Filha de Eduardo dos Santos era contra nomeação da irmã para a Sonangol

A deputada do MPLA ‘Tchizé’ dos Santos, filha do ex-chefe de Estado angolano José Eduardo dos Santos, afirmou que a nomeação da irmã, Isabel dos Santos, para liderar a Sonangol, não fez sentido, face ao interesse nacional.

A posição foi assumida em entrevista à agência Lusa, em Lisboa, por Welwitschea ‘Tchizé’ dos Santos, considerada a filha mais próxima, politicamente, de ex-Presidente angolano.

Não era por falta de competência, pelo contrário. É porque já temos tão poucos empresários capazes de gerar os empregos que aquela empresária gerava, para que é que havia de estar a ir para o setor público? Era muito mais fácil nomear esta grande empresária consultora do presidente do conselho de administração” da petrolífera estatal, afirmou.

A empresária Isabel dos Santos foi nomeada em junho de 2016, pelo pai, José Eduardo dos Santos, presidente do conselho de administração da petrolífera angolana Sonangol.

“Do ponto de vista da capacidade de gestão, não há aqui dúvida nenhuma que era uma das melhores apostas a fazer. Mas do ponto de vista do interesse nacional eu acho que não fazia sentido”, enfatizou Tchizé dos Santos.

A nomeação foi envolta em polémica, com recursos em tribunal – recusados – alegando violação da lei da Probidade Pública, face à escolha da filha mais velha para aquele cargo por parte do Presidente angolano.

“Quando ela foi nomeada para a presidente da Sonangol também não concordei. Veementemente discordei e fiz de tudo para tentar impedir“, recordou Tchizé dos Santos, deputada no parlamento angolano há três legislaturas e a única presença do clã de José Eduardo dos Santos no Comité Central do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), partido no poder desde 1975.

Com a chegada de João Lourenço ao poder em Angola, eleito Presidente da República em agosto de 2017, sucedendo a José Eduardo dos Santos, Isabel dos Santos acabaria exonerada do cargo na Sonangol em novembro do mesmo ano, ao fim de cerca de 18 meses a liderar a petrolífera.

Não achava que fizesse sentido uma empresária, tão válida no setor privado, a melhor, a maior empregadora do setor privado, estar a ser desperdiçada para ir gerir apenas a Sonangol, porque ela ficava depois proibida, ou impedida, de estar depois nas outras empresas”, apontou ainda ‘Tchizé’ dos Santos.

A deputada e irmã de Isabel dos Santos alega que defendeu que a “experiência” da empresária devia ter sido usada de outra forma.

“Achava que, se calhar, fizesse mais sentido estar no Conselho da República, na área empresarial, e poder aconselhar o Presidente da República, poder assessorar o Presidente da República, poder reunir diretamente com o Presidente da República, o anterior e o atual”, disse recordando que Angola “não tem muitos empresários daquela dimensão”.

“Vamos ser realistas, em termos de performance, a Unitel é uma empresa muito mais transparente e muito mais bem gerida do que a Sonangol. Tal como é a ZAP, tal como é o Candando, tal como é o banco BIC”, exemplificou a deputada, aludindo a empresas angolanas em que Isabel dos Santos é acionista e administradora.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A primeira exolua alguma vez descoberta vai ficar escondida durante a próxima década

Uma boa exolua é difícil de encontrar e provar que a primeira lua em torno de um exoplaneta realmente existe pode levar até uma década. "Estamos a enfrentar alguns problemas difíceis em termos da confirmação da …

Por um euro, é possível comprar casa na cidade italiana do "Esplendor"

O município italiano de Sambuca, localizado na região italiana da Sicília, está a vender casas por um euro (1,14 dólares), visando travar o declínio populacional que a zona tem sofrido nos últimos anos.  A pequena cidade, cheia …

Pela felicidade dos professores, escola chinesa cria “licença do amor”

A escola secundária de Dinglan, localizada na cidade chinesa de Hangzhou, apresentou esta terça-feira a "licença do amor", que visa melhorar o humor dos seus professores e, consequentemente, o trabalho que fazem com os alunos. …

60% das espécies de café estão em risco de extinção

Pela primeira vez, o café integra a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie em vias de extinção. De acordo com um estudo publicado esta quarta-feira nas revistas ScienceAdvances e Global …

Norte-americanos morrem mais por overdose do que por acidente de carro

Pela primeira vez na História, os norte-americanos estão mais propensos a morrer por 'overdose' de opióides do que por acidente de carro, sendo a morte devido ao consumo excessivo destas substâncias considerada uma epidemia que …

Choques elétricos e chicotadas: relatório denuncia tortura de mulheres sauditas

Um relatório da Human Rights Watch ​​​​​denuncia que a Arábia Saudita prendeu e torturou ativistas e dissidentes, nomeadamente mulheres que lutam pelos seus direitos. Segundo o "Relatório Mundial 2019" da organização não governamental Human Rights Watch …

"Robôs" podem eliminar um milhão de empregos (e criar outros tantos) até 2030

A adoção da automação em Portugal pode levar à perda de 1,1 milhões de empregos na indústria e comércio até 2030, mas criar outros tantos na saúde, assistência social, ciência, profissões técnicas e construção. Segundo um …

Hacker Rui Pinto admite ser denunciante no Football Leaks

Os advogados de Rui Pinto, o alegado 'hacker' que terá acedido ilegalmente a e-mails do Benfica, defenderam esta quinta-feira a sua conduta, por denunciar "práticas criminosas", e vão opor-se à sua extradição da Hungria, onde …

Duarte Lima recorre para plenário do Constitucional e suspende ida para a prisão

Duarte Lima recorreu esta quinta-feira para o plenário do Tribunal Constitucional (TC) evitando que comece a cumprir a pena de seis anos de prisão a que foi condenado no caso BPN/Homeland, disse à agência Lusa …

Coreia do Norte pede assinatura de tratado de paz antes de nova cimeira com EUA

A imprensa norte-coreana pediu a assinatura do tratado de paz inter-coreano, numa altura em que é esperado nos Estados Unidos um alto dirigente norte-coreano, no âmbito da preparação de uma segunda cimeira bilateral. No editorial, o …