Dois terços dos portugueses “são pró-europeus”

Etienne Laurent / EPA

“É um dia positivo para a Europa.” O Presidente da República realçou que “há dois terços dos portugueses que são pró-europeus”, referindo-se aos votos obtidos por forças como PS, PSD, CDS-PP, Aliança e Iniciativa Liberal nas europeias.

Esta segunda-feira, o Presidente da República realçou que “há dois terços dos portugueses que são pró-europeus”, referindo-se aos votos de forças como PS, PSD, CDS-PP, Aliança e Iniciativa Liberal nas eleições deste domingo para o Parlamento Europeu.

Marcelo Rebelo de Sousa falava na 6.ª edição das Conferências do Estoril, no Campus de Carcavelos da Universidade Nova de Lisboa, numa cerimónia em que trocou elogios com a sua homóloga croata, Kolinda Grabar-Kitarovic, que lhe disse que “os portugueses têm um Presidente fantástico”.

Sobre os resultados das eleições europeias, o chefe de Estado defendeu que em Portugal se confirmou que “há dois terços dos portugueses que são pró-europeus” e que, apesar de tudo, este é “um dia positivo para a Europa”.

Questionado à saída pela Lusa sobre que forças políticas inclui nessa “maioria clara pró-europeia”, que já tinha destacado no seu primeiro comentário às eleições de domingo, Marcelo respondeu que estava a somar os votos obtidos por PS, PSD, CDS-PP e pelos recém-criados Aliança e Iniciativa Liberal, pelo menos.

Segundo o Presidente da República, este é “um dia positivo para a Europa” também porque “no Parlamento Europeu continua a haver uma maioria clara de pró-europeus”, mas “sobretudo porque mesmo os que não são entusiásticos pró-europeus têm lugar no Parlamento Europeu e isso é democracia“.

“Isso é o triunfo dos valores europeus. A Europa permite que, mesmo aqueles que são críticos, que são céticos, que querem dividir ou afastar, caibam na casa europeia. Não os ignora, não os afasta. E o debate sobre a Europa é um debate que cabe na democracia europeia. E essa é uma força”, considerou.

Antes, Kolinda Grabar-Kitarovic fez uma intervenção centrada na igualdade de género, relatando a diferença de tratamento que sentiu por ser mulher, que terminou com uma saudação especial a Marcelo Rebelo de Sousa, em português.

“Caro amigo Marcelo, já percebi como és apreciado pelo povo português, e eu também tenho um grande apreço por amares tanto o teu país e pelo teu apoio incondicional. Dizem que na política não há amizades, mas tu és uma exceção. E porque apoias tanto os jovens e acima de tudo as raparigas, estou convencida de que os portugueses têm um Presidente fantástico”, disse-lhe.

Quando tomou a palavra, o chefe de Estado português retribuiu os elogios, declarando-se “esmagado” com o discurso “brilhante, inteligente, empático” da Presidente da Croácia: “Eu já sabia, mas agora milhares e milhares de pessoas sabem também por que foste eleita Presidente”.

“Nós não podemos votar na Croácia, mas sabes exatamente o que eu penso sobre o teu futuro e o futuro da Croácia e espero ver-te muito frequentemente no futuro próximo”, acrescentou.

Nestas eleições europeias, Portugal elegeu os seus 21 representantes num Parlamento Europeu com 751 lugares. O PS foi o partido mais votado, com nove eleitos e cerca de 33,4% dos votos, seguindo-se o PSD, com 21,9% e seis mandatos.

No domingo, perto da meia-noite, o Presidente da República quis “chamar a atenção” para o facto de haver “uma maioria clara pró-europeia, que corresponde ao somatório das decisões de voto num conjunto de forças muito diversas, mas que ultrapassa os 60%, inequivocamente”.

Em seguida, salientou que “o Presidente da República não tem qualquer intervenção na sequência das eleições europeias, só tem na sequência das eleições legislativas, e são essas do dia 6 de outubro que verdadeiramente serão relevantes para a formação do Governo, que essa é uma competência constitucional do Presidente da República”.

Quanto à abstenção, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que “temia pior“, um valor entre 75 e 80%, que “não se atingiu”. Ainda assim, “houve um aumento de percentagem de abstenção, o que significa que um número muito significativo de portugueses escolheu não escolheu”, lamentou.

Lusa ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …

Polícias que prestam serviço no 112 não recebem subsídio desde setembro

Os agentes e militares que fazem a triagem das chamadas do 112 não auferem a gratificação mensal pelo serviço prestado ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) desde setembro do ano passado. Segundo o Jornal de Notícias, …

Contrariando ordem judicial, Malásia deportou mais de mil pessoas para Myanmar

A Malásia entregou 1086 cidadãos que tinham fugido de Myanmar aos militares que organizaram o golpe de Estado de 01 de fevereiro, estando entre esses requerentes de asilo já registados oficialmente junto da Organização das …

Assassino da jornalista Daphne Caruana Galizia condenado a 15 anos de prisão

Vincent Muscat, um dos três homens acusados do assassínio, em outubro de 2017, da jornalista anticorrupção de Malta Daphne Caruana Galizia, foi condenado a uma pena de 15 anos de prisão pelo tribunal da La …

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …