Governo japonês aprova proposta de lei para abdicação do imperador Akihito

Achilles Tsantarliotis, USMC / Wikimedia

O imperador do Japão, Akihito, numa cerimónia com a imperatriz Michiko em 2009

O imperador do Japão, Akihito, numa cerimónia com a imperatriz Michiko em 2009

O conselho de ministros japonês aprovou um projeto de lei especial que autoriza a abdicação do imperador, uma modalidade excecional e válida apenas para o atual, Akihito.

O diploma vai ser enviado durante o dia à Dieta (Parlamento), onde o Executivo espera que seja aprovado, sem grandes obstáculos, em meados do próximo mês.

Se tudo correr como previsto, o imperador Akihito poderá renunciar às funções até ao final do próximo ano, deixando o filho mais velho, Naruhito, aceder ao trono do Crisântemo no início de 2019, de acordo com a imprensa nipónica.

Se Akihito abdicar vai tornar-se no primeiro a tomar esta decisão nos últimos 200 anos. A última vez que um imperador abdicou do trono foi em 1817 com Kokaku.

O governo liderado por Shinzo Abe considerou que o momento ideal para a abdicação é dezembro de 2018, altura em que o imperador cumpre 85 anos e completa três décadas no trono.

Esta legislação especial foi criada especificamente para Akihito, depois de o imperador ter manifestado, no verão passado, a vontade de abdicar devido à idade avançada e uma saúde enfraquecida.

A lei foi concebida para prevenir futuras abdicações, atendendo aos problemas com que a família imperial se tem vindo a deparar no plano das sucessões.

A questão da sucessão voltou a surgir, depois de a princesa Mako, de 25 anos e neta de Akihito, ter anunciado há três dias que vai casar-se com um colega de universidade, perdendo a condição de membro da realeza.

Além de não permitir a abdicação, a lei de 1947 que rege a Casa Imperial eliminou as chamadas ramificações colaterais, pelo que todas as mulheres da família real perdem o estatuto de realeza ao contrair matrimónio com um plebeu, algo que reduziu substancialmente o número de membros do trono do Crisântemo.

O casamento de Mako vai reduzir a 18 o número de membros da dinastia reinante mais antiga do mundo.

Dos 18, apenas três, excluindo Akihito, são homens com acesso ao trono: o príncipe herdeiro Naruhito (57 anos), o irmão Akishino (51 anos) e o filho deste, Hisahito, de 10 anos e irmão mais novo da princesa Mako.

Apesar de abdicação ter sido um fenómeno comum ao longo da história japonesa, o trono do Crisântemo também chegou a ser ocupado por mulheres (a última no século XVIII), possibilidade que a lei de 1947, permitindo apenas a sucessão masculina.

Akihito chegou ao trono aos 55 anos, a 7 de janeiro de 1989, depois da morte do pai, o imperador Hirohito.

Os cinco anteriores imperadores do Trono do Crisântemo morreram em funções: Hirohito (1926/1989), Taisho (1912/1926), Meiji (1867/1912), Komei (1846/1867) e Ninko (1817-1846).

De acordo com a Constituição pacifista japonesa, o imperador desempenha “funções de representação do Estado” e é “o símbolo da nação e da unidade do povo”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Renault constitui-se assistente em processo contra Carlos Ghosn para "fazer valer os seus direitos"

A fabricante automóvel Renault anunciou na segunda-feira que se constituiu assistente no processo de investigação do seu antigo presidente Carlos Ghosn por abusos de bens sociais e branqueamento. Segundo noticiou a agência Lusa, em comunicado, citado …

Agentes do ex-Benfica Luka Jovic são suspeitos de branqueamento de capitais

Os agentes do antigo jogador do SL Benfica Luka Jovic, Fali Ramadani e Nikola Damjanac, são suspeitos de terem branqueado mais de 10 milhões de euros em Espanha. Os empresários Fali Ramadani e Nikola Damjanac, da …

Túmulos reais do Taj Mahal limpos pela primeira vez em 300 anos para receber Trump

Os túmulos reais do Taj Mahal foram limpos pela primeira vez em 300 anos como parte da preparação da visita do Presidente norte-americano, Donald Trump, à Índia, escreve o portal Newsweek citando média locais. Donald …

Microsoft revela novos detalhes da Xbox Series X

A Microsoft revelou novos detalhes da Xbox Series X, a principal corrente à Playstation 5 e à Nintendo Switch. A consola vai ser equipada com "12 Teraflops" e memória interna SSD. A Microsoft quer apostar forte …

OMS sobre Covid-19: O mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia

O especialista que liderou a equipa da Organização Mundial de Saúde (OMS) enviada à China disse hoje que o mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. Bruce Aylward, médico canadiano especialista …

Um quinto das florestas australianas arderam devido a seca extrema

Os incêndios recentes "sem precedentes" que destruíram um quinto das florestas australianas estão ligados a uma seca de vários anos, devido às alterações climáticas, segundo um estudo publicado na segunda-feira. Os climatólogos estão, atualmente, a estudar …

Auditorias aos estádios da I Liga devido a casos de racismo começam amanhã

As auditorias aos estádios onde se realizam jogos da I Liga de futebol, motivadas pelos recentes atos de violência e racismo, vão decorrer até março, diz o Ministério da Administração Interna. As auditorias à segurança dos …

Liverpool já tem tantas vitórias como o invencível Arsenal de Wenger

O Liverpool operou esta segunda-feira a reviravolta sobre o West Ham (3-2) e evitou a primeira derrota na Liga inglesa de futebol, repondo a vantagem de 22 pontos para o Manchester City, no jogo que …

Lenine Cunha campeão de triplo e pentatlo em atletismo adaptado

O atleta paralímpico português Lenine Cunha sagrou-se, esta terça-feira, campeão mundial de triplo-salto e pentatlo, em Torun, na Polónia. Ana Filipe venceu a prova de triplo-salto no feminino. Lenine Cunha venceu a medalha de ouro, esta …

Kroos: Não foi fácil "adaptar-nos à falta de 40 ou 50 golos" de Ronaldo

Toni Kroos assumiu que foi difícil para o Real Madrid superar a saída de Cristiano Ronaldo. O alemão realçou a falta dos 40 ou 50 golos marcados pelo português fizeram-se sentir. Em entrevista ao The Athletic, …