Frota do Estado: carros a gasóleo, poluentes e com mais de 15 anos

De acordo com o levantamento mais recente feito pelo Ministério das Finanças, só existe um veículo a gás, 17 híbridos e 55 elétricos.

Entre as viaturas da administração direta e indireta do Estado, incluindo gabinetes ministeriais, só existe um veículo a gás. Segundo o Público, cerca de 17 automóveis são híbridos e 55 são movidos a eletricidade. Isto significa que a grande maioria (73%) é a gasóleo.

Este é o exemplo dado pelo Estado português, de acordo com os dados oficiais do mais recente relatório do Parque de Viaturas do Estado (PVE), realizado pelo Ministério das Finanças em dezembro de 2017.

Além disso, a idade média das viaturas também tem vindo a aumentar ao longo dos anos. O diário dá conta de que, se em 2010 a média era de 12 anos; em 2017 subiu para 25,3 anos, sendo que apenas 11% dos automóveis do PVE têm menos de quatro anos.

Francisco Ferreira, presidente da associação ambientalista Zero, destaca também o facto que o Governo não ter cumprido o despacho de 2014, que fixa as quotas de emissões de dióxido de carbono (CO2) dos veículos a adquirir.

Segundo o jornal, o Estado comprou ou alugou menos carros ecológicos do que aquilo que era suposto, sendo que em vez de privilegiar este tipo de veículos, preferiu os mais poluentes.

Francisco Pereira realça alguns “sinais preocupantes”, como facto de 39% das 277 aquisições ao longo do ano de 2017 terem sido veículos poluentes, quando o permitido para este tipo de automóvel era de apenas 5%.

Além disso, num total de 25.640 veículos, em que 40% pertencem às forças de segurança, apenas 1.432 se inserem nos segmentos A, B e C: ou seja, “mais de 90% são altamente poluentes“, refere o presidente da Quercus, João Branco.

É revelador de que não tem sido dada muita atenção às questões ambientais. Já há híbridos há muitos anos e o Estado tem apenas 17, sendo que todos os anos há compra de carros e abatimentos. Por outro lado, a idade média de praticamente 16 anos por veículo significa que emite muito mais CO2 do que um carro atual”, acrescenta o responsável da associação.

O Público questionou o Ministério do Ambiente, liderado por Matos Fernandes, mas não obteve resposta sobre a violação das metas estabelecidas pelo anterior Governo de Pedro Passos Coelho.

Na semana passada, Matos Fernandes afirmou em entrevista ao Jornal de Negócios que os carros a gasóleo terão pouco ou nenhum valor comercial dentro de quatro anos, gerando uma grande polémica no setor.

“Alarmistas, altamente preocupantes, reveladoras de uma enorme ignorância sobre a matéria e de um absoluto desrespeito pelos consumidores”, foi a reação de Carlos Barbosa, presidente da ACP, às declarações do ministro.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É um facto que os carros diesel vão acabar, assim como os gasolina, GPL e, provavelmente, num futuro distante, os eléctricos. É a consequência natural do desenvolvimento. Tal como acabou o transporte a cavalo e as próprias carroças. No auge da era do vapor também não conseguíamos ver mais adiante. Neste caso não será diferente. Mas falar-se em 4 anos, especialmente num país como Portugal em que a média do parque automóvel se situa nos 12 anos, os rendimentos e os impostos são o que são, e a cultura (conservadora), roça a boçalidade. No fim de tudo isto, são conhecidos estes dados. O Estado português no seu melhor. Façam o que eu digo, não o que eu faço!!

  2. E os navios de cruzeiro que param em frente a Alfama. Certamente poluem mais que todos os carros a gasóleo existentes em Lisboa, mas disso ninguém fala.

RESPONDER

PCP quer reposição da reforma aos 65 anos

O Partido Comunista Português propôs esta quinta-feira, no debate na especialidade do Orçamento do Estado de 2020 (OE2020), a reposição da idade legal de reforma nos 65 anos e dos 25 dias de férias na …

OE2020. Carga fiscal é ainda maior do que o previsto, alerta UTAO

O conceito de carga fiscal usado pelo Ministério das Finanças na proposta orçamental não corresponde ao utilizado pelo INE e pela Comissão Europeia, afirma a UTAO, dando que o valor é “ainda maior” do que …

A matemática ensina-lhe como tirar a chávena de café perfeita

Através de um modelo matemático, uma equipa de cientistas conseguiu encontrar a forma perfeita de fazer uma chávena de café expresso. Para além de ser mais saboroso, há um menor desperdício. Já alguma vez se perguntou …

Irmã de Isabel dos Santos desafia empresária a devolver 75 milhões a Angola

A ex-deputada do MPLA Welwitschia (Tchizé) dos Santos desafiou esta quinta-feira a irmã Isabel a devolver 75 milhões de euros ou dólares a Angola "para resolver o problema", argumentando que "Angola é de todos". "Como cidadã, …

Dakar novamente de luto. Morreu o piloto holandês Edwin Straver

Morreu o piloto holandês Edwin Straver, que estava internado em estado crítico na sequência de uma queda de mota no rali Dakar, na Arábia Saudita. Edwin Straver, piloto de 48 anos da KTM, estava hospitalizado em …

Armas roubadas ao exército suíço encontradas em Vila Nova de Paiva

Um homem foi identificado pelo núcleo de investigação de Moimenta da Beira da GNR, distrito de Viseu, por posse armas que tinha sido roubadas ao exército suiço, avança a agência Lusa esta sexta-feira.  As armas estavam …

Criada molécula capaz de aproveitar todo o espectro da luz solar

Uma equipa de químicos da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos, criou pela primeira vez uma molécula capaz de recolher energia de todo o espectro da luz solar, releva um novo estudo. A nova …

O gás escondido no halo da Via Láctea está a escaldar

O XMM-Newton da ESA descobriu que o gás escondido no halo da Via Láctea atinge temperaturas muito mais quentes do que se pensava anteriormente e que tem uma composição química diferente da prevista, desafiando a …

Meio pombo, meio drone. O PigeonBot mostra como é que os pássaros voam

O PigeonBot procura explorar a morfologia das asas de um pombo e mostrar como é que eles voam. Um melhor entendimento disto pode ter aplicações na aeronáutica. Há muitos anos que o dom dos animais de …

Incêndios na Austrália permitiram descobrir canal mais antigo do que as Pirâmides do Egipto

Depois de a vegetação ter sido devastada pelos incêndios em Victoria, na Austrália, investigadores descobriram que este sistema de canais é significativamente maior do que se pensava. Desde setembro do ano passado que a Austrália enfrenta uma …