Pneumologistas alertam para doentes internados em “condições impróprias”

Jean-Christophe Bott / EPA

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) denunciou hoje que há doentes internados em condições impróprias e sem a terapêutica adequada, apelando a uma organização “racional e eficaz” dos recursos existentes.

“Ao longo das últimas semanas, face à enorme pressão que os hospitais têm vindo a sofrer, várias situações foram reportadas dando conta de cenários indesejáveis, de doentes internados em condições impróprias e sem a abordagem terapêutica considerada adequada”, refere a SPP numa tomada de posição relativamente à organização dos serviços de saúde.

Por outro lado, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia adianta que têm sido igualmente reportadas situações em que “os médicos pneumologistas e os restantes trabalhadores de saúde são colocados de forma arbitrária em enfermarias com um rácio/doente extremamente elevado”.

Desta forma, alerta, não podem “disponibilizar os melhores cuidados de saúde, para além da necessidade da organização de equipas multidisciplinares dado os doentes internados com infeção covid-19 terem em número considerável várias outras comorbilidades, com necessidade de serem abordadas pela especialidade em causa”.

A SPP adverte ainda que “a integridade dos trabalhadores de saúde e das suas famílias não pode ser colocada em causa por falta de material de proteção necessário para a execução de atos médicos no contexto da atual pandemia, continuando a serem reportadas situações deste género, para além de se manter um número excessivamente elevado de infeções por SARS-Cov-2 nos profissionais de saúde”.

Entendendo que o país atravessa “uma situação extrema de saúde pública e que o Serviço Nacional de Saúde é alvo de uma sobrecarga sem precedentes”, a SPP considera “ser dever das autoridades a organização dos serviços no sentido de garantirem a prestação de cuidados e de assistência aos doentes com covid-19, mas também aos doentes que sofrem de outras patologias”.

Para a SPP, as autoridades devem dar garantias de segurança e de condições de trabalho dos profissionais de saúde.

“O facto de a Pneumologia ser uma das especialidades de primeira linha na resposta à covid-19, implica por vezes o preenchimento dos internamentos adstritos apenas, ou de forma preferencial, aos serviços de Pneumologia, levando a que os doentes com patologia respiratória crónica sejam internados sem a assistência da especialidade responsável”, observa.

A SPP volta a alertar para o facto de “a menor disponibilidade” de recursos a nível dos cuidados primários de saúde e dos hospitais, “levar inevitavelmente a que os doentes respiratórios crónicos não tenham o seguimento apropriado e que os doentes com apresentação da doença não tenham um diagnóstico atempado, circunstância que poderá ser dramática no contexto de doenças que necessitam de um diagnóstico precoce sob pena de os doentes não terem benefício de terapêuticas mais eficazes por se encontrarem em fases mais avançadas da doença”.

“Esta situação será apenas contrariada, no contexto dramático em que nos encontramos, com uma organização racional e eficaz dos vários recursos existentes”, sublinha a Sociedade Portuguesa de Pneumologia.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …