Contra a vontade da Ordem, estudantes de enfermagem já fazem inquéritos epidemiológicos

Já há estudantes de enfermagem a realizar inquéritos epidemiológicos da covid-19, cerca de duas semanas depois desta medida ter sido anunciada pela Direção-Geral da Saúde para reforçar estas equipas.

De acordo com o jornal online ECO, cerca de 15 dias depois de a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, ter anunciado que estudantes finalistas de enfermagem iam reforçar as equipas que realizam os inquéritos epidemiológicos da covid-19, já há alunos a fazer rastreios.

É o caso de vários estudantes da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (ESEL): alguns já estão no terreno, enquanto outros ainda estão a receber formação na Região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

“A ESEL está a articular com a ARSLVT e os seus ACES [Agrupamento de Centros de Saúde] no sentido de que os estudantes, a realizar Ensino Clínico nos ACES desta região de saúde, possam colaborar na realização de inquéritos epidemiológicos, de forma integrada, nas suas atividades de estágio, havendo já várias situações em que essa colaboração está a acontecer”, confirmou ao jornal digital fonte oficial desta escola.

Na altura em que esta medida foi anunciada, a Ordem dos Enfermeiros (OE) manifestou, desde logo, a sua “frontal oposição”, alegando que existem centenas de enfermeiros desempregados que poderiam ocupar estes lugares.

“Em apenas três dias, os primeiros dados deste inquérito, que continua em curso, mostram que há, pelo menos 412 enfermeiros desempregados com disponibilidade imediata, dos quais 300 nunca foram contactados e cerca de 100 recusaram as atuais condições contratuais oferecidas pelas instituições, nomeadamente os contratos de apenas quatro meses, situação para a qual a OE tem vindo a alertar”, defendeu em comunicado.

Na mesma nota, a OE defendeu que “a situação epidemiológica em que nos encontramos exige que o Governo defina uma estratégia para a Enfermagem em Portugal, na qual se contemplem medidas de valorização profissional, com vista à fixação dos mesmos e que incentivem o regresso dos milhares de profissionais que se encontram emigrados, depois de em 2019 mais de quatro mil profissionais, o maior número de sempre, ter solicitado declarações para exercício profissional no estrangeiro”.

Tal como recorda o ECO, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, foi questionado sobre o assunto na semana passada, tendo explicado que a bastonária desta Ordem, Ana Rita Cavaco, já disponibilizou ao Governo “uma bolsa ao nível de profissionais de saúde e enfermagem”, que serão “com certeza” utilizados pelo Executivo, tal como “outros segmentos profissionais”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho bem ajuda-os aformarem-se mas que o governo não se esqueça que os alunos de enfermagem não são escravos devem de ser pagos pelo trabalho que prestam há Sociedade.

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …