Europa exige corte de mil milhões de euros e mais austeridade

partidosocialista / Flickr

O primeiro-Ministro António Costa

A Comissão Europeia não está satisfeita com as medidas do governo e pressiona António Costa para a necessidade do já muito mencionado Plano B, com mais austeridade.

Na última avaliação da Comissão Europeia (CE), no pós-troika, alerta-se o governo português de que é preciso um corte de mil milhões de euros, no sentido da redução estrutural do défice, além de ser necessário aplicar mais medidas que garantem receitas adicionais.

Estes dados constam de um relatório da CE, divulgado pelo Correio da Manhã, onde se avisa o governo de que é necessário um “ajustamento orçamental de 0,6%”, ainda neste ano de 2016, para cumprir as metas orçamentais. A CE repara o facto de o Executivo prever apenas ajustes da ordem dos 0,1 a 0,2 por cento, valores considerados demasiado arriscados.

A CE ainda faz referência ao aumento do salário mínimo, de 505 para 600 euros até 2019, considerando que esse “plano não está em linha com a perspectiva macroeconómica em termos de inflação, desemprego e aumento da produtividade”. Ficam ainda críticas às 35 horas na Função Pública e aos impactos que isso pode causar em termos de custos, nomeadamente na área da saúde.

Existem “partes importantes das reformas na Administração Pública” que devem ser alteradas, frisa a CE, conforme cita o CM, notando os exemplos da tabela única de suplementos e o congelamento da requalificação.

Estes avisos da CE surgem depois de o FMI ter arrasado a estratégia do governo de Portugal e de ter reafirmado a ideia da necessidade de mais medidas de austeridade. O tal Plano B que há muito vem a ser falado e que António Costa disse que não seria necessário.

Todavia, perante as pressões da CE e do FMI e da própria economia europeia e mundial, que continua em recessão, o Ministério das Finanças poderá mesmo ter que pensar neste duro Plano B. PCP e Bloco de Esquerda têm insistido na ideia de que não aceitam mais austeridade.

O novo Programa de Estabilidade vai ser apresentado no Conselho de Ministros na próxima quinta-feira, 21 de Abril, e pode ser que já aí haja um vislumbre deste tal Plano B exigido pelas instâncias internacionais.

ZAP

PARTILHAR

27 COMENTÁRIOS

  1. Continuamos a seguir um rumo que ninguém quer na europa só para proteger fortunas, banca e corruptos!Uma europa que não serve a ninguém a não ser a alemanha que está a ganhar fortunas com a divida portuguesa e portanto convém prolongar essa divida!ESTAMOS FARTOS DE NAZIS!!!

  2. Cortar nessa escumalha da Comissão Europeia é que era!!…
    Mas cortar mesmo!…
    Esse bando de parasitas incompetentes e não eleitos, além de não servirem para nada, ainda tem a lata de pôr e dispor da vidas dos povos como bem entendem!…
    O resultado do seu excelente trabalho está bem a vista um pouco por toda a Europa – mesmo na Alemanha, onde a pobreza tem aumentado todos os anos!!
    Não sei quem eles servem, mas o europeus em geral, não é certamente!…

    • CONCORDO. Esta gentalha é que deveria viver 1 mes com o ordenado minimo de Portugal. “Parasitas” ainda é um adjectivo dócil para os qualificar, ou desqualificar.

  3. As medidas populistas de Costa vão custar muito suor aos portugueses para além de desviarem o país do caminho do equilíbrio que vinha do governo anterior.

    • “além de desviarem o país do caminho do equilíbrio que vinha do governo anterior”…
      Muito bom… haja sentido de humor!!!

    • Joseph deve estar a brincar, só pode, com o comentário que escreveu. Acha que os portugueses não estão habituados a “suar” com a governação ou antes desgovernação do Coelho? Um mentiroso de 1ª , ou pensa que os portugueses se esqueceram do que ele prometeu na televisão a uma menina??? Que não iria cortar nos subsidios dos pais, e isto é só uma amostra das mentiras dele e da pandilha que o acompanhava. Se existem pessoas com fraca memória, felizmente também há muitosssssssssssssssssss com uma memória muito boa. E este exemplo que eu acabo de dar é apenas uma mentira de muitas

  4. Não sei porque se chateiam com a Europa, foram os governantes que NÓS elegemos e que nos ROUBAM que fez com que tenhamos que ir pedir emprestado á Europa porque não temos governantes competentes.

    Deverá ser o povo Alemão a PAGAR os NOSSOS erros? (nossos porque fomos nós que elegemos quem nos governa, ou não?)

    Deverão ser os Alemães e outros povos a pagar os nossos faqueiros de luxo no parlamento? os carros e motoristas dos nossos políticos e familiares? as viagens em executiva do nosso ministro das finanças? as amizades do nosso amigo Sócrates? Os submarinos do Paulo Portas, as nossas nacionalizações de bancos falidos? os empregos a Boys etc…etc…etc…

    Quem pede emprestado sujeita-se, ou quando vocês pedem dinheiro no vosso banco não se sujeitam a taxas de juros que vos fazem pagar 2 ou 3X a vossa casa ou carro? O problema aqui é que estamos a pagar pelos erros dos NOSSOS governantes, o problema mesmo é que não vejo um partido competente, é tudo escumalha, mas eles só estão a tentar salvaguardar o que é DELES e os que os NOSSOS políticos tão mal sabem gastar

    • Você não faz é a mínima ideia do que está a falar. Com certeza que aqueles que nós elegemos não mandam nada no país!.. Quem manda é a Troika a em particular a Comissão Europeia… Esses sim, que ninguém elegeu.

      A Europa não é uma democracia há muito tempo. É uma ditadura corporativista (tipo Mussolini, Franco, Salazar) ao serviço de uma oligarquia de interesses financeiros transnacionais. Nós feitos parvos vamos às urnas só eleger marionetas. Quem puxa os cordelinhos é a Troika.

  5. Essa história da austeridade não resultar é apenas uma frase. Na Irlanda resultou e está a crescer a valores que mais que duplicam os portugueses. Eles cumpriram o que tinha a fazer, saíram do Programa e vão ver resultados. Claro que nós por aqui damos um passo para a frente e dois para trás e depois dizemos que não resulta. E quando queremos alguém para ficar na mesma foto vamos à Grécia e assinamos memorandos anti austeridade, ou seja queremos nos colar ao caloteiros dos Gregos que falsificaram contas publicas e que com tanta controvérsia acabaram com um 3.º resgate e em condições piores. Porque não foi Costa à Irlanda, porque não assina um memorando com esses. Talvez por que eles não queiram “caloteiros” da mesma forma que nós não devíamos nos aproximar da Grécia . Já todos se esqueceram da famosa frase ” Nós não somos a Grécia ” — se calhar somos.

    • Outro que faz a mínima ideia do que fala. Comparar a Irlanda com Portugal? Austeridade na Irlanda??!!… Oh homem… Se a Irlanda está como está é porque a crise deles não tinha nada a ver com a nossa e porque sobretudo, a Irlanda é um paraíso fiscal onde os grandes interesses corporativos e da banca não pagam quase impostos. A Apple e a Google pagam 1% de Impostos, por exemplo!.. Assim é claro que qualquer um quer investir na Irlanda.

      Mas infelismente a Europa é uma merda tão grande que até permite que dentro do espaço da UE cada um tenha o regime fiscal que lhe apeteça.

  6. QUEREMGUITA. Estou contigo. Essa ideia que os outros nos andam sempre a roubar é trapo velho. Acordem de uma vez por todas e exijam. Exijam bons políticos, escrutinem os gastos do estado e insurjam-se quando necessário. De resto, quem nos empresta não tem culpa nenhuma. Não se ponham é em posição de ter de andar de mão estendida, porque aí, meus caros, estão f******

    • Estás com ele, estás mal, ò Maicon. Pra começar, quem manda em Portugal não são os governantes eleitos… É a Comissão Europeia não eleita e o FMI não eleito. Duas entidades criminosas que além de só açoitarem povinho como eu e como tu, ainda protegem a alta corrupção. Ou tu achas que eles estão do teu lado e contra os tais corruptos?

  7. Aparecem por aqui cada otário a defender o indefensável como pagando se resolva alguma coisa ele querem é mandar nem que para isso nos matem à fome, temo é que abandonar quem nunca nos ajudou.

  8. Pois é o vendedor da banha da cobra chamado Costa vai, em breve, saber o que é preciso para arrepiar caminho e depressa.

    E lá se vai a converseta de trazer por casa de que havia virado a página da austeridade…

    Agora é que os seus amigos que suportam o governo é que lhe vão dizer como vai ser a coisa…

    Apenas devaneios deste derrotado e por mera sobrevivência política.

    • Pessoas como o Artur são a tristeza deste país. Para vocês a política é como o futebol. Interessa é lá estar o nosso clube… O resto, se estamos bem, ou mal… Se é melhor ou pior… Se ficamos mais pobres ou mais ricos… é tudo indiferente! O que interessa é que os gajos da minha cor lá estejam, certo?..

  9. A começar pelo mega palhaço ALEX que seguramente gostará muito do novo aperto, que não será feito pelo seu estimado Passos.

  10. Caro Alex. Explique-nos a todos como é possível governar uma casa em que se gasta mais do que se ganha! E admitindo que para repor o seu orçamento não vai roubar, então terá de pedir emprestado. Depois, também vai dizer que o seu problema de base foi quem lhe emprestou?!!!!!

  11. Casa onde não há pão, neste caso todos ralhamos com razão!
    Gostava de ver aqui opiniões sobre como resolver isto.
    A continuar assim, parece-me inevitável a saída do Euro, onde nunca deveríamos ter entrado.
    Onde está o dinheiro dos subsídios a fundo perdido que tanto enriqueceu alguns, em vez de ter melhorado a nossa capacidade produtiva? Talvez uma caça a estas “bruxas” viesse a pagar parte da dívida! E as Lages? Presumo que haverá potências asiáticas interessadas em ter posição estratégica no Atlântico Norte… Talvez a dívida que como sabemos é especulativa, baixasse perante tal quadro.
    Enquanto a Europa não for um estado federal, nunca iremos sair da crise, pelo que se vamos ser uma “Albânia dos anos 60”, então prefiro estar fora desta não-União Europeia.

  12. Ó Miguel Queiroz. Tu é que estás mal. Muito mal mesmo. Vamos então começar por uma pequena aula de iniciação à democracia Portuguesa. Em Portugal quando votas não estás a eleger os governantes, mas sim os deputados. E caso ainda não tenhas reparado grande parte dos ministros… não são sequer deputados. Logo, em circunstância alguma eleges governantes. Da próxima vez que votares pensa nisto primeiro. E como reparaste nos últimos tempos, nem sempre o partido mais votado, ganha! Pensa também nisto no momento do voto.
    Quanto à megateoria da cabala que vieram todos para nos roubar e mandar nisto tudo, etc e tal… já chega. Há muitos países, bem mais pequenos que Portugal, onde nem uns nem outros dizem o que quer que seja. Piam baixinho. Porque será?
    PORQUE ESSES PAÍSES NÃO PRECISAM DE PEDIR DINHEIRO EMPRESTADO. GOVERNAM BEM AS SUAS CASAS.

  13. Vai aos países de leste para ver o que seria estar fora da UE. Até na Rússia a partir de um redor de 40 ou 50 kms das grandes cidades, passas a ter estradas em terra batida (e olha que a Rússia tem muito dinheiro, ainda que muito mal distribuído). Isto é um país de gente doida. Portugal fora da UE ficava tudo a passar fome. É só lerdos. Fora do euro é outra música. Mas também aí o erro foi termos entrado quando não podíamos. Agora… sair é quase impossível sem um regresso à miséria. Não seria comportável para um país como Portugal.

  14. Por vários comentários que observo aqui vejo uma revolta enorme contra a Europa e sobretudo contra a Alemanha e concluo que os portugueses têm de facto uma grande predestinação para queixinhas, são sempre os outros os culpados dos nossos fracassos, somos sempre os melhores em tudo e os malditos dos alemães e companhia é que são as bestas que nos sufocam apesar de centenas de milhares de portugueses entre os quais me incluo terem pegado nas malas e irem para esses países onde até têm gosto em trabalhar e viver, por outro lado ainda nenhum conseguiu pedir explicações ao senhor Mário Soares e companhia por nos terem metido na agora UE que afinal tantos contestam e que devo dizer que pela minha parte foi coisa que nunca me convenceu nem para a qual votei até hoje.

  15. É tudo tão estranho. Portugal foi considerado um optimo aluno, tendo em conta que baixou as calças a todas as exigencias da UE, cumpriu o plano de resgate com louvor e distinção, agora, porque não chegou, querem mais. Então e a Espanha? A Europa não diz ser igual para todos? Onde está a igualdade? A Espanha com mais dois anos de mão aberta e nós com mais, sabe-se lá por quanto mais tempo, de aperto de cinto. Viva a igualdade. Apetece dizer que quem tem razão são os Ingleses, acabemos de vez com a hipocrisia de Bruxelas e deixemos cair as panelas.

RESPONDER

Capital das tempestades, Júpiter tem relâmpagos bizarros e chuva "mole" nunca antes vista

Com tempestades constantemente a devastar a sua superfície e uma Grande Mancha Vermelha que se agita há séculos, Júpiter é conhecido como a "capital das tempestades do Sistema Solar". Agora, a missão Juno, da NASA, …

Metro de Nova Iorque pede à Apple para melhorar sistema de reconhecimento facial

A autoridade que gere o metro de Nova Iorque, nos Estados Unidos, pediu à gigante tecnológica Apple para melhorar o reconhecimento facial dos seus dispositivos depois de serem observados vários passageiros a retirar a máscara …

Rival da Tesla diz que o seu carro terá uma autonomia de 832 quilómetros

A empresa Lucid Motors, concorrente direta da Tesla no mercado automóvel elétrico, afirma que o seu carro Air terá uma autonomia de 832 quilómetros. A confirmar-se a autonomia deste carro, o automóvel da Lucid Motors ultrapassará …

Moradores das Maurícias estão a cortar o próprio cabelo para ajudar a evitar um desastre ambiental

Moradores das Maurícias estão a cortar o seu próprio cabelo para para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio janponês encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Atalanta 1-2 PSG | Reviravolta épica vale bilhete para as “meias”

Um final impróprio para cardíacos e o epílogo perfeito num excelente jogo. O PSG esteve a perder desde o minuto 27, mas em apenas três minutos dos descontos deu a volta ao texto diante da …

Um emblemático transplante nos EUA aconteceu graças a um coração "roubado"

Um dos primeiros transplantes de coração realizados no mundo aconteceu no Estados Unidos. O que muitos não sabem é que este caso de sucesso também deu aso ao primeiro processo civil no país por homicídio …

"Pandemia de sem-abrigo" nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma "pandemia de sem-abrigo". Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19. Nos Estados Unidos, a pandemia de covid-19 pode estar …

Tráfego nas autoestradas cai para quase metade. Foi o pior trimestre de sempre

A rede da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) registou de abril a junho "o pior trimestre de circulação e tráfego médio desde que há registos", recuando 46% devido …

Bielorrússia cortou acesso à internet e tentou fazer com que parecesse um acidente

No seguimento da reeleição de Alexandr Lukashenko na Bielorrússia, multiplicam-se os apagões de internet. O Governo diz que se trata de um ataque cibernético, mas há suspeitas de que seja um plano do presidente. Os protestos …

Resgatados 28 cães sem registo ou vacinas de barracões onde também vivia a proprietária em Lisboa

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP terça-feira de barracões em Lisboa onde também vivia a proprietária, avança a agência Lusa, detalhando que os animais serão depois colocados para adoção.  Os animais foram posteriormente recolhidos …