Empresa de autarcas de Castelo Branco entregou contas que nunca foram aprovadas

(c) Google Maps

A associação L’atitudes, criada pelo antigo presidente da Câmara de Castelo Branco Joaquim Morão, entregou aos auditores da Inspetor-geral do Ministério da Agricultura (IGAMAOT) contas que nunca chegaram a ser aprovadas. 

A notícia é avançada pelo jornal Público, que já no início de abril dava conta que vários autarcas de Castelo Branco tinham criado uma ONGD (Organização Não-Governamental de Desenvolvimento) de atividade “fantasma”. Apesar de não se reconhecer a atividade da instituição, esta beneficiou de vários fundos públicos.

Agora, conta o Público, a mesma associação entregou aos inspetores contas que nunca chegaram a ser aprovadas. Tal como explica o diário, a L’atitudes elegeu os seus órgãos sociais em maio de 2013 para poder candidatar-se a financiamentos públicos, não realizando desde então novas eleições. As últimas reuniões da Assembleia Geral e do Conselho Fiscal datam de 2015 e, desde esta data, não foram aprovados quaisquer documentos relacionados com as atividades e contas da organização.

Ainda assim, a direção eleita em 2013 e cujo mandato terminou em 2017, entregou em outubro passado à IGAMAOT os relatórios e contas de 2015, 2016 e 2017. À época, recorde-se, a associação era presidida por Joaquim Mourão.

Segundo o jornal, os documentos foram entregue no âmbito de uma acção de controlo do subsídio de 200 mil euros atribuído em 2014 pelo Programa de Desenvolvimento Rural e não fazem qualquer referência à sua aprovação obrigatória pela Assembleia Geral. O mesmo acontece com o parece também obrigatório do Conselho Fiscal.

Os documentos em causa, adianta o jornal, são “quase cópias uns dos outros e referem-se a atividades desenvolvidas não pela L’atitudes, mas pela Adraces, uma outra associação criada pelas câmaras da região, em 1992, e que também é sócia da primeira”.

Em declarações ao Público, o ex-presidente da Câmara de Penamacor e ainda presidente da Assembleia Geral da L’atitudes, Domingos Torrão, disse não ter qualquer contacto com a associação desde 2015, afirmando ainda desconhecer relatórios e contas posteriores a essa mesma data. “A última assinatura minha que lá está é de Dezembro de 2015 e tem a ver com o orçamento e plano de atividades. Depois disso não assinei nada, não fui convocado para nada e não vou assinar mais nada”, afirmou.

Também a vice-presidente do Conselho Fiscal e presidente da Câmara de Vila Velha de Ródão até ao final de 2013, Maria do Carmo Sequeira, disse não ter assinado nem ter conhecimento de documentos relativos a 2015, 2016 e 2017.

“Nunca fui convocada para nenhuma reunião da L’atitudes depois de 2014 e nem sequer conheço a sua sede”, disse a ex-autarca socialista, ao matutino.

“Ataque pessoal à minha pessoa”

Depois da primeira notícia avançada pelo jornal Público, o Ministério Público instaurou um inquérito-crime à associação L’atitudes.

Entretanto, o presidente da Câmara de Castelo Branco e presidente do Conselho Fiscal daquela associação, Luís Correia, promoveram nesta terça-feira uma conferência de imprensa. Luís Correia disse estar a ser alvo de um ataque pessoal. “Aquilo a que estamos a assistir é a uma ação concertada de tentativa de descredibilização, de ataque pessoal e de ofensa à minha pessoa e à minha família”.

“Não fui responsável nem participei na tomada de qualquer decisão no âmbito do funcionamento ou cação da associação, nomeadamente quanto à apresentação da candidatura para obtenção de fundos comunitários”, acrescentou.

Luís Correia confirmou que se tornou sócio da associação em 2013, assumindo “apenas e só” o cargo de presidente do Conselho Fiscal. Contudo, observa ainda o Público, o autarca omitiu tal facto nas duas declarações de rendimentos e cargos sociais que apresentou ao Tribunal Constitucional deste então.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal entre os países que mais milionários vão criar nos próximos 5 anos

Há, actualmente, 117 mil portugueses que são milionários. Mas o número deverá crescer para 174 mil em 2024, o que constitui uma subida de 49% que supera o aumento médio esperado de milionários a nível …

Confrontos na Catalunha. PSOE desce e extrema-direita sobe nas intenções de voto

Segundo uma sondagem para o espanhol El Mundo, os socialistas ficariam com 121 deputados e 27% dos votos. O PP cresce e o Vox pode passar a terceira força política. De acordo com uma sondagem publicada …

Hackers bloquearam mais de 30 organismos públicos em 2019

Desde o início deste ano, mais de 30 organismos públicos foram alvo de ataques informáticos, escreve o Jornal de Notícias esta terça-feira. De acordo com o diário, os hackers atacam sistemas informáticos de câmaras municipais, juntas de …

Liderança da bancada do PSD: Negrão quis sair, Rio é "boa solução" a curto prazo

Fernando Negrão, que no último ano e meio liderou a bancada parlamentar do PSD, admitiu esta terça-feira não estava disponível para continuar no cargo. "Não estava disponível [para continuar à frente da bancada] porque foi …

José Maria Ricciardi diz que está disponível para "erguer o Sporting"

José Maria Ricciardi, um dos candidatos nas eleições de setembro de 2018, anunciou através das redes sociais que está disponível para "erguer o Sporting". Na página do Facebook "Ricciardi - Erguer o Sporting", José Maria Ricciardi …

Boris Johnson volta aos Comuns para aprovar Brexit em tempo recorde e sair dia 31 de outubro

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai tentar esta terça-feira aprovar a legislação necessária para poder garantir que o Reino Unido sai da União Europeia no dia 31 de outubro quer haja ou não consenso na …

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …