua vez, o consumo doméstico do país gasta cerca de 700 gigawatt-hora por ano. 

De acordo com a empresa energética HS Orka, com o grande crescimento da mineração de bitcoins na Islândia, a energia utilizada pelo processo está prestes a ultrapassar aquela que é produzida por todas as casas do país.

A Islândia têm cerca de 340 mil habitantes e a a maior parte da energia consumida pelo país vem das energias renováveis. Johann Snorri Sigurbergsson disse à BBC que “se todos os projetos se concretizarem, não haverá energia para tal”, dado o crescimento exponencial de candidatos e interessados na mineração de bitcoins.

O responsável da empresa não vê “as coisas a pararem brevemente” e afirma que tem recebido muitas chamadas e visitas de potenciais investidores ou empresas que querem construir centros de dados no país.

Segundo o Diário de Notícias, a empresa tem mais interesse em firmar contratos com quem esteja interessado em comprometer-se por alguns anos, mas o responsável sublinhou que existem tantos centros de dados propostos que não seria possível alimentar energeticamente todos eles.

As estimativas apontam que as operações de mineração de bitcoins vão usar, em 2018, cerca de 840 gigawatt-hora para manter os computadores e sistemas de refrigeramento dos equipamentos a funcionar. Por sua vez, o consumo doméstico do país gasta cerca de 700 gigawatt-hora por ano.

As criptomoedas são mineradas através de programas específicos que utilizam toda a capacidade dos processadores para realizar operações matemáticas, sendo um processo altamente dispendioso a nível de consumo energético.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. a atitude responsável será a de impor o investimento de uma parte do retorno obtido com esta matéria prima na investigação de alternativas que não devastem o ambiente.

      • Querem moeda verdadeira? tenham por base o ouro e não este dinheiro de fantasia que existe pelo mundo fora (e não estou a falar de bitcoins, não, mas sim do dinheiro que tu e eu levantamos no multibanco).

  2. O valor do ouro, platina, prata, cobre, aluminio, diamante, lítio e outros materias raros e caros está não só na sua beleza estética mas sim nas suas propriedades físicas e nas suas aplicações industriais. As moedas baseadas nestes materiais eram estáveis. O único problema que tinham era que os especuladores não conseguiam ganhar dinheiro fácil com elas. Quando os especuladores conseguiram que as moedas passassem a representar dívida dos estados subverteram os sistemas financeiros à sua vontade. As moedas electrónicas não representam nenhum bem material nem sequer a dívida de nenhum estado, representam apenas energia desperdiçada a calcular uns números sem qualquer valor real. Mas porque as moedas electrónicas não são controladas pelos especuladores do costume, dão uma certa ilusão de liberdade… mas no fundo são apenas uma bolha para lavagem de dinheiro e um desperdício de energia.

RESPONDER

Augusto Inácio (de) novo diretor-geral do Sporting

O Sporting anunciou hoje, através de um comunicado, que o novo diretor-geral de futebol é Augusto Inácio, que regressa assim aos «leões» para substituir André Geraldes. No mesmo comunicado, pode ler-se que o presidente do Sporting, …

Morreu Júlio Pomar

O pintor e artista plástico português Júlio Pomar faleceu esta terça-feira, no Hospital da Luz, em Lisboa. Tinha 92 anos. O artista plástico português faleceu esta terça-feira, aos 92 anos, em Lisboa. O pintor modernista é …

Jovem britânico em fuga responde à polícia no Facebook (e é detido)

A polícia de West Yorkshire, no Reino Unido, fez um apelo no Facebook a pedir informações sobre o paradeiro de um jovem. O próprio desaparecido respondeu ao apelo e foi detido. No texto publicado na rede …

Casa de 600 mil euros pode custar liderança do Podemos a Pablo Iglesias

O líder do Podemos e a companheira, porta-voz do partido, poderão renunciar aos seus cargos de deputados devido à polémica compra de uma vivenda de 600 mil euros. Segundo o Diário de Notícias, o líder do …

Sim, há igrejas para ateus. E são cada vez mais

O declínio constante da religião no mundo ocidental está atualmente a rever-se no crescimento das chamadas igrejas ateístas. De acordo com o Pew Research Center, os "religiosamente não filiados" são agora o segundo maior grupo religioso …

Mais de 80% dos doentes sem acesso a cuidados paliativos

Entre 69 a 82% dos doentes que morrem em Portugal necessitam de cuidados paliativos, mas mais de 80% não os têm porque as respostas são insuficientes. Os maiores hospitais do país, incluindo o Instituto Português de …

Atentado no Afeganistão faz pelo menos 16 mortos e 38 feridos

Pelo menos 16 pessoas morreram e 38 ficaram feridas, na explosão de uma camioneta armadilhada em Kandahar, sul do Afeganistão, no momento em que agentes da polícia tentavam desarmadilhá-la, anunciaram as autoridades. "Os últimos números disponíveis …

Giuseppe Conte: um desconhecido sem experiência política para dirigir o Governo italiano

Giuseppe Conte é o nome proposto ao presidente pela Liga e pelo Movimento 5 Estrelas. O Presidente italiano, Sergio Mattarella, terá a última palavra em relação à escolha do primeiro-ministro. Giuseppe Conte. É este o nome …

Detidos por álcool e droga vão ser enviados para consultas médicas

Quem conduzir sob o efeito de álcool ou de estupefacientes vai ser encaminhado para consultas médicas em vez de ser punido com penas de prisão ao fim de semana ou trabalho comunitário. Retirar pessoas das cadeias …

Há 20 anos, com muito "cagaço", vulcões e o Gil, a Expo98 mudou Lisboa (e o país)

Foi há 20 anos que a Expo 98, inaugurada a 22 de Maio de 1998, transfigurou a zona oriental de Lisboa, mas também mudou a face do país, naquele que foi o primeiro grande evento …