Os momentos finais do ARA San Juan não foram milissegundos, mas horas

(dv) Armada Argentina / EFE / EPA

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina

A comissão oficial que investiga o desaparecimento do submarino argentino concluiu que  a nave apresentou uma série de problemas durante um longo período de tempo.

O relatório da comissão oficial que investigou o desaparecimento do submarino argentino ARA San Juan, integrada pelos contra-almirantes Adolfo Trama e Alexandre Kenny e o capitão Jorge Bergallo – pai de um dos tripulantes desaparecidos -, foi dado a conhecer aos meios de comunicação na quarta-feira.

Os três especialistas designados pelo Minstério da Defesa do país sul-americano concluem que os momentos finais da nave foram marcados por uma série de acontecimentos ao longo de várias horas. Desta forma, desmentem a hipótese inicial, segundo a qual uma explosão teria acabado com o submarino em 40 milissegundos.

Segundo o diário La Nación, os membros da comissão chegaram a esta conclusão depois de analisar outros casos semelhantes ocorridos antes, dialogar com os responsáveis pela reparação do submarino, assim como com outros especialistas internacionais e com a Organização do Tratado de Proibição de Ensaios Nucleares, a que detetou a “anomalia hidroacústica” a 15 de novembro, o último dia que teve contacto com o ARA San Juan.

Nova teoria

Os especialistas aclararam que a possibilidade de comprovar definitivamente a sua hipótese só seria possível se se encontrasse o submarino ou os seus restos. No entanto, deram explicações sobre o que consideram ter acontecido, revela a RT.

Em primeiro lugar, teria sido declarado um incêndio na proa, concretamente no tanque de baterias, quando entrou água através do snorkel. Esta situação obrigou o ARA San Juan a sair à superfície durante uma tempestade na noite de 14 de novembro. O processo para parar o fumo e hidrogénio pode ter-se prolongado durante horas num contexto complicado devido às condições climatéricas.

Uma vez solucionado (parcialmente) o problema, a nave voltou a submergir para alcançar a base naval do Mar de Prata e ali continuar com as reparações. No entanto, nesse momento pode ter-se desencadeado um novo incêndio.

Isto terá feito com que a tripulação perdesse o controlo da nave, que se teria afundado no fundo do mar. Nesse contexto, ter-se-ia produzido a explosão detetada por vários sensores internacionais que, para os especialistas do Ministério da Defesa, se tratou de uma implosão provocada pela pressão da água a tanta profundidade.

Opções descartadas

Neste sentido, as teorias que falavam de falhas prévias ou da possibilidade de tivesse sido abatido por outra embarcação que estivesse à superfície foram descartadas.

Assim, foi também descartada a ideia de que o submarino poderia ter sofrido um ataque com torpedos, já que o registo da explosão não coincide com esse tipo de ações.

Ao analisar as coordenadas que a tripulação foi dando, os especialistas puseram de parte a possibilidade de que o submarino tivesse navegado para perto das ilhas Malvinas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já alguém contactou o especialista de submarinos português ? Decerto o Paulo Portas deverá ter ideias sobre o desaparecimento…

RESPONDER

Redes sociais apertam Trump. Facebook elimina publicação, Twitter deixa ultimato

A rede social Facebook apagou esta quarta-feira, pela primeira vez, uma publicação do Presidente norte-americano, Donald Trump, alegando que em causa estava um conteúdo com afirmações falsas sobre a covid-19. Em causa está um vídeo …

Morreu a atriz e encenadora Fernanda Lapa

A atriz e encenadora faleceu, esta quinta-feira, aos 77 anos, em Cascais, onde estava hospitalizada, anunciou a Escola de Mulheres, companhia que dirigiu desde a sua fundação. "É com profundo pesar e imensa tristeza que a …

PJ acredita ter detido homem que ateou fogo que matou animais em canil de Santo Tirso

A Polícia Judiciária (PJ) está "convencida" de que o autor do fogo que teve origem em Valongo e se estendeu a Santo Tirso, onde dezenas de animais morreram, é um eletricista que foi esta quarta-feira …

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …