EUA acusam China de “semear informação falsa” sobre o novo coronavírus

Gage Skidmore / Flickr

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo

O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, acusou hoje a China de “semear informações falsas e rumores absurdos” sobre a origem do novo coronavírus.

No momento em que as autoridades dos EUA estão preocupadas com a propagação rápida do vírus e que as cidades norte-americanas abrandam, preparando-se para a eventualidade de uma quarentena geral, Mike Pompeo falou telefonicamente com o mais alto funcionário do Partido Comunista Chinês, acusando as autoridades da China de desinformação.

Em causa está uma afirmação do porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Zhao Lijian, que sugeriu, na quinta-feira, que uma equipa de atletas do exército norte-americano teria introduzido o vírus em Wuhan, a cidade onde a pandemia se iniciou, quando ali se deslocou para uma competição, em outubro passado.

“O secretário de Estado enfatizou que o momento foi mal escolhido para semear desinformação e rumores absurdos e que está na altura de os países se unirem para combater uma ameaça comum”, disse o Departamento de Estado norte-americano, num comunicado que comentava a conversa telefónica entre os dois políticos.

Washington já tinha convocado o embaixador chinês em Washington, para lhe transmitir o desconforto com as insinuações, mas as autoridades dos EUA estão agora também preocupadas com a velocidade de propagação do vírus no seu país.

“Quando olhamos para as projeções, percebemos que há toda a possibilidade de que possamos ser a próxima Itália“, disse hoje Jerome Adams, cirurgião-geral dos EUA, numa entrevista televisiva, comentando o aumento significativo de casos de infeções.

Adams diz que os EUA atingiram o nível de infeções que Itália registou há duas semanas, sinal de que o vírus se está a propagar rapidamente e que o número de vítimas deverá aumentar significativamente nos próximos dias.

O cirurgião-geral diz que o número de testes está a ser aumentado, depois de muitas críticas ao Governo do Presidente Donald Trump, sobre o atraso na aplicação de mecanismos de rastreio da doença Covid-19.

Perante os alertas das autoridades, muitas cidades norte-americanas começaram a preparar-se para os cenários de medidas draconianas para conter o vírus.

Diversos estados norte-americanos começaram a encerrar escolas, suspender competições desportivas e fechar estabelecimentos comerciais.

Em Nova Iorque, Los Angeles e Chicago – três das mais populosas cidades dos EUA – as escolas fecharam totalmente e os governos estaduais avisam que poderá ser necessário decretar quarentena geral.

// Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Demasiada gordura afecta a massa cinzenta, só pode!!..
    O Pompeuzinho já se esqueceu dos seus criminosos antepassados que assassinaram milhões de indígenas, com os cobertores infectados de propósito com vírus?
    E a gripe do Arkansas que se alastrou dos ianques para a Irlanda, depois para o continente europeu onde matou muitas dezenas de milhões de europeus?
    Depois para camuflar a operação criminosa, sacudiram a água do capote e lançaram a propaganda “Gripe Espanhola”.
    Quem não te conhecer que te compre.

  2. Todos sabem que o vírus veio da China, e tinham como objectivo de infectar o mundo. Temos por exemplo os 6 médicos chineses logo no princípio que foram presos por estarem a divulgar o vírus, pois a China aínda não tinha pessoas suficientes infectadas para mandar pelo mundo fora. Na altura não fizemos nada, porém agora a China está a preparar uma segunda vaga com o vírus, vinha a dias no jornal que a China tem 500 milhões de turistas que vão visitar o mundo, isto vai ser o fim de nós todos se não fizermos nada, pois vão vir infectados com o vírus, ou com outro idêntico ou mais forte.

    • Hahahahaaaa… estou a ver que imaginação e tempo livre é o que não falta por aí.
      Isso junto com uma clara falta de bom senso e de inteligência dá pérolas como este teu comentário…
      Então a China tem 500 milhões de turistas “que vão visitar o mundo”??
      Em que jornal veio isso?

    • Verdade. É uma longa história.
      Há quem diga até que a febre espanhola, que não falava castelhano, também foi oriunda da China, segundo alguns, disseminada pelos ascendentes de Mao Tsé Tung, que eram uns turistas irrequietos naquela época.

RESPONDER

Cientistas estão a atirar rochas vulcânicas para telhados (para provar que são perigosas)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Canterbury está a lançar rochas vulcânicas para telhados na Nova Zelândia na esperança de ajudar os habitantes de Auckland a entender os perigos vulcânicos. "Auckland localiza-se num campo vulcânico …

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve nos mapas durante um século

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve durante 100 anos em muito dos principais mapas do continente africano. Acabaria por ser um militar francês, que explorou o rio Níger, a acabar com este "fantasma da …

"Continua a pairar perigosamente". Relógio do Juízo final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo "Relógio do Juízo Final", que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite. O relógio, que é uma …

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …