Falta reembolsar (até domingo) 4% das declarações de IRS

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) processou, até quinta-feira, 96% das declarações de IRS entregues este ano, ordenando o reembolso de 2,25 mil milhões de euros aos contribuintes.

“A esta data [de 28 de julho] as ordens de reembolso são superiores às do período homólogo de 2015 em perto de 58 mil declarações, o que corresponde a um acréscimo de 2,34%”, afirma o Ministério das Finanças, que tutela a AT, em informação enviada à Lusa.

Segundo a mesma fonte, os 2,25 mil milhões de euros de reembolsos entregues este ano, relativos ao Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) entregue até ao final de maio, foram superiores em 262 milhões de euros aos entregues no mesmo período no ano passado (no valor total de 1,96 mil milhões de euros).

Até 28 de julho do ano passado o Fisco recebeu 2.460.352 declarações de IRS, menos do que as 2.517.938 declarações recebidas em igual período de 2015 (relativo aos rendimentos de 2014).

A AT ressalva que os dados hoje divulgados refletem as ordens de reembolso dados pelos serviços, tendo em conta que decorrem cerca de quatro dias entre a autorização de reembolso e a creditação na conta bancária do contribuinte.

PSD questiona Finanças sobre data prevista

O PSD solicitou ao Governo que faça um ponto de situação dos reembolsos de IRS, endereçando um conjunto de questões ao ministério das Finanças, nomeadamente sobre a data prevista para a conclusão do pagamento dos reembolsos de 2015.

Numa pergunta entregue esta sexta-feira na Assembleia da República, remetida por cinco deputados do PSD, são solicitados vários dados referentes a este ano e ao ano passado, designadamente o montante total já reembolsado, ou seja, efetivamente pago, em quatro datas de referência: 30 de abril, 31 de maio, 30 de junho e 31 de julho dos anos de 2015 e de 2016.

Os deputados do PSD questionam ainda qual o montante total ainda por reembolsar em cada uma das datas de referência, assim como qual o valor médio por sujeito passivo/agregado familiar dos reembolsos já efetivamente pagos e dos a realizar em cada uma das datas de referência.

São igualmente solicitados dados sobre o número de contribuintes cujo reembolso foi pago, independentemente da opção por entrega conjunta ou separada e a percentagem das declarações entregues cujo reembolso já foi pago em cada uma das datas de referência.

Na pergunta, que é assinada pelos deputados António Leitão Amaro, Duarte Pacheco, Cristóvão Crespo, Inês Domingos e Margarida Balseiro Lopes, é também pedido que seja indicado o número médio de dias que mediou entre a entrega da declaração e o pagamento do reembolso (entregas por via eletrónica e em papel e pagamentos por transferência bancária e por cheque).

Os parlamentares do PSD questionam também “qual a data prevista para a conclusão do pagamento dos reembolsos do IRS de 2015, relativamente às declarações entregues na 1ª e na 2ª fases (por via eletrónica e em papel; pagamentos por transferência bancária e por cheque)”.

No texto da pergunta, os deputados sociais-democratas fazem referência à “insuficiência, ou até mesmo ausência, de informação relativamente à situação individual das declarações de rendimentos dos contribuintes” por parte da Autoridade Tributária e Aduaneira, o que “tem gerado grande inquietação e desconfiança junto de um grande número de portugueses”.

“Tratou-se, efetivamente, de um processo pontuado, quer por diversos problemas informáticos que dificultaram a submissão das declarações por via eletrónica, quer por dúvidas não suficientemente esclarecidas pela Autoridade Tributária e Aduaneira, as quais criaram uma elevada incerteza junto dos contribuintes, quer, ainda, por desagradáveis surpresas relativamente aos montantes dos reembolsos, por comparação com os resultados apresentados pelo simulador”, dizem os parlamentares do PSD.

Os deputados sociais-democratas recordam ainda que em abril o ministro das Finanças prometeu que os primeiros reembolsos seriam efetuados no prazo de 25 dias a partir da data de entrega da declaração, à semelhança de anos anteriores, não existindo motivos para atrasos no pagamento dos reembolsos.

“Mais recentemente, surge a informação de que o Governo espera ter concluído o processamento de reembolsos até final do mês de julho, com exceção das situações consideradas mais complexas“, referem os deputados do PSD.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bielorrússia. Washington anuncia sanções financeiras e restrições de vistos

Os Estados Unidos impuseram esta segunda-feira novas sanções financeiras e restrições de vistos a dezenas de funcionários e entidades na Bielorrússia, em coordenação com a União Europeia, Reino Unido e Canadá. As medidas retaliatórias - que …

Uma provocação de Cristiano iniciou a reviravolta alemã

Opinião de Dietmar Hamann, depois de um toque "artístico" do capitão da seleção portuguesa, quando a Alemanha ainda perdia. Cristiano Ronaldo voltou a jogar para dar espetáculo, num momento do duelo entre Portugal e Alemanha no …

Fotografia mostra princesa Latifa em Espanha

Uma fotografia da princesa Latifa do Dubai, cuja situação preocupa a ONU depois de ter sido apanhada quando tentava fugir do emirado em 2018, foi divulgada esta segunda-feira numa rede social e descrita como tendo …

Microlino, o pequeno carro elétrico com teto dobrável, está cada vez mais perto da produção

Em desenvolvimento há mais de cinco anos, e originalmente com produção prevista para 2019, o terceiro protótipo do Microlino 2.0 da Micro Mobility Systems AG foi concluído. O terceiro protótipo do Microlino é o mais próximo …

Constitucional "absolve" (mas critica) socialista que chamou "cigana" a deputada

O Tribunal Constitucional (TC) anulou a decisão do PS de condenar o ex-eurodeputado, mas o presidente fez uma declaração de voto em que reprovou o "chocante racismo". O caso remonta a junho de 2017, quando Manuel …

EUA convida Coreia do Norte a retomar diálogo sobre armamento nuclear

Os Estados Unidos (EUA), a Coreia do Sul e o Japão convidaram esta segunda-feira Pyongyang a retomar o diálogo sobre armamento nuclear na península coreana, depois de o líder norte-coreano ter anunciado estar a preparar-se …

Polícias em protesto abandonaram parlamento (mas voltaram para trás)

A manifestação de elementos das forças de segurança pertencentes ao Movimento Zero abandonou esta segunda-feira, cerca das 15h30, o parlamento, alegadamente em direção ao Ministério da Administração Interna, mas a meio do percurso voltou para …

Sobrevivência da TAP depende da “implementação rigorosa” da reestruturação

O presidente executivo interino da TAP, Ramiro Sequeira, despediu-se esta segunda-feira dos trabalhadores sublinhando que a sobrevivência da companhia aérea dependerá da "implementação rigorosa" do plano de reestruturação. Num email enviado aos trabalhadores, a que a …

Novo (e nono) caso positivo de covid-19 no Euro 2020

Billy Gilmour não vai participar no último jogo da Escócia na fase de grupos, que pode terminar com uma qualificação inédita. Há mais um futebolista infetado pelo novo coronavírus, entre os que foram convocados para a …

Governo britânico estuda isenção de quarentena para vacinados

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira estar a avaliar a possibilidade de isentar de quarentena pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 que cheguem do estrangeiro, mas evitou falar sobre a expansão da “lista …