Eurodeputada do PS investigada por assédio laboral no Parlamento Europeu

A eurodeputada Maria João Rodrigues está a ser investigada por assédio moral pelo Parlamento Europeu, depois de nove queixas de um funcionário.

A investigação foi aberta, conta o Politico, depois de nove queixas separadas de um mesmo funcionário, que acusa a socialista de tentar reduzir as horas de trabalho e o salário de uma assistente que tinha estado em licença de maternidade.

Maria João Rodrigues é também suspeita de ter pedido a um funcionário em baixa médica para trabalhar durante a noite e de ter exigido a outros que trabalhassem muitas mais horas além do horário laboral.



Em declarações ao mesmo jornal, a eurodeputada portuguesa confirmou que “há uma queixa de um assistente” relacionada com “compreensões diferentes dos deveres profissionais de um assistente parlamentar”.

“Este é um procedimento padrão para lidar com situações como esta e definir uma boa solução, mas precisamos de esperar pelo resultado final”, acrescentou a socialista, uma das mais respeitadas e tida como garantida pelo PS nas próximas eleições europeias.

O Politico descreve a eurodeputada como a principal coordenadora do trabalho do grupo partidário em matéria de “política social, era digital e desigualdades”. “Tem desempenhado um papel essencial em elaborar a plataforma centro-esquerda para as eleições do Parlamento Europeu em maio”, descreve o jornal.

Maria João Rodrigues é também a vice-presidente da Aliança Progressiva de Socialistas e Democratas, o segundo maior grupo no Parlamento Europeu. O primeiro é o Partido Popular Europeu.

Segundo o Parlamento, o assédio psicológico acontece perante casos de “conduta imprópria” que seja “repetitiva ou sistemática e envolva comportamento físico, linguagem falada ou escrita, gestos ou outros atos que sejam intencionais e que possam minar a personalidade, dignidade ou a integridade física ou psicológica de qualquer pessoa”.

São essas acusações que Maria João Rodrigues enfrenta, após queixas feitas em junho de 2018. Já várias pessoas foram entrevistadas no âmbito da investigação.

De acordo com o Expresso, Maria João Rodrigues é acusada de causar “uma sensação de medo e de humilhação permanentes”, de ter “acessos de fúria constantes e injustificados”, de pressionar as assistentes para que “não engravidem ou abdiquem de parte do salário se o fizerem” e de fazer “ameaças de represálias para quem ousa contestar as regras impostas”.

As denúncias estão agora a ser investigadas pelo Comité de Assédio do Parlamento Europeu, num processo que, segundo o semanário, conta com quase 100 páginas.

Eurodeputada nega “categoricamente” acusações

À TSF, a eurodeputada explica que a assistente em questão queixa-se de que Maria João Rodrigues lhe telefonava “depois das 17h”, algo que a eurodeputada confirma ter feito.”Verificou-se quando eu tinha um problema de viagem com alguma alteração de planos ou necessidade remarcar um avião“, sendo que esta assistente era responsável pela gestão dos transportes e agenda.

“Terei recorrido a ela umas 6 ou 7 vezes por ano, mas ela entende que isso vai além da sua obrigação profissional”, esclarece. “Também se queixa de que a pressão do trabalho era elevada. É, sem dúvida, elevada”, reconhece a eurodeputada.

Perante estas acusações, Maria João Rodrigues é clara ao negar “categoricamente certas versões” noticiadas pela imprensa, reforçando que o seu depoimento é o que deu à mesma rádio e que tem “todas as condições para comprovar” o que diz.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Há quem diga e é verdade: …Não há fumarola sem fumo.
    Aguardemos, para saber se no pior pano cai a nódoa… ou será no melhor pano? …
    Aguardemos impávidos e serenos pelo resultado, não sei daqui a quanto tempo.

  2. Até parece que falam dos trabalhadores do “o que rende é ir ao Continente” que fazem horas extraordinárias não pagas mas ressarcidas em horas de folga.
    Saem do turno da noite 23H e fazem turno de inicio 07H no dia seguinte o que está proibido mas fazem-nos assinar umas folhas de troca de horários como se fossem a pedido dos funcionários, não vá uma fiscalização ver aquilo.
    Não podem gozar mais de 1 semana de férias no verão, No Algarve férias de verão = zero.
    Natal, Páscoa – férias = zero

RESPONDER

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …

Em Inglaterra, há crianças de 16 anos que vão passar a viver em alojamentos não regulamentados

A 9 de setembro, foi aprovada uma nova lei em Inglaterra, segundo a qual as crianças com 16 e 17 anos podem ser colocadas em alojamentos não regulamentados. O sistema de acolhimento de crianças inglês está …

Suspeitos numa mota sem matrícula dispararam na direcção de candidata do CDS

A candidata do CDS à Junta de Freguesia de Palmela, em Setúbal, foi surpreendida, na noite de sexta-feira, por disparos de caçadeira, protagonizados por "duas pessoas sem capacete", numa mota sem luzes, nem matrícula. O incidente …