/

Farmacêutico que denunciou esquema de vacinas foi afastado do INEM

Vitó / Flickr

O farmacêutico que permitiu dar a conhecer o esquema para vacinar funcionários de uma pastelaria perto do INEM, no Porto, foi afastado das suas funções.

Nuno Ferreira, farmacêutico responsável pela Unidade Pré-hospitalar dos Serviços Farmacêuticos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) foi afastado das suas funções após ter questionado a direção sobre irregularidades na toma da segunda dose da vacina contra a covid-19, escreve o Correio da Manhã.

Em causa está a vacinação de 11 funcionários da pastelaria São Jorge, no Porto, próxima ao INEM, e do Transturística, um restaurante nas imediações.

António Rui Barbosa, o diretor regional do Norte que autorizou a vacinação demitiu-se na semana passada, justificando a vacinação de pessoas fora do INEM com o facto de terem sobrado doses.

O caso foi conhecido após Nuno Ferreira ter insistido para que os farmacêuticos do INEM fossem envolvidos na segunda toma da vacina, depois de inicialmente não terem integrado o planeamento e administração da primeira dose.

Nuno Ferreira integrava os quadros do Infarmed, como inspetor, mas estava em funções no INEM no âmbito da mobilidade interna. Esta segunda-feira, o INEM informou-o de que iria regressar ao Infarmed.

Contactado pelo Correio da Manhã, o Infarmed justifica que o processo de mobilidade já foi concluído. Por sua vez, o INEM diz que “foi entendimento do Instituto fazer cessar a mobilidade”, sem explicar a razão do afastamento.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.