Fisco perdeu 1,2 milhões de euros por dia em dívidas que prescreveram

Nuno Fox / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O Estado deixou fugir 437,7 milhões de euros em impostos por pagar à Autoridade Tributária devido a dívidas prescritas em 2017. Uma verba que representa, em média, cerca de 1,2 milhões de euros por dia.

A Conta Geral do Estado (CGE) de 2017 publicada pela Direcção Geral do Orçamento (DGO) aponta que, em 2017, o valor das dívidas fiscais prescritas atingiu os 434,7 milhões de euros, número que representa uma queda de 31,1% face a 2016.

Estes valores respeitam a dívidas que o Fisco não conseguiu cobrar dentro do prazo de oito anos previsto pela lei. A maior parte refere-se a IVA, IRC e IRS que o Estado já não pode recuperar.

O Estado perdeu assim, em média, cerca de 1,2 milhões de euros por dia, em 2017, segundo as contas do Correio da Manhã.

Apesar dos números significativos, a DGO nota que o valor das dívidas “cuja impossibilidade legal de cobrança foi verificada, evidencia um forte decréscimo do valor das dívidas prescritas, o que resulta do trabalho que tem vindo a ser realizado ao longo dos anos anteriores no sentido do saneamento da carteira da dívida”. Em 2016, as dívidas fiscais prescritas ascenderam a 631,1 milhões de euros.

A maior parte (60,9%) das dívidas prescritas em 2017 dizem respeito ao Imposto Sobre o Valor Acrescentado (IVA), cujo montante foi de 264,7 milhões de euros, uma redução de 30,9% comparando com 2016.

Quanto ao Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC), as dívidas prescritas atingiram 94,8 milhões de euros no ano passado, menos 30,7% do que no ano anterior.

Prescreveram ainda 48 milhões de euros em dívida relativos ao Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), uma queda de 35,3% relativamente a 2016.

Por sua vez, as dívidas prescritas de juros compensatórios atingiram 24,9 milhões de euros, as de juros de mora 1,7 milhões e imposto de selo 600 mil euros.

A CGE mostra ainda que a receita do Estado decorrente da cobrança coerciva de dívidas fiscais foi, em 2017, de 845,4 milhões de euros, uma redução de 33,1% face ao ano anterior.

Olhando para os principais impostos verifica-se que foram cobrados coercivamente 228,9 milhões de euros de IVA, 201,8 milhões de IRS, 137,6 milhões de IRC e 133,6 milhões de euros de taxas, multas e outras penalidades.

Por sua vez, o valor das anulações de dívidas fiscais, em 2017, foi de 503,1 milhões de euros, uma redução de 22,2% face a 2016, com o IVA a contrariar esta tendência, já que o valor das anulações deste imposto registou um acréscimo.

As anulações de dívidas ocorrem, regra geral, em consequência da entrega de declarações fiscais de substituição pelos contribuintes e da procedência, parcial ou total, de processos de impugnação judicial e reclamação graciosa.

Em 2017, a receita líquida relativa aos impostos directos foi de 18.334,7 milhões de euros, um acréscimo de 3,2%, fortemente influenciado pelo desempenho do IRC.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. so nao cobram aos “grandes” o pequeno (povo) ate lhes tiram tudo para pagarem a divida.
    ate perdoaram dividas da BRISA
    só neste pais é que acontece isto

  2. Uma vergonha, um roubo a todos nós, portugueses cumpridores, que temos de levar com a célebre crise, por causa das inconsciências, incompetências e outras “encias” deste desgoverno em que estamos… Um verdadeira VERGONHA e um roube descarado aos portuguese.

Filósofo francês diz aos homens para violarem mulheres. "Eu violo a minha todas as noites"

O filósofo e escritor francês Alain Finkielkraut afimrou na quarta-feira, durante um programa da TF1 sobre casos de violação divulgados pelos media, que diz aos homens para violarem as suas mulheres. "Eu violo a minha …

Ex-administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da SATA

O antigo administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da transportadora aérea açoriana SATA, informou hoje o executivo regional. "O presidente do Governo [Regional], Vasco Cordeiro, comunicou à Assembleia Legislativa o nome de Luís …

Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de …

Face Oculta. MP pede 12 anos e 10 meses para Manuel Godinho

O Ministério Público (MP) defendeu esta sexta-feira a aplicação de uma pena única de 12 anos e 10 meses de prisão para o sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, durante a audiência …

Maioria acredita que Governo vai durar quatro anos

Uma sondagem da Aximage revela que a maioria das pessoas entrevistadas acredita que António Costa vai concluir a sua legislatura, mesmo com um Governo que consideram de "estrutura exagerada". Uma sondagem da Aximage para o Jornal …

Tecnologia usada em Marte ajuda a detectar fugas de água em Gaia

Um sistema "pioneiro em Portugal" que recorre a tecnologia usada em Marte, para detectar água, está a ser utilizada pela empresa municipal Águas de Gaia, em Vila Nova de Gaia, para detectar fugas no sistema …

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …

Esquerda chumba equiparação do comunismo ao nazismo

A resolução do Parlamento Europeu que condena em termos iguais o nazismo e o comunismo extremou esta sexta-feira as posições na Assembleia da República. A direita acusou a esquerda de ter duas medidas para avaliar as …