Nas Filipinas, há profissionais de saúde a tirar férias. Tudo porque não foram vacinados contra a covid-19

Esta semana, nenhum profissional de saúde foi vacinado nas Filipinas. O medo e a ansiedade são crescentes e levam muitos destes profissionais a tirar férias ou a pedir a demissão.

Profissionais de saúde filipinos revelaram ao NPR que muitos colegas estão a tirar férias ou, até, a pedir a demissão por não terem sido vacinados contra a covid-19, numa altura em que o país enfrenta uma grave crise de saúde pública, na sequência da pandemia.

O Presidente do país, Rodrigo Duterte, admite que há atualmente “uma disputa” pelas vacinas contra o SARS-Cov-2 e que, apesar de o futuro parecer um pouco mais promissor, existem alguns senãos.

As Filipinas preparam-se para a chegada das suas primeiras vacinas contra a covid-19 e Duterte já confirmou a capacidade de armazenamento ultracongelado, indicando que a entrega acontece até ao final do mês.

O país vai receber as primeiras doses da vacina Pfizer a um preço reduzido, graças à COVAX, uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde, criada para garantir que a disputa pelas vacinas entre os países ricos não prejudica os países mais pobres e que vai ajudar 92 países.

Um porta-voz da task force para a covid-19 das Filipinas disse ao NPR que as 117 mil doses da vacina (de duas tomas) que o COVAX providenciou chegam apenas para vacinar 56 mil dos cerca de 1,7 milhões de profissionais de saúde que lideram a lista de prioritários.

Charles Marquez, médico comunitário na ilha de Mindanao, revelou ao portal que muitos trabalhadores da linha da frente estão com muito receio. Há médicos e enfermeiras a colocar as suas vidas em risco diariamente para salvar pacientes com covid-19 e, em simultâneo, lutam contra a “fadiga, depressão e stress“.

Marquez revelou ainda que o stress de trabalhar num “ambiente tão perigoso” tem prejudicado a saúde de muitos dos seus colegas. Há profissionais de saúde que ligam só para avisar que estão doentes – não por estarem infetados com o vírus, mas por causa do “stress e ansiedade”.

Além disso, “os profissionais de saúde perderam a confiança no Governo“. As declarações são de Willy Pulia, presidente da Alliance of Philippine Workers, que acrescentou que as pessoas que elaboram a política de vacinas “não são as pessoas adequadas para lidar com esta pandemia.”

Os profissionais de saúde também demonstram preocupações em relação à vacina chinesa Sinovac. Atualmente, só a Pfizer recebeu autorização de uso de emergência nas Filipinas.

O país garantiu 25 milhões de doses do fabricante chinês, e uma pequena remessa deve chegar já este mês. No entanto, a empresa não divulgou dados detalhados de eficácia nem partilhou descobertas através de uma revisão internacional por pares. A falta de transparência deixou os profissionais de saúde filipinos apreensivos.

Certo é que a pandemia expôs anos de subinvestimento em saúde pública nas Filipinas, o que encorajou os profissionais médicos do país a procurarem no estrangeiro empregos com melhor remuneração. O resultado tem sido uma escassez aguda de profissionais de saúde no país.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Moedas quer demissão de Medina por alegado envio de dados à Rússia

O candidato do PSD à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, disse hoje o presidente Fernando Medina terá de se demitir, caso se confirme que a autarquia enviou para a Rússia dados de três pessoas que …

Portugal 4-0 Israel | Goleada e muito Bruno antes dos jogos "a doer"

Portugal segue viagem para Budapeste e para o EURO 2020 moralizado por uma vitória tranquila sobre Israel, num jogo que dominou de princípio a fim e em que os golos surgiram nos minutos finais de …

"Queres ganhar mais dinheiro? Rescinde e vai fazer outra coisa"

Paulo Borrachinha queria ganhar mais por cada combate no UFC. O presidente da competição leu e criticou o brasileiro. Paulo Costa, mais conhecido como Paulo Borrachinha no Brasil, iria lutar contra Jared Cannonier no dia 21 …

Principal rival do príncipe herdeiro da Arábia Saudita desapareceu após detenção

Um processo judicial norte-americano que envolve o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, devido a uma suposta violação de um contrato, revelou algo inesperado: o desaparecimento do seu principal rival. Apesar de ser apenas …

"Vitória histórica". Israel é o primeiro país a proibir o comércio de peles de animais para moda

Israel proibiu hoje por decreto ministerial o comércio de peles de animais para a moda, tornando-se no primeiro país a aprovar essa estrita legislação, anunciou o Ministério do Ambiente. “O comércio de peles de animais, importação …

Dia de Portugal vai ter um eclipse solar. Fenómeno visível em todo o país

Amanhã (Dia de Portugal) vai ocorrer um eclipse anular do Sol. No entanto, em todo o território português será um eclipse parcial, de acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL). Um eclipse anular acontece quando …

Apenas um terço dos adultos americanos tomaria uma pílula da imortalidade

Uma nova pesquisa com cerca de 900 norte-americanos adultos revelou que nem todas as pessoas querem viver para sempre. Dos inquiridos, apenas 33% responderam que gostariam de tomar uma pílula que lhes permitisse viver para …

Novo teste rápido confirma vacinação contra a covid-19 em cinco minutos

Um novo teste rápido ao sangue pode confirmar se uma pessoa já foi imunizada contra a covid-19, enquanto espera para embarcar num avião ou entrar num evento desportivo, por exemplo. Com a reabertura da sociedade, a …

Joe Biden reverte decisão de Donald Trump e não vai banir o TikTok

Joe Biden, o presidente dos EUA, vai revogar esta quarta-feira a decisão do país de banir a rede social Tik Tok. A medida tinha sido tomada pelo seu antecessor, Donald Trump. A plataforma chinesa vai ficar …

Superliga Europeia: UEFA suspende processos "por enquanto"

Barcelona, Juventus e Real Madrid não são alvos de processos, para já. Clubes ingleses vão pagar 23 milhões de euros. A UEFA suspendeu temporariamente os processos disciplinares que tinha instaurado contra Barcelona, Juventus e Real Madrid, …