Sim, o Facebook estava mesmo a pedir a password do e-mail para validar contas

(td) ZAP; Anthony Quintano / Wikimedia

Mark Zuckerberg, o criador da rede social Facebook.

Para se registarem no Facebook, foi pedido a alguns novos utilizadores que fornecessem a palavra-passe do seu e-mail. A rede social defendeu que não armazenava as senhas, mas que iria deixar de as pedir.

Quando se pensava que o Facebook não podia piorar a sua má fama em relação à proteção de dados dos seus utilizadores, a empresa de Mark Zuckerberg voltou a surpreender tudo e todos. A rede social norte-americana pedia a palavra-passe do e-mail aos utilizadores com contas de e-mail Yandex e GMX, como parte do processo de verificação de conta.

O Mashable lança mesmo a suspeita de que, após obter acesso à palavra-passe, os contactos do correio eletrónico do utilizador seriam importados sem permissão.

A empresa defende-se alegando que havia outras opções de verificação para além desta. Contudo, as alternativas de validação da conta estavam “escondidas” atrás da pouco intuitiva opção “Precisa de ajuda?”.

Em resposta às acusações, o Facebook admitiu em comunicado ter percebido que “a verificação de conta através da palavra-passe não é a melhor opção e, por isso mesmo, vamos retirar essa funcionalidade“.

 

Mais 540 milhões de utilizadores expostos online

Investigadores da empresa de segurança informática UpGuard revelaram, esta quarta-feira, que foram descobertas duas bases de dados com informações pessoais de mais de 540 milhões de utilizadores do Facebook. Ambas eram de acesso aberto ao público.

No total, são mais de 146 gigabytes de informação pessoal que a UpGuard associou a uma empresa mexicana chamada Cultura Colectiva. Estes dados são relativos a mais de 540 milhões de utilizadores do Facebook e incluem nomes e IDs de contas, comentários, gostos, reações, e muitos mais.

A empresa de segurança UpGuard divulgou, no seu site, um relatório que dá conta da descoberta. Além disso, foi ainda denunciada uma segunda fuga de informação do Facebook. A culpada é um aplicação integrada na rede social chamada “At the pool”. Esta app expôs aproximadamente 22 mil passwords de utilizadores.

Para surpresa dos investigadores da UpGuard, os dados estavam armazenados numa cloud Amazon S3, sem proteção de palavra-passe. Assim sendo, esta informação pessoal dos utilizadores podia ser acessada praticamente por qualquer pessoa. Desde que o caso foi exposto, a “nuvem” já foi protegida ou colocada offline, informa a Gizmodo.

“O que liga as duas bases de dados é que ambas contêm informações sobre utilizadores do Facebook, descrevendo os seus interesses, relacionamentos e interações, que ficaram disponíveis para terceiros”, explicou a UpGuard no seu relatório.

Os investigadores garantem que notificaram via e-mail a Cultura Colectiva, nos dias 10 e 14 de janeiro, Até à data, não obtiveram resposta por parte da empresa espanhola que armazenava os dados dos utilizadores.

A UpGuard acusa o Facebook, alegando que os seus esforços para a proteção de dados são insuficientes e que “os dados dos utilizadores da rede social espalharam-se muito além dos limites que o Facebook consegue hoje controlar”.

Esta não é a primeira vez que a empresa de Mark Zuckerberg é associada a controvérsias semelhantes. Ainda em janeiro deste ano, foram expostos por comprarem dados pessoais de adolescentes por 20 dólares. E, no ano passado, o ZAP alertava para o facto das informações pessoais dos utilizadores portugueses estarem sob ameaça.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Fez-se História no Espaço com o primeiro passeio espacial feminino

As astronautas Jessica Meir e Christina Koch saíram esta sexta-feira da Estação Espacial Internacional (EEI) no primeiro passeio orbital sem a participação de homens, durante o qual repararão um controlo das baterias da estação. A saída …

UEFA proíbe Ajax de vender bilhetes

O Comité de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA proibiu o Ajax de vender bilhetes para o próximo encontro da Liga dos Campeões, em Londres, frente ao Chelsea, a 5 de Novembro, devido ao mau …

Aumenta para cinco número de mortos em desabamento de prédio no Brasil

O número de mortos no desabamento de um prédio residencial em Fortaleza, capital do estado do Ceará, no nordeste do Brasil, aumentou para cinco, segundo informações do corpo de bombeiros divulgadas esta sexta-feira pelas autoridades …

Cartel de Sinaloa abre fogo e obriga polícia a libertar filho de “El Chapo”

O filho de El Chapo, Ovidio Guzmán López, foi libertado depois de várias horas de violência que se seguiram à sua detenção e o ministro da Defesa argumentou com medidas de segurança para o fazer. O …

Portugal tem 796 mil “eleitores-fantasma”

Portugal tem mais 796 mil eleitores do que população residente com 18 e mais anos. O número de inscritos nos cadernos eleitorais, em território nacional, apresenta uma diferença de 9,3% face ao número de residentes …

Lenine Cunha e Ana Filipe conquistam mais duas medalhas nos INAS Global Games

Os portugueses Lenine Cunha e Ana Filipe conquistaram esta quinta-feira medalhas de prata e bronze, respetivamente, nos INAS Global Games, competição mundial para atletas com deficiência intelectual, que decorre em Brisbane, na Austrália. Os dois pódios …

Homem detido em França por ameaça de ataque inspirado no 11 de setembro

Um indivíduo identificado como sendo um radical islâmico foi detido em França acusado de terrorismo devido a uma ameaça de sequestro e ataque inspirado no atentado às Torres Gémeas, nos Estados Unidos, em 2001, anunciaram …

Nick Cave and The Bad Seeds regressam a Portugal em 2020

Dois anos depois do concerto no NOS Primavera Sound, no Porto, Nick Cave and The Bad Seeds vão regressar a Portugal no Campo Pequeno, em Lisboa. Os dois concertos, marcados para 22 e 23 de abril, …

Retirar amianto é 50 vezes mais barato do que tratar doente de cancro

A Quercus alertou esta sexta-feira que retirar uma cobertura de amianto de uma escola fica 50 vezes mais barato do que tratar um doente com mesotelioma, o cancro da pleura do pulmão provocado pela exposição …

Sócrates critica recusa do PS em fazer acordo escrito com o Bloco de Esquerda

O antigo primeiro-ministro José Sócrates critica a recusa do PS em fazer um acordo escrito de legislatura com o Bloco de Esquerda, considerando que revela "uma visão meramente utilitária" e que pode gerar "ressentimento" à …