Dados pessoais de utilizadores portugueses do Facebook ameaçados

Uma dezena de utilizadores portugueses do Facebook descarregou a aplicação que permitiu aceder indevidamente a dados pessoais de milhares de portugueses, revelou a Comissão de Proteção de Dados, adiantando estar a acompanhar o caso junto do Reino Unido.

“Há um conjunto de portugueses, a partir de uma dezena, ou pouco mais do que isso, que preencheram o tal questionário que permitiu o acesso indevido aos seus dados pessoais. A partir do preenchimento desses dados houve, de facto, acesso pela Cambridge Analytica a dados de milhares de cidadãos portugueses”, disse à Lusa, em entrevista, a presidente da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD), Filipa Calvão.

O Facebook tem estado desde abril no centro de uma polémica internacional que envolve também a empresa Cambridge Analytica, acusada de ter usado sem consentimento dados de milhões de utilizadores da rede social para elaborar um programa informático destinado a influenciar o voto dos eleitores e favorecer a campanha do Presidente norte-americano, Donald Trump.

A CNPD disse que “está a acompanhar” a atividade da autoridade nacional de proteção de dados que assumiu a competência daquele processo, a do Reino Unido: “Estamos a acompanhar, e num contexto de não podermos nós ir ao Reino Unido ou Irlanda por razões de soberania dos outros Estados”, disse Filipa Calvão.

A CNPD vai na próxima semana ao Parlamento, a pedido dos deputados, para prestar também esclarecimentos sobre este caso.

Filipa Calvão aconselha os utilizadores de redes sociais a terem “cuidado” quando descarregam aplicações, lembrando que nem todas “são ingénuas, porque algumas vêm com a intenção” de recolha de informação.

“E deve-se também ter contenção na informação que disponibilizamos nas redes sociais. Alguma contenção é bem vinda”, adiantou, explicando que, quando se entra numa rede social, tem de se ter noção da informação que se quer partilhar e também a noção de que, quando se partilha com amigos, essa informação é também analisada por quem gere o serviço rede social.

Depois da polémica que envolveu o Facebook, a rede social admitiu que faz essa análise de dados e registos, e também que cria um perfil dos utilizadores com base nessa informação e partilha-o com entidades parceiras, a quem vai transmitindo informação que muitos utilizadores julgavam ficar no círculo de amigos.

“E, quando estamos a fazer publicações, ou até a pôr um ‘gosto’, tudo isto é analisado e retiradas consequências práticas, que podem ser apenas mensagens publicitárias de ‘marketing’ até manipulação”, afirmou, explicando que, sabendo que um utilizador tem certo perfil, a entidade que gere a rede social pode reencaminhar-lhe informação selecionada.

“Tudo isto pode ter uma relevância grande em termos de democracia, porque começamos a limitar a fonte de informação e acabamos por condicionar, por exemplo, a formação da vontade política”, concluiu.

No início de abril, o Facebook admitiu à Comissão Europeia que os dados de pelo menos 2,7 milhões de utilizadores daquela rede social a residir na União Europeia podiam ter sido transmitidos de “maneira inapropriada” à empresa britânica.

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, revelou que um total de 87 milhões de utilizadores da rede social foram eventualmente afetados, dos quais 2,7 milhões de cidadãos da União Europeia.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ha alguns anos que digo ás pessoas que o Facebook é 1a das maiores pragas e porcarias da internet, todos me dizem que ñ se expoem e so vão la pra ver o que os outros postam (claro… 🙂 )
    pois continuem a confiar nessa bosta, fazem bem, continuem a expor a s suas vidas e detalhes pessoais, (moradas, fotos dos filhos pquenos e etc…), mas dps ñ se admirem quando a vida (incluindo a profissional) se começa degradar. e ate q os filhos desapareçam ( raptos e outros motivos)

RESPONDER

Boris Johnson quer transformar o Reino Unido "no melhor lugar da Terra"

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, defendeu esta segunda-feira uma economia "com muito comércio e impostos baixos" no Reino Unido depois de o país sair da União Europeia a 31 de outubro. Johnson "aspira a criar …

Duarte Lima vai ser julgado em Portugal pelo alegado homicídio de Rosalina Ribeiro

O Supremo Tribunal brasileiro determinou o trânsito em julgado da decisão de enviar para julgamento em Portugal o processo em que o ex-deputado português Duarte Lima foi acusado de homicídio da sua cliente Rosalina Ribeiro. Numa …

"Prisão não é solução". FC Barcelona reage à condenação dos independentistas catalães

O FC Barcelona criticou esta segunda-feora a decisão do Supremo Tribunal espanhol de condenar a penas de prisão efetiva os principais dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência da Catalunha, apelando ao diálogo. “Do mesmo modo …

CIP muda estatutos e António Saraiva recandidata-se ao quarto mandato

Uma alteração aos estatutos que será apreciada numa assembleia geral agendada para o dia 11 de novembro poderá vir a permitir que António Saraiva, atual presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal, se recandidate …

PS adia negociações com partidos de esquerda

Os socialistas vão adiar todas as reuniões com os partidos sobre as medidas para o Orçamento do Estado. O encontro com o BE estava marcado para amanhã e foi cancelado. O mesmo acontecerá com o …

Protestos continuam em Londres. Ativistas invadem centro financeiro

Centenas de ativistas pelo clima do grupo Extinction Rebellion invadiram esta segunda-feira o centro financeiro de Londres para manifestarem repúdio por as grandes corporações financiarem os combustíveis fósseis. Muitos manifestantes, protegidos da intensa chuva com lonas …

"Tenho muitas dívidas, muito financiamento por pagar"

Isabel dos Santos explicou em entrevista à Lusa a origem dos seus investimentos, salientando serem totalmente privados, o que a levou a criar muitas dívidas. Disse ainda que os empresários têm dificuldade em trabalhar e …

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …