O futuro da família real japonesa depende de um menino de 12 anos

Quando o príncipe Naruhito for proclamado imperador em maio, o seu sobrinho de 12 anos, o príncipe Hisahito, ascenderá ao segundo posto na linha de sucessão, sendo o último herdeiro varão possível.

A lei da Casa Imperial japonesa impede que as mulheres possam herdar o trono do Crisântemo. De facto, se se casam com um plebeu, deixam de fazer parte da família real, como aconteceu em 2004 para Sayako Kuroda, a filha do atual imperador Akihito e a sua esposa Michiko, que teve que pedir permissão especial para se casar e teve que renunciar ao seu título de princesa.

É um problema sério numa corrida muito pequena: dos seus atuais 18 membros, apenas cinco são do sexo masculino. Um deles é o próprio imperador atual, Akihito, de 85 anos e prestes a abdicar no próximo dia 30, numa cerimónia em que apenas membros masculinos adultos da família imperial podem participar.

O próximo soberano, Naruhito, e a sua esposa, a princesa Masako, tiveram apenas uma filha, a princesa Aiko, de 17 anos, que, com as regras atuais, é excluída da linha de sucessão. Isso deixa o príncipe Akishino, de 53 anos, irmão mais novo do futuro imperador e pai de Hisahito como o seu herdeiro imediato. Depois dele, o menino de 12 anos.

Akishino e a sua esposa, a princesa Kiko, tiveram outras duas filhas, a princesa Mako, de 28 anos, e Kako, de 25 anos. Como primos, nenhum deles pode reivindicar o trono. Mako, prometida ao plebeu Kei Komuro, deixará a família real em 2020. O casamento foi adiado no ano passado, com o argumento oficial de que o casal não estava suficientemente preparado, embora a imprensa japonesa tenha afirmado que a verdadeira razão eram problemas económicos da família do noivo.

A pressão sobre Hisahito será imensa, conta o jornal espanhol El País. Se as irmãs e os primos se casarem, caberá ao menino e à sua família imediata assumir todas as tarefas que caem sobre a dinastia real japonesa. Se não tiverem filhos, corre-se o risco de que uma linha de sucessão com mais de 2.600 anos seja interrompida.

Esta situação já caiu em Naruhito e Princesa Masako. As dificuldades de ter filhos e a pressão para conceber um filho do sexo masculino estão por trás de episódios de depressão sofridos pela futura imperatriz desde o casamento e a entrada na casa imperial.

Em princípio, e embora a sucessão esteja garantida para as próximas décadas, o governo japonês deve começar a estudar reformas na atual lei sálica. Assim, o Parlamento insistiu em que, em 2017, aprovasse a lei extraordinária para permitir que Akihito abdicasse, algo que não estava previsto anteriormente nas normas reais. Akihito é o primeiro imperador que renuncia ao trono em dois séculos e o faz por motivos de saúde.

Tóquio garantiu que abrirá o debate sobre a reforma logo após dia 1 de de maio, quando Naruhito assumirá o trono para substituir o pai. O governo do primeiro-ministro conservador, Shinzo Abe, parece desanimado com a possibilidade de mudar as regras para permitir que uma mulher se torne uma imperatriz.

Contudo, a opinião pública concorda com a ideia de uma mulher no trono. Segundo uma sondagem publicada pelo jornal Yomiuri Shimbun em novembro, dois terços do povo japonês acolhem a possibilidade de ter uma imperatriz a representar a nação no futuro.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Acho que uma mulher se tornaria Imperadora. Imperatriz seria a mulher do Imperador. Digo isto aplicando o exemplo de embaixadora vs embaixatriz. O princípio a aplicar deveria ser o mesmo.

    • Calinadas do infeliz aborto horto grafico…
      Definindo embaixadora a mulher que exerce do cargo e embaixatriz a esposa de um embaixador, deveríamos ter palavras distintas para a esposa do rei e para a mulher que reina. Ou seja, se chamamos raínha a Isabel II de Inglaterra, o que chamaríamos a Letizia, esposa do rei Filipe VI de Espanha????

  2. Em Inglaterra o marido da rainha não pode ser rei, por isso é principe consorte. Em Portugal os maridos das duas rainhas que tivemos foram reis. Um era português, o outro ‘Alemão’. Penso que o protocolo de ambos os países, Portugal e Espanha, permite que haja e/ou houvesse sempre reis.

  3. Ora isto resume-se: o povo, quer obrigar a umas orgias, até que alguém emprenhe.. Já quero fazer parte dessa carreira!

RESPONDER

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …