Para entrar nesta praia italiana, vai ser preciso pagar (e nem todos podem entrar)

Aos pés de uma antiga aldeia de pescadores, La Pelosa é uma atração turística muito célebre. Por isso, a autarquia decidiu tomar medidas para a proteger.

A famosa praia tem sido uma vítima da erosão natural e humana. Os milhares de pessoas que visitam La Pelosa, no parque natural de Asinara, aumentam os efeitos da erosão. O mar e o vento levaram parte da faixa de areia e a sobrecarga piora a situação. Hoje, de acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, a praia está cada vez mais fina e mais rochosa.

Em declarações à CNN, o autarca já tinha comentado que a praia chega a ter seis mil pessoas num só dia, o que “não é sustentável”. “É um equilíbrio geológico muito precário”, acrescentou, “temos de fazer isto para garantir o futuro” da praia.

As novas medidas vão entrar em vigor no próximo verão e terão um caráter experimental. Primeiro, para entrar, será preciso pagar. O preço do bilhete deverá rondar os 4 euros diários. À agência de notícias italiana ANSA, o autarca disse que o pagamento é “contributo” dos utilizadores para “subsidiar a manutenção e o monitorização da praia”.

Além do bilhete, a praia terá uma lotação máxima de 1500 adultos – as crianças não serão contadas – e multas até 500 euros para quem não respeitar as regras.

A praia já tinha um plano SOS, com regras que têm sido implementadas noutras praias da região: tem passadeiras de madeira para proteger as dunas, é obrigatório o uso de esteiras, não são autorizados vendedores, é proibido fumar, sabonetes ou detergentes, e é obrigatório limpar os pés à saída da praia nos espaços criados para o efeito. É também proibido levar sacos para que não se “roube” dinheiro ou conchas às praias de Sardenha.

Em breve, a estrada de alcatrão deverá desaparecer da praia. Construída nos anos de 1950, cruza as dunas. A autarquia já deu início ao processo para autorizar as obras, devendo as passadeiras de madeira substituírem o cimento e o betume em 2020.

Esta é mais uma medida para tentar controlar o sobreturismo em Itália. Em Veneza, que tem 50 mil habitantes e recebe 30 milhões de turistas por ano, a partir do próximo ano, vai ser cobrado bilhete de entrada e usar torniquetes. Também haverá multas para quem desrespeite as regras de comportamento cívico, sendo proibido em Roma sentar ou comer em monumentos, nomeadamente as escadas da praça de Espanha.

Recentemente, dois turistas foram apanhados a fazer café junto à ponte de Rialto e multado em 950 euros. Em agosto, um casal francês foi detido ao transportar 40 quilos da famosa areia da ilha da Sardenha, em Itália, e agora pode enfrentar até seis anos de prisão, caso a justiça italiana os considere culpados.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

LASK 3-0 Sporting | Derrota rouba primeiro lugar ao leão

O Sporting foi à Áustria perder por 3-0 com o LASK Linz, terminando o Grupo D da Liga Europa no segundo lugar, ultrapassado precisamente pelo seu adversário desta quinta-feira. Com muitas alterações em relação ao …

Eintracht 2-3 Vitória SC | Reviravolta épica no adeus europeu

O Vitória de Guimarães fechou da melhor forma uma campanha europeia que não tinha sido a mais feliz até então, pese as boas exibições que foi somando, sem consequência nos marcadores finais. O Vitória de Guimarães, …

Argentina concede estatuto de refugiado a Evo Morales

O ex-Presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou esta quinta-feira à Argentina procedente de Cuba, onde esteve para realizar uma consulta médica, e deverá permanecer no país, confirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros argentino, Felipe Solá. "Evo …

Conselheiro de Trump criou um perito fictício para discutir sobre a China (e até o cita o livros)

O principal conselheiro em política comercial da Casa Branca criou uma personagem fictícia, criando um pseudónimo, para criar discussões sobre o conflito comercial sino-norte-americano. De acordo com o jornal norte-americano New York Times, que avançou a …

Ataque a base militar no Níger faz mais de 70 mortos

Pelo menos 73 soldados nigerinos morreram num ataque a uma base militar em Inates, perto da fronteira com o Mali, na noite de terça-feira. De acordo com os números do exército do Níger, pelo menos …

Nem vegans, nem vegetarianos. É a dieta flexitariana que está a ganhar terreno em Portugal

Cerca de 9% da população portuguesa adoptou uma alimentação veggie, apostando no consumo de vegetais. Mas a nova tendência não são nem os vegetarianos que excluem a carne e o peixe da sua alimentação, nem …

Caretos de Podence elevados a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO

Os Caretos de Podence foram declarados, esta quinta-feira, Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. A decisão foi anunciada na Assembleia Geral da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, que decorre até sábado, em …

"Avó nazi" que negou Holocausto vai cumprir pena até ao fim

Um tribunal alemão decidiu esta quarta-feira que uma escritora e ativista neonazi de 91 anos, que cumpre uma sentença de dois anos por negar o Holocausto, não será libertada antes do fim da pena. Ursula Haverbeck …

Diplomacia entre Rússia e Alemanha agravada por morte de tchetcheno em Berlim

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros Sergey Lavrov convocou esta quinta-feira o embaixador da Alemanha na Rússia, Geza Andreas von Gyr, para lhe comunicar que os "dois colaboradores da embaixada alemã tinham sido declarados 'persona …

Salvini investigado por uso abusivo de aviões oficiais

O ex-vice-primeiro-ministro e líder da extrema-direita em Itália, Matteo Salvini, está a ser investigado por possível uso abusivo de aviões e helicópteros da polícia e dos bombeiros quando era ministro do Interior, noticiou esta quinta-feira …