Ordem dos Enfermeiros pede “massificação de testes” a profissionais de saúde

Robin Van Lonkhuijsen / EPA

A Ordem dos Enfermeiros enviou hoje um ofício ao Ministério da Saúde para que seja iniciada “urgentemente” a realização de testes de rastreio do novo coronavírus a todas as equipas que asseguram cuidados de saúde com risco de infeção.

Em comunicado hoje divulgado, a Ordem dos Enfermeiros (OE) lembra o “crescente número de profissionais infetados” pelo coronavírus que provoca a doença covid-19 e que há relatos que dão conta da existência de profissionais a aguardar mais de quatro dias após terem estado expostos a doentes positivos e pede “a massificação dos testes aos profissionais de saúde, sob pena de, em pouco tempo, não haver recursos humanos em condições de prestar cuidados de saúde”.

“A OE sugere que estes testes sejam realizados, primeiramente e de forma periódica aos profissionais que se encontram em funções nas áreas mais críticas, como os lares, centros de diagnóstico pneumológico, serviços de urgência, serviços de infecciologia e de cuidados intensivos e áreas dedicadas COVID-19”, lê-se na nota.

Recomenda igualmente que sejam realizados testes às equipas de profissionais que fazem a rotação de descanso no dia imediatamente anterior ao do seu regresso ao serviço, “o que permitiria reduzir o risco de transmissão a outros profissionais e doentes”.

A OE adianta que também hoje “solicitou à tutela que seja emitida orientação urgente relativa ao correto manuseamento e higienização das fardas usadas, face às inúmeras exposições recebidas sobre este assunto, que dão conta da inexistência de um espaço próprio para o efeito nas unidades de saúde”.

Segundo o comunicado, muitos enfermeiros reportaram à OE a obrigatoriedade de higienização em casa ou o armazenamento para o turno seguinte nos mesmos cacifos em que guardam a sua roupa, “procedimentos estes que devem ser rejeitados”.

“Importa reiterar junto das unidades de saúde a necessidade de disponibilizar fardas únicas ou descartáveis, assegurando o seu correto manuseamento e higienização, devendo toda a roupa usada ser considerada contaminada e manuseada com a menor agitação possível”, defende a Ordem dos Enfermeiros.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Em Portugal, já foram registadas 60 mortes e 2.544 infeções, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e um recolher obrigatório entre as 22h00 e …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …

Padres, provedores e autarcas. MP investiga casos de vacinação indevida

A investigação do Ministério Público (MP) e da Polícia Judiciária (PJ) conta já com 33 casos suspeitos de vacinação indevida, estendendo-se a padres, provedores de misericórdias, administradores hospitalares e autarcas. Desde o início da campanha da …

Atrasos na vacina da Pfizer condicionam vacinação de doentes de risco entre os 65 e os 79

A vacinação de doentes de risco entre 65 e os 79 anos está condicionada pela chegada de mais vacinas da Pfizer. Na união Europeia, Portugal é o quinto país com a percentagem mais elevada de doses …

Há uma geringonça (sem Bloco) a discutir quinzenalmente a execução orçamental

No ano passado, a abstenção do PCP de um empurrão na aprovação do Orçamento do Estado. O partido de Jerónimo de Sousa não desiste de exercer influência e de se consolidar como parceiro do Governo, …