Equipa alemã começa a tratar primeiros doentes esta segunda-feira. Portugal descarta ajuda da Galiza

Giuseppe Lami / EPA

Com 26 profissionais, a equipa alemã começa a tratar os primeiros pacientes esta segunda-feira. O Ministério da Saúde descartou a ajuda galega para receber doentes, garantindo que as unidades da região norte estão a dar resposta às necessidades.

A equipa médica militar alemã que veio ajudar Portugal no combate à pandemia de covid-19 começa a tratar os primeiros pacientes esta segunda-feira, disse à Lusa o porta-voz da missão.

Constituída por 26 profissionais de saúde, entre os quais seis médicos, que trouxeram também 40 ventiladores móveis e 10 estacionários, 150 bombas de infusão e outras tantas camas hospitalares, a equipa de militares germânicos chegou a Portugal na quarta-feira, 3 de fevereiro, e ficou instalada no Hospital da Luz, em Lisboa.

Em declarações à Lusa, o porta-voz da missão, tenente-coronel Kieron Kleinert, explicou que a equipa terá capacidade para “tratar oito pacientes ao mesmo tempo, 24 horas por dia, sete dias por semana”, sublinhando que “apenas vai tratar doentes” com covid-19.

O oficial disse ainda que, nos últimos dias, os profissionais de saúde alemães estiveram a “familiarizar-se e a aprender” os procedimentos, os protocolos e as diretrizes utilizados em Portugal, que têm diferenças face ao que é praticado na Alemanha, de forma “a evitar qualquer erro que possa vir a ser fatal”.

Kieron Kleinert referiu que a equipa “foi muito bem recebida e que tem tido todo o apoio e material necessários”, o que deixa estes profissionais “sensibilizados” e agradecidos pela forma como foram recebidos e estão a ser tratados pelas autoridades portuguesas.

O porta-voz da missão partilhou ainda que ficou impressionado com Lisboa nesta fase, que parece uma “cidade fantasma, com as ruas praticamente vazias, sem pessoas”.

Esta equipa de profissionais de saúde alemães vai permanecer no país por um período de três semanas, estando prevista a sua substituição a cada 21 dias, até ao final de março, caso seja necessário.

Para o tenente-coronel Kieron Kleinert, a eventual substituição desta equipa “vai depender do evoluir da situação pandémica”, mas também de uma decisão política. Este oficial deu conta ainda de que está agendada para a tarde de segunda-feira, pelas 15h00, uma conferência de imprensa, no Hospital da Luz.

Portugal descarta ajuda da Galiza

Portugal rejeitou a disponibilidade da Galiza para receber doentes com covid-19, dado que as unidades da região Norte estão a conseguir dar resposta às necessidades, disse este domingo à Lusa o Ministério da Saúde.

“O Ministério da Saúde agradece a disponibilidade manifestada pelo Conselheiro de Saúde da Galiza no sentido de ajudar Portugal e particularmente a região Norte, mas neste momento as unidades da região estão a conseguir dar resposta às necessidades”, justifica o ministério, em resposta enviada à Lusa.

Segundo o ministério liderado por Marta Temido, “a situação da região Norte encontra-se estabilizada e com capacidade de resposta previsível para os próximos dias, tanto em doentes de enfermaria como em UCI [Unidade de Cuidados Intensivos]”.

“Durante a última semana verificou-se mesmo uma ligeira diminuição de doentes em enfermaria, o que possibilitou receber doutras regiões, nomeadamente de LVT [Lisboa e Vale do Tejo], 73 doentes”, pode ler-se na resposta.

O Ministério da Saúde assegura que “acompanha em permanência o evoluir da situação epidemiológica e usará, caso se venha a revelar necessário, todos os meios disponíveis para o melhor tratamento de doentes”.

Na sexta-feira, o Governo regional da Galiza disse esperar que Portugal respondesse durante este fim de semana sobre a oferta que a região tinha feito para receber doentes com covid-19 nos hospitais desta comunidade autónoma espanhola.

O presidente da Junta (Governo) da Galiza (na fronteira norte com Portugal), Alberto Núnez Feijóo, confirmou nesse dia que já tinha oferecido a Portugal a possibilidade de receber pacientes na rede de hospitais da região, mais precisamente no hospital Álvaro Cunqueiro, de Vigo.

O presidente da região da Galiza revelou também que já havia falado há alguns dias com o embaixador de Portugal em Madrid, João Mira Gomes, e que as autoridades de saúde portuguesas estavam em contacto com as desta comunidade autónoma.

Lisboa “sabe perfeitamente bem que a Galiza é um território que tem estado especialmente unido a Portugal desde há séculos“, afirmou Feijóo.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ajuda da Alemanha? Sim, claro, tragam meia dúzia de médicos, para tratar 8 pacientes , para fazer correr tinta nos jornais e parecer que a União Europeia até é uma coisa boa.
    Ajuda da Galiza? Não precisamos. Desde que o Afonso Henriques se zangou com a sua mãe Teresa, nunca mais precisámos da Galiza para nada.
    E depois grita-se PS, PS, PS, PS, com o punho esquerdo fechado no ar, não é?

RESPONDER

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …

Centro Hospitalar Lisboa Norte vai alargar uso de medicamento para fibrose quística a mais cinco doentes

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), Luís Pinheiro, disse hoje que a instituição já usa há cerca de um mês um novo medicamento para a fibrose quística, que poderá chegar em …