Estado Islâmico planeava fazer mais ataques durante os atentados em Paris

Yoan Valat / EPA

Sobreviventes evacuados do teatro Bataclan

Os ataques terroristas de Paris de Novembro de 2015 poderiam ter causado ainda mais vítimas do que as 130 mortes que ocorreram. Eram esses os planos do grupo terrorista Estado Islâmico, mas que foram gorados pelas autoridades.

A CNN teve acesso a 90 mil páginas de documentos da investigação em torno dos ataques, com dados sobre as pistas encontradas, os interrogatórios e informações recolhidas dos telemóveis dos suspeitos. E os terroristas do Daesh tinham planos para realizar outros ataques em França, nomeadamente num supermercado e em áreas comerciais, e também na Holanda.

Os atentados causaram o maior número de vítimas na sala de espectáculos Bataclan, matando ainda pessoas nas imediações do Estádio de França e de restaurantes e bares, em Paris.

Mas os documentos consultados pela CNN apontam os nomes de dois novos terroristas que pretendiam fazer parte dos ataques e que tencionavam viajar para França, juntamente com Ahmad al-Mohammad e Mohamad al-Mahmod que se fizeram explodir nas imediações do Estádio.

Identificados como Adel Haddadi, da Algéria, e Muhammad Usman, do Paquistão, estes dois homens saíram de Raqqa, a dita capital do Daesh na Síria, seis semanas antes dos ataques de Paris, com falsos passaportes sírios, e passaram a fronteira da Turquia com outras dezenas de refugiados.

Os seus documentos falsos foram detectados pelas autoridades gregas que prenderam Haddadi e Usman durante cerca de um mês. Este atraso na viagem foi suficiente para gorar os seus planos de participarem nos ataques em Paris.

Haddadi e Usman acabaram por ser libertados em Outubro e a 14 de Novembro, no dia a seguir aos atentados na capital francesa, chegaram a Salzburgo, na Áustria, onde solicitaram asilo como refugiados, ficando alojados durante semanas num centro de acolhimento.

Nos dias que antecederam a detenção dos dois terroristas, as autoridades identificaram movimentações indiciadoras de que teriam intenções de viajar para Paris para eventualmente, levar a cabo novo atentado, conforme aponta a CNN.

A estação ainda revela que um dos suspeitos envolvidos nos ataques de Paris, identificado como Abid Tabaouni, cujo nome nunca tinha sido antes revelado, esteve foragido durante vários meses na Europa, só tendo sido detido no passado mês de Julho.

Os documentos a que a CNN teve acesso revelam o grau de organização da “rede sofisticada” do Daesh, nomeadamente a forma como os terroristas viajam para a Europa fazendo-se passar por refugiados e tendo acesso apenas, à informação e ao dinheiro essenciais em cada etapa do processo.

A CNN atesta que informações obtidas recentemente pelos serviços secretos apontam para a intenção do Daesh de infiltrar terroristas no Reino Unido para levar a cabo atentados também neste país.

Além disso, nota que a rede terrorista que existe actualmente na Europa “ainda hoje” espera “instruções dos manipuladores seniores na Síria” para levar a cabo novos ataques.

“O Daesh está a aumentar o seu planeamento internacional de ataques. Está cada vez mais sofisticado na forma como o faz. Instalou um sistema de apoio logístico complexo para estes terroristas para lançar estes ataques”, nota na CNN o especialista Paul Cruickshank.

Nos documentos consultados pela estação norte-americana fica ainda patente o “extensivo” uso de plataformas sociais como o Viber, o Telegram e o WhatsApp que usam sistemas de encriptação de mensagens para “comunicações seguras”.

“Os grupos de mensagens encriptadas têm o potencial para revolucionar a organização de planos terroristas permitindo a células inteiras coordenarem-se em tempo real sem se comprometerem”, alerta Cruickshank na CNN.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

PAN acusa partidos de boicotarem ida de Rui Pinto à comissão do Novo Banco

André Silva fala em sucessivos adiamentos do agendamento da audição ao hacker, pedida pelo PAN, o que leva o deputado a referir “manobras e expedientes dilatórios”. Como recorda o Público, o PAN foi o único partido …

O vulcão em erupção na Islândia está agora à venda

O vulcão no sudoeste da Islândia, na Península de Reykjanes, que entrou em erupção no final de março, está agora à venda (e já há várias propostas em cima da mesa). De acordo com o jornal …

Após críticas, Cravinho garante que cartões de Antigo Combatente já estão a ser enviados

O Ministro da Defesa garantiu hoje que os cartões de Antigo Combatente já estão a ser produzidos e alguns já foram distribuídos aos beneficiários, assegurando que o processo vai continuar. João Gomes Cravinho abordou o tema …

Palácio onde Churchill nasceu muda nome do "Quarto Indiano" (para afastar polémica sobre ligações coloniais)

O Palácio de Blenheim mudou o nome da sua “Sala Indiana” para evitar polémica sobre ligações coloniais numa nova exposição sobre Winston Churchill. Uma exposição intitulada "O Grande Britânico" no local de nascimento do líder do …

militares a cantar hino do Sporting na parada

Exército investiga vídeo de militares a cantar hino do Sporting na parada

O vídeo que mostra recrutas de um quartel do Funchal, na Madeira, a entoar cânticos de apoio ao Sporting durante uma parada militar está a ser investigado pelo Exército. O episódio terá acontecido depois de …

Autoridade Marítima diz que multas nas praias ainda não podem ser aplicadas

A Autoridade Marítima Nacional explicou hoje que a fiscalização das praias se vai pautar pela sensibilização para o cumprimento das medidas de prevenção da covid-19, indicando que as coimas por incumprimento só podem ser aplicadas …

Trabalhadores das cantinas e refeitórios em greve na 2.ª feira por aumentos salariais

Os trabalhadores das cantinas, refeitórios, fábricas de refeições e bares concessionados vão estar em greve na segunda-feira, por aumentos salariais, segundo a Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT). Além …

469 novos casos, 7 mortes e 386 recuperados em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, sete mortes atribuídas à covid-19 e 469 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde. O número de internamentos continua a descer. …

Limpeza, segurança e discrição. O Monte de Saint Michael procura um "rei" para o seu castelo

O Monte de Saint Michael, uma fortificação histórica na Cornualha, está a procura de um "rei". O trabalho inclui a responsabilidade pela segurança e proteção do castelo.  Abriram as inscrições para um "oficial do castelo" residente …

China cancela subidas ao Evereste por receio de casos vindos do Nepal

A China cancelou as permissões de escalar o Monte Evereste do seu lado do pico mais alto do mundo devido ao receio de importar casos de covid-19 do vizinho Nepal, noticiou a imprensa estatal. O encerramento …