Fisco fez “reflexão” sobre Operação Stop para apanhar devedores, mas não viu nada de ilegal

(dr) Laura Haanpaa

A forma não foi a ideal, mas não encerrou nada de ilegal. Esta é a conclusão da Autoridade Tributária (AT) quanto à “Operação Stop” realizada numa rotunda de Valongo, no distrito do Porto, para apanhar contribuintes com dívidas fiscais. O processo termina após uma “reflexão” interna e sem quaisquer processos disciplinares.

A Autoridade Tributária (AT) divulgou as conclusões do inquérito realizado à acção do Fisco que decorreu numa rotunda de Valongo, no distrito do Porto, em Maio deste ano. Intitulada “Acção sobre Rodas”, a Operação Stop do Fisco visou “apanhar” contribuintes com dívidas fiscais em plena estrada, prevendo a apreensão de viaturas, no caso de estes não as saldarem.

O inquérito interno aberto e cujas conclusões são agora reveladas nota que houve “uma mobilização de meios desproporcionados” e que a cobrança coerciva poderia ter sido feita usando “meios que evitariam a exposição pública dos trabalhadores da AT e dos executados”. Mas, apesar disso, “as faltas observadas não justificam a instauração de processos disciplinares”, salienta-se no documento publicado no Portal das Finanças.

Não se observou ilegalidade susceptível de pôr em causa a sua validade, uma vez que, desde que enquadrados em processo de execução fiscal, tais actos são legais e válidos, ainda que sejam realizados externa e pessoalmente junto dos devedores e, se necessário, com o apoio das forças de segurança”, aponta a AT.

O documento também vinca que, embora não haja consequências disciplinares do episódio, a análise permitiu fazer “uma reflexão sobre a necessidade de adopção de medidas que habilitem os serviços centrais da AT a intensificar a coordenação geral e a supervisão de procedimentos executivos de massa ou que possam vir a ter maior exposição pública”. Portanto, fica a lição para o futuro.

A AT ainda esclarece que “a metodologia adoptada consistiu na identificação, por simples controlo visual, de matrículas de veículos em circulação cujos proprietários tinham dívidas em processos de execução fiscal, caso em que os trabalhadores da AT davam indicação aos elementos da GNR para imobilizar as viaturas, ao que se seguia o atendimento dos devedores em postos móveis criados para o efeito, onde era possível validar, em tempo real, através da consulta às aplicações informáticas da AT, a existência de dívidas em condições legais de justificar a penhora de bens ou apreensão de veículos já penhorados e em circulação”.

Em quatro situações, os condutores que foram parados não eram os devedores identificados pela AT, uma vez que a propriedade do carro já tinha sido transferida. Dos contribuintes abordados, 17 já tinham pago as dívidas, mas o sistema informático ainda não tinha essa informação registada, e 2 contribuintes tinham sido “declarados insolventes”.

Do total de 4576 matrículas monitorizadas, as autoridades mandaram parar 93 veículos respeitantes a 88 devedores. “Foram efectuadas 3 penhoras de veículos, 2 apreensões de veículos penhorados que se encontravam em circulação e apresentados no local 17 pedidos de pagamento em prestações e recebidos 40 pagamentos”, revela a AT.

O relatório confirma que a acção foi planeada e executada pela Direcção de Finanças do Porto, cujo responsável da altura, José Oliveira e Castro, se demitiu do cargo na sequência da polémica, mas não revela se as entidades máximas do Fisco tiveram conhecimento dela.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …