É “tempo de unidade”. Ex-ministro da Saúde apela a Marta Temido para deixar “retórica ideológica”

Tiago Petinga / Lusa

O ex-ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que é “tempo de unidade no país” e é preciso “falar verdade” quanto à pandemia da covid-19, considerando que um novo confinamento generalizado “seria devastador”.

Adalberto Campos Fernandes falava aos jornalistas, no Palácio Belém, em Lisboa, após uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que elogiou por dar “um sinal” de que “compreende as preocupações de todos” e “é sensível às necessidades”.

“Temos momentos muito difíceis pela frente”, disse o antecessor da ministra Marta Temido, advogando que é “tempo de unidade no país” e é preciso “falar verdade”.

Segundo Adalberto Campos Fernandes, que expressou “confiança total na capacidade de decisão”, é necessário “mobilizar o país, todos os recursos, pensar nas pessoas e deixar de lado questões de retórica ideológica”.

O especialista em saúde pública defende a aplicação, de “forma transparente”, de mapas de risco pandémico, envolvendo as comunidades e autarquias, para adequar as medidas à realidade local.

“Tratar diferente aquilo que é diferente”, enfatizou, argumentando que “o país não pode fechar, não pode parar”. “Um confinamento global seria devastador”, frisou, sustentando que é preciso “proteger a economia, o emprego”.

Para Adalberto Campos Fernandes, é necessário continuar a proteger os profissionais de saúde e os mais idosos (os mais expostos e vulneráveis à infeção) e “ajudar as autoridades de saúde e quem tem responsabilidade política”.

Campos Fernandes foi ministro da Saúde entre 2015 e 2018, no primeiro governo liderado por António Costa. A audiência de Adalberto Campos Fernandes foi antecedida da de Paulo Macedo, que foi ministro da Saúde entre 2011 e 2015, no Governo PSD-CDS/PP de Pedro Passos Coelho.

O atual presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos optou por não falar aos jornalistas no final da audiência com o chefe de Estado, que tem estado a ouvir personalidades que estão ou estiveram ligadas à saúde por causa do agravamento da pandemia em Portugal.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, chamou a Belém seis ex-ministros do setor para falar sobre a resposta da Saúde durante a pandemia.

Marcelo recebeu Maria de Belém (ex-ministra de António Guterres), António Correia de Campos (ex-ministro de José Sócrates), Luís Filipe Pereira, Ana Jorge, Paulo Macedo e Adalberto Campos Fernandes.

A pandemia da covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 43,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.371 pessoas dos 124.432 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus (tipo de vírus) detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …

Islândia quer tornar-se um refúgio para o teletrabalho. Mas não é para todos

A Islândia fez uma série de alterações no seu programa de vistos de trabalho remoto para cidadãos foram do espaço Schengen, tendo como objetivo tornar-se num destino atraente para os trabalhadores que procuram escapar dos …

Hospitais britânicos preparam-se para receber vacina Pfizer a 7 de dezembro

Os hospitais britânicos foram instruídos a estarem preparados para receber a vacina contra a covid-19 em menos de 10 dias. As equipas dos hospitais públicos do Reino Unido devem ter as equipas preparadas para começar a …