Espanha prolonga estado de emergência. Alemanha regista quase 2000 novos casos

Party of European Socialists / Flickr

Pedro Sánchez, primeiro-ministro espanhol

O Governo espanhol decidiu pedir autorização ao Parlamento para prorrogar por mais 15 dias o “estado de emergência” em vigor até ao próximo sábado, comunicou o primeiro-ministro numa videoconferência com os presidentes das comunidades autónomas do país.

A imprensa espanhola cita fontes que estão a acompanhar a reunião virtual para informar da intenção do Executivo espanhol liderado por Pedro Sánchez.

A proposta não deverá ter qualquer problema em ser aprovada pelo Congresso dos Deputados (câmara baixa do parlamento espanhol), depois de todos os principais partidos de direita espanhóis, na oposição, já terem manifestado que estão ao lado do Governo na luta contra o novo coronavírus.

O Governo espanhol decidiu, no sábado da semana passada, instaurar o “estado de emergência” durante 15 dias que para ser prorrogado necessita agora da aprovação do Parlamento.

O Executivo aprovou no mesmo dia medidas que incluem a proibição de todos os cidadãos de andarem na rua, a não ser que seja para irem trabalhar, comprar comida ou à farmácia.

Numa mensagem televisiva ao país no sábado à noite, o primeiro-ministro espanhol fez o balanço de uma semana com as medidas excecionais em vigor, alertando os espanhóis para o aumento das mortes nos próximos dias, mas defendendo que “mais cedo do que tarde” o país iria vencer a Covid-19.

Pedro Sánchez disse que, “infelizmente”, os casos diagnosticados e o número de mortes vão aumentar nos próximos dias, que serão “muito difíceis”, apelando a toda a população para “ficar em casa”.

Espanha registou nas últimas 24 horas 394 mortos e um aumento de 3646 no número de infetados, de acordo com a atualização diária feita pelas autoridades de saúde do país.

Segundo os números do Ministério da Saúde espanhol, desde o início da pandemia, o país teve um total de 28.572 casos, dos quais 1720 morreram e 2125 foram curados.

A região mais atingida é a de Madrid, com 9702 infetados e 1021 mortos, seguida pela da Catalunha (4704 e 191), a do País Basco (2097 e 97) e a de Castela-Mancha (1819 e 112).

Itália encerra atividades produtivas não essenciais

O Governo de Itália decidiu encerrar, temporariamente, todas as atividades produtivas, exceto as que são essenciais para os cidadãos, numa tentativa de conter a propagação do novo coronavírus, que já provocou mais de 4800 mortes no país.

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, afirmou, numa conferência de imprensa transmitida em direto no Facebook, que esta é uma “decisão difícil”, mas “necessária”, para “enfrentar a fase mais aguda” desta pandemia.

O Governo decidiu encerrar todas as “atividades de produção, em todo o território, que não sejam estritamente necessárias, cruciais e essenciais para garantir bens e serviços essenciais”, referiu.

A região italiana da Lombardia, a mais afetada pela pandemia, endureceu as medidas restritivas para conter o surto, decretando a proibição de fazer desporto e multas até 5000 euros para reuniões em lugares públicos.

O decreto entra em vigor a partir deste domingo e vigora até 15 de abril, explicou a região do Norte de Itália na sua página da Internet. O documento suspende as atividades artesanais, dos escritórios públicos e empresas profissionais, bem como os mercados semanais, menos as relacionadas com serviços essenciais, urgentes ou de utilidade pública, impede a utilização das máquinas de venda automática e interrompe as obras em curso, exceto as hospitalares e rodoviárias.

Todas as unidades de alojamento serão igualmente encerradas e os clientes deverão abandoná-las nas primeiras 72 horas após o decreto entrar em vigor, ficando de fora apenas os alojamentos relacionados com a gestão de emergências.

De acordo com o novo decreto, os profissionais de saúde terão direito a acompanhamento clínico antes do início do respetivo turno de trabalho.

A região aconselha também a população a manter um metro de distância em todos os momentos, como em transportes públicos, supermercados, farmácias e hospitais, recomendando que se facilitem medidores de temperatura corporal.

Hoje, o Ministério da Defesa russo vai enviar para Itália uma equipa de cerca de 100 médicos militares especialistas em epidemia e virologia, assim como equipamento médico.

Alemanha regista quase 2000 novos casos num dia

A Alemanha registou quase 2000 casos novos de coronavirus, atingindo agora os 18.610 e com 55 vítimas mortais, de acordo com a página oficial do Instituto Robert Koch, entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças.

O país registou um aumento de 1948 casos do novo coronavírus em relação ao dia anterior, com os estados federados da Renânia do Norte-Vestefália, Baviera e Bade-Vurtemberga a serem os mais afetados.

Na sexta-feira, os estados federados da Baviera e do Sarre impuseram o confinamento da população. O Governo de Angela Merkel decide, este fim-de-semana, se o país decreta estado de emergência em todo o território para combater a pandemia.

Para dar o exemplo, a chanceler alemã foi vista no sábado num supermercado, em Berlim, comprando apenas alguns produtos, evitando açambarcar, e pagando as compras com cartão.

Macau já soma cerca de 2000 pessoas em quarentena

Cerca de duas mil pessoas foram encaminhadas para quarentena em Macau desde o início do surto do novo coronavírus e até sábado, disseram hoje as autoridades, que desde segunda-feira identificaram mais nove casos.

No sábado mais 308 pessoas foram colocadas em quarentena, das quais 301 são estudantes que regressaram ao território, adiantaram as autoridades em conferência de imprensa.

Atualmente, estão 1394 pessoas isoladas em hotéis que o Governo de Macau decidiu converter em centros de quarentena, para responder ao regresso de milhares de residentes ao território, a esmagadora maioria estudantes.

Macau impôs quarentena obrigatória a todos os que chegam ao território e proibiu a entrada de trabalhadores não residentes. Nos dois casos, apenas exclui destas medidas as pessoas oriundas de Taiwan, Hong Kong e da China continental.

Desde que as autoridades reforçaram as medidas de prevenção, 14 pessoas com passaporte português ficaram sob quarentena.

No sábado, 37 mil pessoas entraram em Macau, das quais 29 mil residentes e sete mil visitantes, números que caíram em relação ao dia anterior, de acordo com as forças de segurança.

Macau registou uma primeira vaga de dez casos em fevereiro, que já tiveram alta hospitalar. Após 40 dias sem novos casos, desde segunda-feira foram identificadas nove pessoas infetadas, o que levou as autoridades a reforçarem medidas de controlo e restrições fronteiriças.

Bolívia adia eleições gerais

O órgão eleitoral da Bolívia anunciou o adiamento das eleições gerais que estavam previstas para 3 de maio, sem avançar nova data, devido à pandemia.

O presidente do Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia, Salvador Romero, explicou que a nova data será acordada com as forças políticas do país.

O anúncio foi feito numa conferência de imprensa em La Paz, poucas horas depois de a Presidente interina do país, Jeanine Áñez, ter decretado a partir de domingo, e durante 14 dias, uma quarentena total para evitar a propagação do covid-19 na Bolívia, que conta com 19 casos confirmados.

As eleições gerais de 3 de maio destinavam-se a eleger o presidente, vice-presidente e ainda 36 senadores e 120 deputados.

Mais de 300.000 casos de infeção pelo novo coronavírus foram registados desde o início da pandemia, segundo uma atualização da contagem realizada pela agência AFP, divulgada hoje, a partir de fontes oficiais.

De acordo com a contagem da agência noticiosa, até às 09h00 de hoje, existiam pelo menos 300.097 pessoas infetadas, das quais 12.895 morreram, em 169 países e territórios.

Na China, onde surgiu a pandemia, foram registados 81.054 casos de infetados, dos quais 3.261 morreram. Em Itália, o país que é atualmente o mais atacado pela Covid-19, foram verificados 53.578 casos de pessoas infetadas, registando 4825 mortos.

O número de casos de Covid-19 contabilizados pela AFP apenas reflete uma fração real das contaminações, já que um grande número de países apenas realiza o teste de despiste da doença aos casos que necessitem hospitalização.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Segundo o RKI a Alemanha tem pelo menos 230 mil infectados e apenas 0,025% de mortalidade!…
    A Itália terá então 530 mil infectados e 0,9% de mortalidade!…

    • Ainda não foste preso e continuas sentado em frente ao computador a debitar mentiras, o que significa que estás em casa sentadinho a cumprir as regras. Dizes outra mas na realidade pensas outra. Bela peça que me saíste.

RESPONDER

NASA revela que há água na Lua

A NASA revelou, esta segunda-feira, que foi encontrada água em forma de gelo numa superfície da Lua. Os investigadores apontam ainda para a possibilidade de existirem múltiplos depósitos subterrâneos na Lua onde esteja armazenada água …

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …