Europa quer usar Mecanismo Europeu de Estabilidade (e Centeno pode ir buscar 6 mil milhões)

O jornal espanhol El País revelou algumas das medidas de apoio às economias da Zona Euro que estão a ser preparadas pelo Eurogrupo. Portugal pode aceder a 6,3 mil milhões de euros.

Os ministros da Finanças da Zona Euro deverão fechar, na terça-feira, um princípio de entendimento acerca da resposta conjunta à crise económica despoletada pela propagação de covid-19, que passará pelo alargamento do espectro de medidas de apoio a países e empresas, e que podem ser tomadas pelo Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE).

De acordo com documentos aos quais o jornal espanhol El País teve acesso, uma das medidas deverá passar pela criação de uma linha de crédito com uma capacidade de 80 mil milhões de euros para distribuir pelos países em proporção das quotas dos contributos para o MEE, da gravidade da pandemia e dos impactos económicos.

Este instrumento deverá ficar disponível por um período de até 12 meses e os financiamentos atribuídos deverão ter maturidade de três a cinco anos, ao custo mais reduzido possível.

No caso de Portugal, de acordo com o semanário Expresso, a chave de capital é de 2,4906% e corresponde a uma disponibilidade de acesso de dois mil milhões de euros.

Além disso, está prevista a adaptação de uma linha existente – nunca usada – com a capacidade para conceder aos países elegíveis crédito de até 2% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país. Esta linha de crédito estará disponível por 12 meses, renovável por mais seis e com maturidades entre cinco e dez anos.

Para Portugal, o montante potencial do empréstimo seria cerca de 4,3 mil milhões de euros.

A terceira forma de apoio financeiro deverá passar pelo Banco Europeu de Investimento, nomeadamente pela criação de um “Fundo de Garantia pan-Europeu de resposta ao Covid-19”.

Assim, de acordo com os cálculos do Expresso, Mário Centeno pode ir buscar em apoios europeus 6,3 mil milhões de euros.

Por outro lado, as duas economias com um impacto maior da pandemia até à data, Itália e Espanha, poderiam recorrer, no conjunto, a 85 mil milhões de euros nas duas linhas.

Ainda assim, o governo italiano não quer usar o MEE por causa da condicionalidade que exige e do estigma que pode gerar com impacto negativo no mercado.

O ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, disse, em declarações ao Financial Times, que já exigiu uma contrapartida para “o longo prazo” – o acordo para um Fundo Europeu que possa emitir dívida mutualizada.

 

ZAP //

 

 

 

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se, através de microscópio, fizermos uma ampliação dos orifícios do tecido das máscaras que por aí se usam à dimensão da porta de entrada da nossa casa, o covid 19 será do tamanho de um passarinho. Servirá de alguma coisa usa-las? Os médicos e enfermeiros contaminados usavam-na…

  2. Não é o estigma.
    É que o dinheiro do MEE traz consigo uma “troika”, que não haja ilusões.
    A Alemanha (e a Holanda) não vê a hora de pôr as mãos no controlo dos outros países europeus.

RESPONDER

"Não haverá acordo" se Londres não respeitar compromissos, avisa Michel Barnier

O negociador europeu para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), Michel Barnier, sublinhou no domingo que "o tempo urge", avisando que não haverá acordo se Londres permanecer nas posições anteriores. "O Reino Unido …

Ex-Benfica Garay acusa Valência de "campanha difamatória"

Ezequiel Garay acusou o Valência de levar a cabo uma "campanha difamatória" contra si. "Dói ver estas coisas quando estão a prejudicar os que amas", disse o argentino. O ex-jogador do SL Benfica Ezequiel Garay cumpre …

O maior salto em cinco anos. Dívida pública atingiu recorde em abril

A dívida pública aumentou para 262,1 mil milhões de euros em abril, o valor mais alto desde 1995, segundo os dados divulgados pelo Banco de Portugal. A dívida pública aumentou para o valor recorde de 262,1 …

Diabéticos e hipertensos. PSD quer debater alteração que retirou estes doentes de regime excecional

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que retirou doentes hipertensos e diabéticos do regime excecional de proteção relativo à covid-19. A apreciação parlamentar permite que a Assembleia da República debata, altere e, no limite, …

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …