Dois sismos de 5,8 e 5,6 graus registados ao largo de Fukushima, no Japão

DonkeyHotey / Flickr

-

Dois sismos, de 5,8 e 5,6 graus na escala de Richter, foram registados este domingo ao largo da costa de Fukushima, no Japão, revelou a agência japonesa de meteorologia.

O primeiro sismo, com 5,8 graus de magnitude, aconteceu às 03:00 locais (18:00 de Lisboa) com epicentro a 91 quilómetros da ilha de Honshu, a maior e mais populosa do Japão.

O segundo tremor de terra, de 5,6 graus, foi registado duas horas depois, mas próximo da costa e a 39 quilómetros de profundidade.

Não há registo de danos, nem foi dado o alerta de tsunami.

Na escala de Richter, um sismo de grau entre 5.0 e 5.9 pode causar danos significatvos, em edifícios mal concebidos em zonas restritas, e danos ligeiros nos edifícios bem construídos.

Foi esta mesma região costeira que em 2011 sofreu as consequências de um sismo e maremoto que causou mais de 18.000 mortos.

O maremoto (ou tsunami) originou um grave acidente na central nuclear de Fukushima.

Em consequência do acidente nuclear de Fukushima, morre uma pessoa por dia, especialmente devido aos efeitos psicológicos e físicos.

 

Escala de Richter

DESIGNAÇÃO MAGNITUDE EFEITOS POSSÍVEIS QUANTIDADE
Micro < 2,0 Micro tremor de terra, não se sente. ~ 8000 por dia
Muito pequeno 2,0-2,9 Geralmente não se sente, mas é detectado/registado. +/-1000 por dia
Pequeno 3,0-3,9 Frequentemente sentido, mas raramente causa danos. +/-49000 por ano
Ligeiro 4,0-4,9 Tremor notório de objectos no interior de habitações, ruídos de choque entre objectos. Danos importantes pouco comuns. +/- 6200 por ano
Moderado 5,0-5,9 Pode causar danos maiores em edifícios mal concebidos em zonas restritas. Provoca danos ligeiros nos edifícios bem construídos. +/- 800 por ano
Forte 6,0-6,9 Pode ser destruidor em zonas num raio de até 180 quilómetros em áreas habitadas. +/- 120 por ano
Grande 7,0-7,9 Pode provocar danos graves em zonas mais vastas. +/- 18 por ano
Importante 8,0-8,9 Pode causar danos sérios em zonas num raio de centenas de quilómetros. +/- 1 por ano
Excepcional 9,0-9,9 Devasta zonas num raio de milhares de quilómetros. +/- 1 a cada 20 anos
Extremo > 10,0 Nunca registado x

Fonte: Apolo11.com

/Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE