Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida.

O teste do íman resulta de uma teoria da conspiração que já motivou o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos a emitir um comunicado que garante que receber uma vacina contra a covid-19 não torna as pessoas magnéticas.

“As vacinas não contêm ingredientes que possam produzir um campo eletromagnético no local da injeção. Todas as vacinas contra a covid-19 são isentas de metais como ferro, níquel, cobalto, lítio e ligas de terras raras, bem como quaisquer produtos manufaturados, como microeletrónica, elétrodos, nanotubos de carbono e semicondutores de nanofios”, informou o regulador.



São muitas as pessoas que acreditam que as vacinas da Pfizer, Moderna e AstraZeneca têm como objetivo implantar um microchip no corpo humano, causando uma reação magnética. Para o provar, surgiram vários vídeos nas redes sociais que mostram o íman a ficar agarrado ao braço de pessoas que, alegadamente, foram vacinadas.

De acordo com o IFL Science, o motivo que explica o motivo pelo qual os ímanes ficam agarrados ao braço prende-se com a pele naturalmente oleosa.

Aliás, profissionais de saúde do Meedan Health Desk referem que “a quantidade de metal que uma vacina tinha de conter para atrair um íman teria de ser substancialmente maior do que a quantidade que uma dose do fármaco poderia conter”.

Consultado pelo Observador, o farmacêutico Hélder Mota Filipe considera que os vídeos divulgados na Internet são falsos. “É uma teoria da conspiração das mais patetas que já ouvi. Não tem nenhuma base real ou cientifica e só serve para criar confusão na cabeça das pessoas.”

No dia 8 de junho, numa sessão legislativa, a enfermeira Joanna Overholt tentou provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas, usando o seu próprio corpo como prova. O momento, que não correu como planeado, tornou-se viral nas redes sociais.

Overholt tinha na sua posse dois objetos para comprovar a teoria: uma chave e um gancho. “Expliquem-me porque é que a chave agarra-se a mim”, pediu, colocando o objeto no seu peito. “Também fica no meu pescoço”, acrescentou. Mas quando tentou colocar a chave no pescoço, esta caiu assim que a retirou da mão.

A enfermeira não desistiu e tentou fazer o mesmo teste, mas com o gancho – que acabou também por cair.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma a acrescentar ao bando de tótós já existentes !…… pior ainda quando se trata de uma profissional de Saúde, que no meu ver deve ser submetida a um exame Psiquiátrico, para continuar a exercer !…sabe-se lá o que gente desta é capaz ??

RESPONDER

Uniforme da II Guerra Mundial encontrado num pacote "cheio de história"

Um uniforme de piloto da Força Aérea Real (RAF), usado na II Guerra Mundial, foi descoberto embrulhado num pacote feito de folhas de jornais e vai agora a leilão. De acordo com a cadeia televisiva CNN, …

Primeiro motociclo voador do mundo pode alcançar uma velocidade de quase 490 km/h

A empresa Jetpack Aviation concluiu os testes referentes ao projeto Speeder, para o desenvolvimento de uma aeronave que faz descolagens e aterragens na vertical. Segundo a companhia, o veículo, que se assemelha a um motociclo, …

Scarlett Johansson processa Disney por estreia de "Viúva Negra" no streaming

A atriz norte-americana processou a Disney, esta quinta-feira, por violação do contrato, na sequência do lançamento digital do filme "Black Widow" na plataforma de streaming, adiantando que o seu salário estava dependente das receitas de …

Incidente com módulo russo fez EEI mudar de posição

A Estação Espacial Internacional (EEI) perdeu, esta quinta-feira, o controlo de orientação e saiu da posição configurada, na sequência de um incidente com o módulo russo Nauka. A situação, que se prolongou durante 47 minutos, aconteceu …

Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa como a varicela

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela. O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno …

Task force concorda que número de mortos e internados vacinados seja divulgado

A sugestão apresentada pelo presidente da Assembleia da República, de se divulgar os dados da vacinação nos internamentos e óbitos por covid-19, "é muito sensata", defendeu o coordenador da task force do plano de vacinação. Em …

Lucro da CGD sobe 18% para 294 milhões de euros no primeiro semestre

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) registou 294 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, mais 18% do que no período homólogo, foi anunciado esta sexta-feira. "A Caixa Geral de Depósitos registou 294 milhões de …

Acordar uma hora mais cedo diminui (muito) o risco de depressão

Estudo envolveu mais de 800 mil pessoas. Risco de cair em depressão desce 23%. Um estudo recente indica que, se uma pessoa se levantar uma hora mais cedo do que o habitual, o risco de cair …

Adeptos no Dragão: acabou o "enorme vazio no coração do FC Porto"

O Estádio do Dragão vai voltar a ter pessoas nas bancadas em jogos do FC Porto, 17 meses depois. O regresso vai acontecer na estreia na I Liga, contra o Belenenses SAD, e o clube …

México planeia libertar milhares de reclusos idosos ou que foram torturados

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que vai libertar por decreto reclusos detidos em circunstâncias especiais, como os que foram torturados, os maiores de 75 anos e os que estão …