Dono e condutor da carrinha do acidente em França indiciados por homicídio involuntário

O condutor e o dono da carrinha envolvida no acidente em França que causou a morte de doze portugueses estão a ser indiciados por homicídio involuntário.

O jovem de 19 anos, que conduzia a carrinha e foi o único sobrevivente, e o dono da viatura, o seu tio, foram esta sexta-feira indiciados por homicídio involuntário agravado, avançou a agência France Press, citada pelo jornal Público.

Os dois tinham sido detidos para interrogatório na passada terça-feira na sede da polícia em Moulins, localidade onde onde ocorreu o acidente que causou a morte de doze emigrantes portugueses.

Segundo o jornal, os dois familiares foram detidos provisoriamente até segunda-feira e os seus advogados já estão a preparar a sua defesa.

“Esta detenção nada tem a ver com uma decisão, que será posterior, sobre se os dois se vão manter presos”, declarou à AFP o procurador Pierre Gagnoud.

“Este é um inquérito que vai ser de longa duração e vai necessitar de investigações no estrangeiro”, acrescentou.

Segundo a advogada do jovem condutor, Antoine Jauvat, este “respondeu com sinceridade aos inquéritos mas não consegue ainda explicar as circunstâncias do acidente”.

Há um buraco negro. Ele lembra-se apenas da portagem e dos socorristas que o vieram acudir”, explica a advogada do jovem que, por ter 19 anos, nem sequer possuía habilitação legal para transportar tantos passageiros.

“Estão profundamente afetados”, declarou William Hillairaud, o advogado do proprietário da carrinha, que não estava dentro da viatura e chegou de imediato ao local.

Como têm membros da família entre as vítimas, ambos já terão manifestado “o desejo de pôr fim às suas vidas” e, por isso, “tiveram de ser internados em serviços de psiquiatria” depois do acidente.

As vítimas mortais, com idades entre os 7 e os 63 anos, morreram na sequência de um choque frontal entre a carrinha e um camião quando seguiam para Portugal para passar a Páscoa.

O acidente ocorreu na via francesa conhecida por “estrada da morte” e os portugueses seguiam numa Mercedes Sprinter de transporte ilegal com capacidade apenas para seis pessoas.

Segundo o Público, empresários do ramo dos transportes internacionais especializados em operar no mercado da emigração dizem que há um cenário negro de transporte ilegal entre portugueses que trabalham noutros países europeus.

Todos denunciam um “mercado negro sem regras” e “uma enorme falta de fiscalização” por parte das autoridades portuguesas.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …