Contra a vontade da Ordem, estudantes de enfermagem já fazem inquéritos epidemiológicos

Já há estudantes de enfermagem a realizar inquéritos epidemiológicos da covid-19, cerca de duas semanas depois desta medida ter sido anunciada pela Direção-Geral da Saúde para reforçar estas equipas.

De acordo com o jornal online ECO, cerca de 15 dias depois de a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, ter anunciado que estudantes finalistas de enfermagem iam reforçar as equipas que realizam os inquéritos epidemiológicos da covid-19, já há alunos a fazer rastreios.

É o caso de vários estudantes da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (ESEL): alguns já estão no terreno, enquanto outros ainda estão a receber formação na Região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

“A ESEL está a articular com a ARSLVT e os seus ACES [Agrupamento de Centros de Saúde] no sentido de que os estudantes, a realizar Ensino Clínico nos ACES desta região de saúde, possam colaborar na realização de inquéritos epidemiológicos, de forma integrada, nas suas atividades de estágio, havendo já várias situações em que essa colaboração está a acontecer”, confirmou ao jornal digital fonte oficial desta escola.

Na altura em que esta medida foi anunciada, a Ordem dos Enfermeiros (OE) manifestou, desde logo, a sua “frontal oposição”, alegando que existem centenas de enfermeiros desempregados que poderiam ocupar estes lugares.

“Em apenas três dias, os primeiros dados deste inquérito, que continua em curso, mostram que há, pelo menos 412 enfermeiros desempregados com disponibilidade imediata, dos quais 300 nunca foram contactados e cerca de 100 recusaram as atuais condições contratuais oferecidas pelas instituições, nomeadamente os contratos de apenas quatro meses, situação para a qual a OE tem vindo a alertar”, defendeu em comunicado.

Na mesma nota, a OE defendeu que “a situação epidemiológica em que nos encontramos exige que o Governo defina uma estratégia para a Enfermagem em Portugal, na qual se contemplem medidas de valorização profissional, com vista à fixação dos mesmos e que incentivem o regresso dos milhares de profissionais que se encontram emigrados, depois de em 2019 mais de quatro mil profissionais, o maior número de sempre, ter solicitado declarações para exercício profissional no estrangeiro”.

Tal como recorda o ECO, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, foi questionado sobre o assunto na semana passada, tendo explicado que a bastonária desta Ordem, Ana Rita Cavaco, já disponibilizou ao Governo “uma bolsa ao nível de profissionais de saúde e enfermagem”, que serão “com certeza” utilizados pelo Executivo, tal como “outros segmentos profissionais”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho bem ajuda-os aformarem-se mas que o governo não se esqueça que os alunos de enfermagem não são escravos devem de ser pagos pelo trabalho que prestam há Sociedade.

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …